História Minha empregada Brasileira. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias G-Dragon
Personagens G-Dragon, Personagens Originais
Tags Bigbang, Daesung, Gdragon, Ji Yong, Seungri, Taeyang, Top
Visualizações 74
Palavras 962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Viram que a fic tá com capa nova ?? Eu que fiz, Mas eu não gostei. Alguém aí faz capa ?

Boa leitura meus amores 💕🐰

Capítulo 14 - Desculpem a ausência


Fanfic / Fanfiction Minha empregada Brasileira. - Capítulo 14 - Desculpem a ausência



- Bom dia amor.

Ji yong estava lindo, seu cabelo estava bagunçado, seus olhos levemente inchado, e aqueles risquinho no seu rosto que eu tenho certeza que ele as odeiam, e eu acho lindo

O quarto estava pouco iluminado, a cortina escura deixava apenas que alguns raios de sol entrasse.

Eu estava vendo tudo em câmera lenta, meu coração palpita de forma mais rápido possível. O que está acontecendo ? Coração cê fica quieto hein.

- Aline você está me ouvindo ? / Ji yong insisti em me chamar

- Hum ? / Respondo me levantando, me olho e dou graças a Deus está de roupas.

- Você não quer saber o que aconteceu ?

- o que poderia acontecer eu estou de roupas.

- Eu poderia ter te vestido.

- você não faria isso . / Falo sorrindo e saio do quarto. Eu preciso respirar pra esse negócio aqui dentro parar.

Olho a hora e marcava 9: 20 da manhã. Dia de domingo e eu trabalhando. Muito legal.

Vou pro meu " quarto " e tomo um banho, sorte que eu deixei roupa aqui. Apesar de ser um short um pouco curto...

Vou pra cozinha e faço o café da manhã, coloco a mesa pro senhor know..... Idiota 

- Obrigado/ ele fala entrando na cozinha e sentando, ele está arrumado ele vai sair ? Eu vou pra casa.

- Meu trabalho. / Respondo

- Você comeu ?

Claro que não, eu estava​ ocupada fazendo sua comida.

- Não

- Então sente-se 

- Não é certo emp...

- Senta logo. / Ele me corta 

Não falo nada, me sento e começo a comer 

- Depois daqui posso ir pra casa ?

- Não, vamos sair

Não vem não, aí que vontade de bater nesse homem

- Eu não tô afim de sair, ainda mais baladas

- Quem falou balada ?

............................

*G-DRAGON*


- Você me trouxe pra praia ? / Aline pergunta arqueando uma sombrancelha.

- Não pra um restaurante. / Falo revirando olhos

- Sério ?

- você é trouxa ou o que ?

- Haa

Idiota. Aquela praia significava muito pra mim. Ando mais um pouco e tiro meus sapatos pra sentir a areia, a praia era um pouco afastada da cidade então tinha poucas pessoas. Era seguro pra minha privacidade.

Abro os braços pra sentir o vento no meu rosto, essa brisa me acalma.

Sinto Aline do meu lado me observando.

- FAZ ISSO./ Grito e ela me olha confusa

- O QUE ? / Ela grita de volta

- Sente. / Acho que ela entendeu, pois abriu os braços a olhei e ela estava perfeita nesse ângulo. Seus cabelos brincava com o vento enquanto fechava os olhos. 

Me sento e observo o mar o silêncio só a zuada do mar 

Aline senta ao meu lado

- Você parece amar essa praia. / Ela fala quebrando o Silêncio

- Sim, eu gosto de ficar aqui pra me acalmar. É um dos meus lugares favoritos

- então você vai ter que dividir, porque eu amei.

- Seria o nosso lugar no mundo ?

- Do que você está falando ? / Aline fala sorrindo vermelha.

- Disso. / Aproximo dela e a beijo

Um beijo calmo e com necessidade, eu precisava dela, do toque dela. Eu estou me viciando

Ela para o beijo

- Ji yong... Isso não está certo. / Ela fala baixo

- Eu não gosto do certo. / Beijo ela mais uma vez.

Paramos e ela se levanta.

- É melhor irmos. / Ela fala olhando pra qualquer lugar daquele canto.

- Calma. / Falo e me levanto. 

...................................


Desde que entramos no carro Aline não falou nada, por que ela está assim ? O que eu fiz ? 

O celular dela toca e a mesma pega fazendo uma cara confusa ao olhar pro visor 

- Alô. / Aline fala sorrindo

- Bobby você pode ligar mais tarde ?

Bobby ?? 

- OK.

- Quem é Bobby ? / Pergunto mas depois me arrependo.

- O carinha da festa.

- Ata. Você vai sair com ele ?

- Talvez.

Ficamos em silêncio novamente.

Chegamos em casa e Aline vai pra seu quarto, eu subi, Decide tomar banho e dormir um pouco já que de noite vou sair.

...........................

*ALINE*


Peguei minha minha coisas e fui pra casa, não avisei ji yong. Eu realmente não sei o que estou sentindo, estou muito confusa.

Será que estou sentindo algo por ji yong ?

Não

Não, não impossível

..................................

" No outro dia "


Acordei cedo e fui pra faculdade hoje eu estava com pressentimento estranho, talvez ruim.

Meu celular toca, era Bobby.

- Alô ? 

- Aline

- há, Oi 

- tudo bem ?

- Tudo sim, e você ?

- tudo.

- Que bom 

- Eu estava pensando em a gente sair hoje, o que você acha ?

- haa, pode ser. Quando eu largar do trabalho ?

- fechado.

- vou desligar beijo.

Entro na sala de aula, o professor já estava. Droga.

*Quebra de tempo *


Cheguei na casa de ji yong e estava todo mundo na sala e ji yong estava muito sério.

- Ela chegou. / Eun hye fala sorrindo ironicamente.

- Eu ? / Pergunto confusa

- O que significa isso / ji yong mostra um colar, quase esfrega na minha cara.

- Um colar?./ Falei, e é o que era mesmo. Um colar 

- Sinica, você roubou esse colar. / Eun fala 

- Calma. / Naomi fala

Como assim ? Eu não roubei nada, Meus olhos estão arregalados nesse momento, estou quase tendo um treco.

- E-eu não fiz nada. / Respondi trêmula

- ENTÃO POR QUE DIABOS ESTAVA NAS SUAS COISAS ? / Ji yong grita me assustando.

- Eu não sei 

- Eu sabia que você ama dinheiro, mas a esse ponto ? Esse colar é a coisa mais importante pra mim e você sabe.

- Eu sei ? 

- Para de fingir.

- Mas eu não tô fingindo, ji yong 

- Não chame meu nome.

- Mas eu não fiz nada.

- então me responde, como esse colar foi parar nas suas coisas ?

- Eu não sei 

- Isso não é RESPOSTA 

- eu

- Não se preocupe eu não vou chamar a polícia, Mas você está demitida 

O QUE 




Notas Finais


Eita priula 😅
Comentem o que achou do G bravo, Adivinha quem fez isso ? 😠👹
Obrigada por lerem 💕♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...