História Minha estrela de sucesso - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Leigh, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Tags Brigas, Caso De Familia, Lynn, Trabalho
Exibições 19
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E aí povin do coração.
Sorry pela demora,eu estou usando o cll não o meu pc😧.

Boa leitura

Capítulo 3 - Meu motivo de viver


Fanfic / Fanfiction Minha estrela de sucesso - Capítulo 3 - Meu motivo de viver

Levantei-me cedo hoje para preparar o café,não para me desculpar de meu filho e sim porque eu estou brocado de fome. E simplesmente fiz o que eu conseguia fazer pão com ovo e suco de laranja.



Vendo que tudo estava preparado sentei na mesa e comecei a fazer o meu desjejum.



Olhei para a escada e vi gabriel descendo rapido, parecia que ele estava treinando para uma corrida de pirralhos. Ele olhou para a mesa e saiu pela porta me deixando sozinho.



Finalmente paz, pelo menos por um dia.

                  [Gabriel]



Acordei mais cedo hoje para pasear por aí antes da hora de ir para a escola, queria esvaziar um porco a cabeça, entrei no banheiro e fiz a minha higiene matinal.



Fui para o guardaroupas e peguei qualquer roupa que vi pela frente, olhei no espelho. Nada mal pra quem estava com a marca vermelha na cara.



peguei a minha mochila e sai do quarto descendo as escadas e vi o meu pai comendo pão com suco, olhei se tinha algo na mesa para eu comer, como sempre, nada.



Pelo menos é uma desculpa para conversar com ela e ganhar alguma coisa. Sim eu saio sozinho de casa para o colégio,não era tão longe assim de casa mas também não era tão perto.



Andando pelas ruas sozinho vejo logo o estabelecimento bastante frequentado por mim a Sweet coffee. Entrando respiro fundo o doce aroma de café e doces, como eu amo esse lugar.



Sentei em uma mesa vazia vendo a minha garçonete favorita vir em direção a mim.



- como vai tia lynn. -estava bem claro o seu semblante preocupado, ela veio ate mim se abaixando e tocando levemente o meu hematoma em minha face. Abaixei a cabeça,não queria que ela vise isso.



- ha pequeno. O que ouve dessa vez agora. Vamos, venha comigo - a tia lynn me pegou pelo colo. Repouzei a minha cabeça em seu pescoço sentido o cheiro doce que emanava de seu perfume.



Ela me botou no chão, pegando uma pequena maleta branca de seu armario e tirou uma pequena pomada.deixei algumas lágrimas caírem de meu rosto,posso ate me fazer de rebelde ou frio mas…. EU SO QUERO ALGUÉM QUE ME FAÇA FELIZ!!eu estou cansado de ficar sozinho na escola, eu queria que o papai fosse meno agressivo comigo, ISSO TUDO PORQUE ELE BRIGOU COM A MAMÃE!!!



- ei meu pequeno - disse ela enxugando as minhas lágrimas que teimavam em parar de cair. Ela me deu um abraço, o mundo parece que havia parado naquela hora - tudo bem, bote para fora querido. Daqui a pouco passa - disse quando desfez o abraço e dando um leve beijo em minha testa. - agora me conte. O que que ouve.



Assoei o nariz e busquei força para falar alguma coisa.



- meu pai… quebrou o meu celular e o meu PS4 e me deu isso - apontei para a marca em meu rosto- por causa do meu boletim.



Olhei para os olhos de lynn , seu rosto parecia dizer "esto decepcionada com você Gabriel". Ela se levantou e esticou o braço para mim.



- vamos. Você tomou café hoje? - perguntou ela. Neguei com a cabeça e peguei em sua mão, ela me guiou para uma mesa e pegou na frizer algumas rosquinhas e um pedaço de bolo junto de um grande copo de suco de morango. Resumindo o de sempre.



Comi feito um condenado de tanta fome. Eu e a tia lynn jogamos conversa fora mas tudo que é dura pouco tive que ir embora para o colégio e a tia lynn trabalhar. Para esclarecer um pouquinho ela não é uma tia na verdade e sim a minha única e melhor amiga.

               {Flashback}



Corri ate um beco sem saída e me escondi atrás de uma caçamba de lixo. Eu estava sendo perseguido por homem todo de preto,e o pior de tudo,estava escuro. Fiquiei encolhido no cantinho chorando em silencio, orando a Deus que isso acabasse logo. Tudo ficou em silencio, em um silencio perturbador,após eu confirmar que tudo estava tranquilo resolvi sair do cantinho e ir andando a calçada.



- EI GAROTO - o homem pegou o meu braço com força me tentando puxar a minha mochila.



- SOCORRO ALGUÉM ME AJUDE!!!- GRITEI COM TUDO.



- CALA A BOCA MENINO- o homem me jogou no chão e se aproximou de mim - agora me dá essa tua mochila aí - em frações de segundos o homem cai no chão imóvel. Olhei rapidamente para cima e vi uma mulher vestida de garçonete com uma pistola na mão. Com medo me afastei para longe, acho que hoje morrerei.



- vamos pequeno. Aqui não é seguro - ela estendeu a mão para mim. Esitei um pouco segurei a sua mão, por algum motivo trouxe uma certa segurança em mim.



Fomos correndo daquele beco , olhei para trás vendo duas viaturas da policia chegando no local mas continuamos a correr, a mulher que estava correndo comigo guardou a arma enquanto chegávamos perto de um estabelecimento."sweet coffee".



A mulher se apresentou a mim e me deu algumas goluseimas como um tipo de desculpa pelo ocorrido.



No dia seguinte repeti o mesmo caminho para o estabelecimento, queria ver ela de novo . E assim foi.



Um dia sim e um dia não visitando ela, e assim acabamos virando amigos .



CONTINUA….


Notas Finais


Ola de novo!
Gostaram, odiaram, ou tá favorável?

Comentem e ate a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...