História Minha Cobra Albina - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Sobrenatural
Visualizações 32
Palavras 674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


as linhas em baixo das palavras é quando mostra o pensameto da pessoa bele :D
Então bora pro cap....

Capítulo 8 - Adeus?


Fanfic / Fanfiction Minha Cobra Albina - Capítulo 8 - Adeus?

SUGA ON

Eu acordo com uma dor no pescoço , passo a mão por ele e sinto dois furos nele e então lembro do que tinha acontecido , dou um leve suspiro e sinto uma dor no estômago.

EU-ai que fome-disse levantando do sofá e vejo que estava deitado no colo da (S/N)-oh  não tinha visto você-eu falo mas ela não responde , parece que ela ainda está dormindo , então deixo ela ali e vou pra cozinha come alguma coisa.

Estava comendo até alguém me abraçar por trás e falar no meu ouvido.

???-você está livre pode ir embora quando quiser.....então isso pode ser um Adeus.

Assim que eu ouvi isso eu virei rapidamente pra ver quem era mas não tinha ninguém.

EU-que estranho...-essa voz parecia da (S/N) , mas parecia como se ela estivesse triste , então eu sinto algo frio nas minhas costas na linha dos ombros , eu passo a mão pra ver a que era e sinto minha camisa um pouco molhada , ELA ESTAVA CHORANDO?!?! , como assim? eu não entendo por que ela choraria por isso.

Então eu vou correndo pra sala e vejo que ela e a sua amiga não estavam mais lá , eu procuro pela casa toda e não acho nenhuma das duas.

EU-onde diabos elas se meterão?-fiquei ali penssando por alguns segundos , até  eu  lembrar do que ela tinha falado "você está livre'' , então quer dizer que e posso ir embora agora? pensando agora eu não estou sentindo mais aquele peso no pescoço como antes , ela tirou as correntes?

Então eu vou até a porta de entrada e tento abrir a mesma que estava aberta , realmente acho que eu posso ir se ela deixou a porta aberta , eu coloco um pé pra fora pra ver se acontece algo mas nada passa , então eu saio e caminho pra fora.

EU-então eu realmente estou livre pra ir embora?você ficará bem se eu for?-pergunto olhando ao redor e eu sinto uma brisa suave e fria passa por mim indo em direção a  floresta como se estivesse me mostrando o caminho  pra saída.

Então eu sigo por esse caminho , um tempo depois eu chego a uma ponte que atraveça um penhasco.

EU-então essa é a saída?

???-sim , está é a saída de SETEALEM-disse um cara velho sentado no pé de um árvore.

EU-e quem é você?

???-eu sou o guardião da ponte de SETEALEM.

GP=Guardião da Ponte

EU-hmm e o que é SETEALEM?

GP-é  um mundo paralelo ao dos humanos , é um mundo igual só a diferença é que esse mundo é mais obscuro.

EU-ah entendi , acho que já ouvi falar sobre isso-já ouvi falar disso em um bar de uma cidade pequena , eu tava em uma missão eu acho não me lembro ao certo-então se eu atravessar essa ponte eu volto pro mundo normal?

GP-sim

EU-mas eu vou poder voltar se eu atravessar de volta depois?

GP-se você tiver algo importante aqui que faça você querer voltar , sim , se não você pode atravessar essa ponte quantas vezes quiser mas vai continuar no mundo humano.

Então se eu atravessar pode ser que eu não possa voltar....algo importante?o que seria   algo importante pra mim?....Eu continuei pensando e fui indo em direção a ponte caminhando devagar........

SUGA OFF

 

*QUEBRA DO TEMPO*

 

(S/N) ON

já era bem tarde da noite e eu e a mily já estavamos chegando em casa , nós tinhamos indo abastecer o nosso estoque de sangue , e eu não tava muito afim de voltar pra casa por que eu sabia que a pessoa que eu gostaria de ver não estaria mais lá , chegamos em casa e eu senti algo que não esperava , deixei o sangue na cozinha e fui correndo na velocidade da   luz pro meu quarto pra ver se era realmente o que eu estava sentindo , assim que eu cheguei abri a porta com tudo e vi o que eu queria mas não espera que fosse real......

 

*CONTINUA...


Notas Finais


juro q to tentando escrevera historia mas ta dificio pq tem as provas bimestrais pra estudar aq T-T T-T T-T T-T


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...