História Minha Flor - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Aleijado, Alicebiersack, Cadeirante, Deficiente, Drama, Escolar, Gaaino, Gahina, Naruhina, Naruino, Naruto, Nejiten, Romance, Sasusaku, Shikatema
Exibições 1.939
Palavras 1.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oieeeeeeeeeee volti meus amores :3

Capítulo 18 - Eu Te Amo


 

Escrita por - ~AliceBiersack

Fanfic - Minha Flor

Capítulo 18 - Eu amo você

 — O amor realmente muda a perspectiva de uma pessoa.

(...)

 — Eu não sabia que a Tenten lutava também. — Rock Lee estava impressionado com a conduta e desenvolvimento da morena.

 — Ela sempre gostou dessas coisas, a minha machinho linda. — Ino deu risada. —  Então aquela loira ali é a sua irmã ? — Perguntou a Gaara.

 — Sim, ela é um ano mais velha que eu e um ano mais nova que nosso irmão. — Ele deu de ombros.

 — Ouvi boatos de ela ser a melhor de toda escola, ganhando até dos meninos. — Gaara sorriu.

 — Temari sempre se esforçou muita para conseguir as coisas que ela queria, eu não me surpreendo de que ela tenha conseguido ficar em primeiro lugar no ranking escolar. — Ele voltou a encarar sua irmã, não podia esconder o orgulho que tinha dela.

Foram exatamente quinze minutos de treino até que o professor mandasse duplas para cada canto do ginásio, Temari estava tão impressionada com a concentração de Tenten que logo correu para ser a adversária dela, assim que o professor deu o sinal para que começassem, Temari foi para cima da morena com uma sequência de socos, Tenten apenas protegeu seu rosto, e foi assim durante quase três minutos, mas foi quando a morena viu que Temari começava a se cansar que ela agiu. Ela pegou Temari com sua guarda aberta. Tenten agarrou sua panturrilha esquerda, serpenteando o braço direito em torno dela tão perto de seu tendão quanto possível. Temari estava completamente chocada que Tenten pudesse fazer isso com ela tão cedo no jogo. Com o antebraço direito ela começou a pressionar seu tendão de Aquiles. Ofegante, e lutando contra uma Temari em dificuldades, Tenten deslizou o seu joelho esquerdo sobre a coxa direita e empurrou o seu peito com a mão esquerda para que ela não se levantasse.

Então ela caiu para trás no seu lado esquerdo, enquanto ela jogava simultaneamente a perna direita sobre a de Temari. Ela pressionou firmemente o seu pé direito contra o seu corpo e deslizou a perna esquerda através da abertura de suas pernas. Temari estava bastante surpreendida com a capacidade de Tenten. Tenten incansavelmente seguiu em frente. Ela, então, levou os meus dois pés firmemente contra o corpo de Temari e a pressionou com eles. Seu antebraço direito cavou duro em seu tendão enquanto ela agarrou seu próprio pulso esquerdo, enquanto arqueava para trás e pressionava seus quadris para frente. Rapidamente olhando por cima do seu ombro, que é um movimento crucial que a permiti usar o pleno vigor de seus músculos e apertando os joelhos da loira juntos, Tenten afundou o bloqueio mais fortemente. Então finalmente ela a tem num aperto de submissão utilizando uma das técnicas de Bloqueios de Compressão, o Bloqueio de Tornozelo.  Depois de lutar para fora do seu aperto e começando a registrar a dor, Temari bateu no chão e a morena a libertou do aperto.

 — Você é boa. Porém, apressada demais. — Tenten falou antes de se virar e caminhar em direção a saída do ginásio, os alunos que assistiam das arquibancadas estavam boquiabertos, era a primeira vez que viam Temari perder uma luta para outra garota.

 — Essa é a minha irmã! — Ino comemorou sorridente e se virou para os amigos. — E então, por que a maioria de nós fica aqui nos finais de semana ? — Gaara deu de ombros, ainda estava meio atordoado com o fato da irmã ter perdido.

 — Muitos preferem ficar aqui com os amigos do que em casa com a família. — Ele a encarou. — Eu só estou aqui por causa da Hinata, mas como ela já vai voltar para casa hoje com Neji, — Ele dá de ombros. — vou também junto com a minha irmã, meu irmão mais velho está vindo para a cidade e vamos sair juntos.

(...)

 — Seus batimentos cardíacos estão normais Hinata, você já pode voltar para as suas atividades normais, mas como sabe, não deve fazer esforços desnecessários. — Yuura mostrou um exame para a morena. — O seu raio-X não mostrou nada que eu não tivesse visto antes nas consultas anteriores, seus pulmões continuam no mesmo estado.

 — Isso é bom eu suponho... — A morena sorriu aliviada com o desabafo do primo.

 — Sim é bom, — Yuura se virou para Neji. — como eu disse, ela pode voltar a sua rotina normal, mas não tire os olhos dessa mocinha, não a deixe fazer nada que vá prejudicar a sua saúde nem que seja só um pouquinho. — Yuura olhou carinhosamente para Hinata. — Você é minha paciente favorita Hinata, e como uma vez prometi a mim mesmo que eu iria salvar você de um jeito ou de outro.

 — Vou cuidar dela o tempo todo. — Assegurou Neji. — Obrigada por vir Dr. Yuura.

 — Não precisa agradecer, é um prazer cuidar do caso da sua prima, bom, tenham um bom dia. — Neji o acompanha em direção a porta do quarto.

 — Certo. — Ele se vira e sorri para Hinata. — Hora de te levar para tomar seu café da manhã, e então vamos para casa.  — Antes que a morena conseguisse responder, uma batida na porta a interrompeu. Neji a abriu. Naruto estava parado encostado no batente da porta, ele parecia não saber ao certo que dizer.

 — Olá Neji... — Ele coçou a nuca. —  Será que eu poderia falar um minuto com a Hinata ?  — Neji olhou para Naruto com incerteza, era uma boa ideia deixar Hinata sozinha com Naruto ? Bom, ele jamais iria saber se não arriscasse.

 — Hinata, Naruto está aqui. — O moreno se virou e foi em direção a prima, se abaixou um pouco e beijou sua testa. — Se ele te fizer chorar, juro que dessa vez eu não vou ficar quieto Hinata, eu amo você pequena. — Ele sorriu carinhosamente para ela antes de seguir em direção a porta e sair os deixando sozinhos.

Hinata apertou o cobertor e desviou os olhos do rapaz, o que ele queria ?

 — Como você está ? — É sério que depois de tantos dias ele estava se importando somente agora com o que havia acontecido ?

 — Tô bem... — Ela não queria olhar para ele.

 — Eu gostaria de ter vindo antes... — Ele coçou a nuca. — Mas Ino disse que você não queria me ver então... — Ele deu de ombros. — Hinata, você está bem mesmo ? — Naruto vasculhava seu rosto tentando manter contato com os olhos da morena, mas ela estava muito ocupada olhando para a parede para notar isso.

 — Eu disse que tô bem. — Naruto sabia que ela estava estranha, nem estava gaguejando como de costume. Ele suspirou.

 — Vou ser sincero, eu não sei o que eu fiz Hina, mas seja lá o que tenha sido, eu quero me desculpar, eu sinto a sua falta. — Os olhos de Hinata se arregalaram, ele sentia a falta dela ?

 — S-sentiu a m-minha falta ? — Agora ela o estava olhando. Naruto sorriu aliviado.  Ela voltou a gaguejar, as coisas estavam ficando normais.

 — Claro que senti! — Ele sorriu. — Sabe... eu acho que eu e a Shion estamos realmente firmando o nosso relacionamento, — O sorriso da morena se dissipou, mas o Uzumaki nem percebeu, estava ocupado sorrindo bobamente. — eu queria apresentar ela a você, a minha melhor amiga, mas naquele dia você correu de mim... eu só não entendi o porque.

Hinata assumia um olhar ferido, se sentia como um animal encurralado, sem ter para onde correr, Naruto gostava tanto dela, mas esse gostar dele a machucava, a feria profundamente e o pior é que ele nem ao menos percebia, e ela não podia culpa-lo, ela não podia obrigar ele a sentir alguma coisa por ela.

 — Sabe... eu estou pensando em levar ela para conhecer os meus pais, mas ainda não tenho certeza, eu queria ter uma segunda opinião, por isso queria falar com você aquele dia, acha que estou sendo muito rápido com as coisas ?

Hinata respirou fundo e o encarou.

 — Isso é você quem tem que saber. Se quer apresentar ela à sua família é uma escolha somente sua. — A morena tinha uma expressão dura, era a primeira vez que Naruto via ela assim.

 — Hinata... e-eu disse alguma coisa errada ?

 — Não, você não disse nada errado. — Ela sorriu forçadamente. — Eu que sou uma idiota por ainda ter esperanças. — Ela balançou a cabeça. — Eu preciso ir para casa Naruto, Neji deve estar me esperando. — Ela tentou se levantar, mas o loiro segurou seu pulso.

 — Hinata, eu realmente não entendo, o que eu fiz ? Eu não quero ficar brigado com você Hina... Por que está tão brava comigo ? Me diga. — Soou exasperado.

Hinata o encarou, sua expressão continuava igual.

 — Não estou brava com você. — Negou balançando a cabeça. — Estou consternada.

 — Consternada... — Ele franziu o cenho. — Por quê ? — Ele estava desesperado para saber, e Hinata sabia disso, droga, não conseguiria ficar mais perto dele depois dessa conversa, então era melhor dizer de uma vez.

 — Eu amo você Naruto. — Ela sorriu. — Mas não da maneira que você me ama, não vejo você como um amigo, — Naruto estava paralisado, os olhos azuis estavam arregalados. — me sinto invisível pra você... eu fico feliz que você esteja feliz com a Shion, e com sinceridade, espero que ela te faça feliz, não posso obrigar você e nem ninguém a gostar de alguém como eu, e eu entendo o porque. Nós somos só amigos, mas saiba que se eu fosse ela, eu nunca te deixaria. — Ela voltou a sorrir. — Seus olhos brilham quando fala dela, e eu entendi que talvez eu não seja à pessoa certa pra você, e eu imagino o porquê, e se ela não for a sua alma gêmea, eu espero que você encontre alguém que não consiga viver sem, e espero que você nunca saiba como é ter que viver sem essa pessoa, isso é muito ruim. E eu espero que um dia, alguém sorria pra mim da maneira que sorri quando fala dela, quando está com ela, que os olhos dessa pessoa brilhem como os seus brilham quando olha para ela, ela é uma garota de sorte. — Ela balançou a cabeça mais uma vez antes de soltar seu pulso, sair da cama segurando o carrinho com o cilindro de oxigênio e ir em direção a porta do quarto deixando para trás, um Naruto ainda paralisado.

(...)

 — O que você acha deste aqui querida ? — Kurenai apontou para um vestido verde água.

 — Tia, é só um concerto, não exagere, quero algo simples, simples mas bonito, nada que seja chamativo. — Sakura olhou para todos os vestidos ao seu redor, havia de todos os tipos e tamanhos, alguns mais extravagantes que outros.

 — Certo. — Kurenai sorriu. — Algo simples e bonito. Eu volto já. — Kurenai se virou e foi rapidamente em direção aos fundos da grande loja, logo em seguida voltando com um estojo de um vestido nas mãos e com uma das vendedoras ao lado. — Eu vi esse vestido enquanto você estava provando o roxo, e então você disse que quer algo simples, e ele é, porém, elegante e bonito. — O morena sorriu e abriu o estojo, revelando um vestido de cetim preto, sem alças, longo, os olhos de Sakura brilharam, o vestido era deslumbrante, além de discreto. — O que você achou ?

 — Ele é lindo. — A rosada sorriu. — Eu adorei! — Ela voltou seus olhos para a tia. — Agora vamos escolher um pra você!

 — Como assim um pra mim ? — Kurenai a olhou de lado.

 — Sora vai levar o tio dele, — Sakura deu de ombros. — então eu resolvi levar você e deixar Iruka de folga.

 — Sakura, se eu não te conhecesse bem diria que está armando alguma coisa. — Seus olhos se estreitaram.

 — Há tia. Só não queremos deixar ninguém sozinho. Agora vem, vamos escolher um pra você e provar os vestidos.


Notas Finais


Volto logo... ou não... :3 ou sim, talvez, vai depender da memória do Lysandre <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...