História Minha Flor de Cerejeira - SasuSaku ♡ - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Tsunade Senju
Tags Sasusaku, Suspense
Exibições 184
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoo pessoal, tudo bem ? Espero que sim.
Bom, está aqui mais um capítulo para vocês meus amores. Beijos.

                                 Boa Leitura!

Capítulo 10 - Capítulo X


¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆


O que deu nela ? Achei que tinha se lembrado. Ela se levantou e me olhou estranho. Era um olhar frio, senti cada molécula do meu corpo travar. Ela não me olha assim, o olhar dela é doce, iluminado, passa paz e serenidade.

– O que? Mas por que? – indaguei confuso. – Não quer ajuda para relembrar das coisas ?

– Acho que você não é a pessoa certa para isso. – disse secamente e caminhou para sala.

Mas que diabos, essa garota é bipolar ? Uma hora quer que eu conte as coisas, e quando lembra paresse me odiar.

Você precisa da minha ajuda. – Falei indo atrás dela.

– Eu não preciso de NADA que venha de VOCÊ! – Respondeu friamente.

– O que deu em você ? Pirou de vez?  –  Indaguei incrédulo. Ela não falaria assim comigo se estivesse bem.

– O QUE FOI SASUKE, ACHOU QUE EU SERIA ETERNAMENTE APAIXONADA POR VOCÊ ? QUE VOCÊ VOLTARIA DO QUINTO DOS INFERNOS E EU ESTARIA AQUI ? – Gritou se virando para me olhar.

Ela lembrou de tudo ?

– Você lembrou de tudo ? – Perguntei.

– Não! Mas não preciso ser uma genia para ligar as coisas Sasuke. EU NÃO QUERO SUA AJUDA. – Falou e foi em direção a porta. – Eu posso cuidar e mim mesma. – completou e saiu.

Mas o que deu nessa garota?
Passei a mãos no meu cabelo puxando  os fios com força, eu estava com raiva, dei um murro numa cadeira que quebrou no mesmo instante. Bufei. Droga. IRRITANTE.
Sai de casa e saltei pelos telhados das casas em direção a Torre do Hokage.
Após alguns minutos cheguei e bati na porta.

      Toc, Toc.

Entre. – ouvi a voz de Kakashi.

– Desculpe Kakashi, mas a Sakura pirou. – Falei entrando.

– Do que você está falando Sasuke ? – Perguntou preocupado.

– Eu contei algumas coisas sobre nós dois.. Ela disse que se lembrou de algo, mas.. – respirei fundo e continuei. – Ela surtou e começou a gritar comigo, dizendo que não precisava da minha ajuda para nada e saiu de casa.

– Ela saiu ? Mas que diabos ela se lembrou ? – Indagou.

– Se lembrou do dia que saí de Konoha. – Falei baixo.

– Que problemático. – ouvi a voz de Shikamaru.

Nem vi que ele está ouvindo a conversa.

– Está explicado por que ela fugiu. – Falou levantando-se. – Procuria. E isso é uma ordem. – finalizou.

Assenti contragosto e sai da sala dele.
Onde você pode está garota irritante?
Caminhei pelas ruas de Konoha e perguntei se algum dos moradores haviam visto a rosada. Hãm, que rosada o que Sasuke. Droga de garota!
Procurei por cerca de meia hora e a vi embaixo de uma árvore perto do Rio com uma pessoa. Aproximei-me devagar e vi que era um homem. Espera um Homem ? Que diabos a Sakura estava fazendo com um homem ? Apressei o passo e a encontrei quase beijando aquele bastardo.
Ele não pode beija-la, ela é MINHA.

– O que está acontecendo aqui ? – Perguntei interrompendo o "casal".

¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡

Sai de casa após discutir com o Uchiha, que droga de garoto. Ridículo. Ele achou que eu iria esperar para sempre, eu era uma menininha quando eu gostava dele. É claro que é amor de criança.
Caminhei rapidamente pelas ruas de Konoha e dessa vez ninguém falou comigo. Graças a Kami! Eu estou fervendo de ódio daquele imbecil.
Andei por uns minutos até que me encontrei em frente a um rio, ele era bonito, suas águas calmas levavam as folhas que caíam de uma árvore que estava próxima a ele.
Sentei-me embaixo da árvore e fiquei observando a tranquilidade da água e a paz que o vento me trazia apenas com seus toques suaves no meu rosto.
Fechei os olhos e relaxei meu corpo contra a árvore.

– Por que minha vida não é tão calma assim ? – Sussurei sorrindo.

– Talvez você só esteja cansada da vida que levou até agora. – ouvi uma voz falar próximo a mim e virei-me rapidamente.

– Quem é você ? – Indaguei, ele não parecia um ninja. Era alto, cabelos castanhos, olhos azuis, pele morena, um corpo definido e UAU que sorriso é esse ?

– Sakura-sama. – curvou-se. – Me chamo Nakata Hiro. É uma honra encontra-la novamente. – Falou sorrindo.

– Eu conheço você ?– Indaguei curiosa. – Desculpe, mas se você não sabe, sofri um acidente e acabei perdendo a memória. – completei sem graça.

– Toda Konoha sabe do acidente da pupila da grande Tsunade Senju. – Falou sorrindo.

– Hm.. as notícias correm rápido. – Falei e fiz menção de me levantar.

– Não se levante. – Falou de aproximando. – Posso me sentar ao seu lado ? – Perguntou e assenti. – Visitei você enquanto esteve no hospital. – Falou sorrindo e sentou-se ao meu lado.

Ele é mais bonito de perto, que homem é esse Senhor ?

– Por que está aqui sozinha ? – Perguntou olhando para o rio.

– Eu lembrei de umas coisas que acho que preferiria ter esquecido. – Falei sem emoção. – Aí sai de casa e acabei aqui. – sorri para ele.

– Seus amigos devem esta preocupados. – Falou sorrindo e me olhou.

Fiquei hipnotizada com seus olhos azuis. Era como se eu estivesse mergulhando num mar imensamente azul. Senti o vento bater em nossos rostos e vi que estavam os próximos demais. Ele estava corado? Que fofo. Que boca é essa ? Seus lábios são em formato de coração, são rosados e carnudos. Que diabos está acontecendo comigo?

O que está acontecendo aqui ? – ouvi uma voz rouca atrás de nós.

Droga. Conheço essa voz.

– Estou conversando com um amigo. Falei virando-me para olha-lo.

– Vamos para casa, Kakashi está preocupado. – disse com um olhar mortal para Hiro.

– Eu não disse que seus amigos estavam preocupados? – disse sorrindo e nos levantamos. – Bom, até  outro dia Sakura-chan. – Disse dando um beijo na minha bochecha. Vi Sasuke trincar o maxilar. Aonde foi parar o sama?

Tudo bem Hiro-kun. – respondi sorrindo.

– Uchiha. – Falou apenas acenando com a cabeça e foi embora.

Eu quase beijei um desconhecido. Que isso ?

– O que você acha que estava fazendo ? Hiro-kun? Sério isso ? – Indagou me olhando com uma cara de poucos amigos.

– Que foi Sasuke, está com ciúmes ? Que eu me lembre você disse que não era meu namorado. Desencana. – Falei passando por ele.

Irritante. Foi isso que ouvi ele dizer.
O caminho até em casa foi totalmente em silêncio, Sasuke veio o sempre atrás de mim. Eu não me virei para olha-lo, mas senti o Chakra dele.
Quando eu me livraria dele de vez? Ele bem que podia ir embora e não voltar mais.

Subi para meu quarto em silêncio, não jantei. Não queria olhar na cara azeda dele.. Nem ouvir sua voz.
Tirei minha roupa, tomei um banho e vesti um babydoll com desenhos de redemoinhos.
Me joguei na cama e comecei a forçar minha mente para lembrar de mais alguma coisa. Forcei, forcei, até lembrar de um garoto loiro. Ele era estranho no início. Irritante. As imagens passavam rapidamente e ele sempre estava sorrindo e sempre falando "Meu nome é Uzumaki Naruto, e eu me tornarei Hokage". Lembrei que somos amigos e lembrei de mais algumas pessoas. Mas Sasuke não veio mais a minha cabeça. Graças a Kami.

Ele estava com ciúmes lá no Rio ? Ótimo. Hiro, Hiro, você apareceu em boa hora. Sorri com o pensamento.

Minha cabeça começou a doer e fechei os olhos. Estava tão cansada, precisava dormir.. Virei na cama por alguns minutos até pegar no sono.

¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤

Se eu não tivesse interrompido ela iria beijar um DESCONHECIDO ? Essa garota está completamente maluca, realmente não está bem da cabeça! "Hiro-kun", nem com o Naruto ela usa o "kun". Ela vai me deixar maluco.
Seguimos o caminho até a casa dela em total silêncio, se não fosse a barulheira na rua, seria realmente um silêncio infernal. Não que eu goste de barulho, mas não ouvir a Sakura falar por mais de 10 minutos é no mínimo estranho.

Chegamos e ela tratou logo de subir para o quarto, não falou comigo e também não desceu para jantar.
Fui para o banheiro e tomei um banho quente para tirar a imagem do "quase" beijo de Sakura com aquele cara. Será que eles já se conheciam antes do acidente ? Ele parecia tão íntimo dela. Sakura-chan, ele não tem medo de morrer engasgado com a própria língua!

Sai do banheiro apenas vestindo uma bermuda azul, não estava com fome então não faria nada para jantar.
Arrumei o sofá e me deitei.
Se ela pensa que só por que gritou comigo, eu vou deixar ela em paz e não vou ajuda-la a recordar de tudo, ela está muito enganada.

– Amanhã falarei com o dobe, ele vai ter que me ajudar. Aah se vai! – Sussurei comigo mesmo.



                                ¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆¤☆


Notas Finais


Capítulo meio "👎". KKK
Sexta eu posto o próximo.
Beijão e até a próxima babys 🌚😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...