História Minha Flor de Cerejeira - SasuSaku ♡ - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Tsunade Senju
Tags Sasusaku, Suspense
Exibições 233
Palavras 1.852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoo pessoal, estou tão feliz com os comentários, cara isso é muito, muito legal de se ver.
Obrigada por quem está acompanhando!

Mas um capítulo para vocês ♡

Capítulo 8 - Capítulo VIII


                 ¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡

Acordei com um pouco de dor de cabeça, não sei por que estou reclamando. É apenas uma dor de cabeça.
Levantei e caminhei até o banheiro afim de fazer minha higiene pessoal, desde que Sakura está em coma, nunca mais tomei um banho "decente" se é que me entende.

Mas hoje a Ino me expulsou do hospital e disse que só era para aparecer lá quando eu estivesse "apresentável". Será que estou tão destruído assim?
Olhei-me no espelho e me assustei com meu reflexo. Eu estava com olheiras, com o semblante cansado. Estava mais magro. Não que isso afetasse drasticamente minha beleza, claro que não. Mas eu quase não me reconheci.

Após banho tomado, procurei uma roupa e vesti, passei a mão pelos meus fios negros e fui para cozinha tomar café.
Preparei uma xícara de café e comi algumas torradas com geleira de cereja. Não sei ao certo o momento em que cereja entrou na minha vida. Eu odeio doces. Odeio. Mas cereja não.

Após tomar café, lavei a louça e coloquei para secar.
Caminhei para sala e me sentei em uma poltrona cor de rosa que sempre via Sakura ler um livro. Era próxima a janela e dava para ver o pôr-do-sol. Ela sempre que podia sentava-se aqui e observava minuciosamente cada detalhe até escurecer.

Olhei em volta e vi o porta retrato que continha a foto do Time 7 quando crianças em cima de um rack.
Me levantei e fui em direção dele, peguei e olhei a foto. Naquela época éramos felizes, eu tinha conquistado uma família, um amigo e um amor.
Como seria minha vida hoje se eu não tivesse escolhido o caminho da escuridão? Certamente estaria feliz e casado com a Irritante. Sorri com esse pensamento.

Coloquei a foto no lugar e sai de casa.
Caminhei pelas ruas de Konoha em direção ao Hospital.
Hoje se completam 5 meses e 2 semanas que Sakura está em coma. Todos iam visita-la, levavam flores.. Muitas das pessoas eram desconhecidas para mim. Até os moradores da Vila iam visitar a discípula da grande Tsunade-sama.

Desde o acidente, eu e Tsunade nos entendemos, ela agradeceu por ter trazido Sakura à tempo. Disse que Sakura era como uma filha que nunca havia tido.
Durante esses 5 meses, vi que Sakura não era só querida pelos amigos, mas sim pela Vila inteira. Uma coisa que eu nunca seria e para falar a verdade, para mim não fazia diferença.

Observei que as pessoas ficavam cochichando assim que me viam. Tsc.
Até que ouvi uma voz irritante gritar.

– TEMEEEE ? – Gritou Naruto.

– Precisa gritar ? – indaguei com um olhar mortal para ele.

– Aaaah, sim precisa. – disse rindo. – Está indo ver a Sakura-chan?

– É.. – Respondi.

– Vou com você, Hina-chan está com mal-estar e não pode vim. – Respondeu muxoxo.

– Hm.

Caminhamos mais alguns minutos e Naruto não parou de falar um só momento. Eu já estava ficando estressado, quando eu ia mandar eke calar a boca vi que ja haviamos chegado ao hospital. Agradeci a Kami mentalmente por isso.
Cheguei ao quarto que Sakura estava e ela continuava dormindo, me aproximei e segurei sua mão.

– Ohayo Sakura-chan, vim visitar você. Hina-chan não pode vim, mas mandou um grande beijo para você viu? Estamos aqui torcendo por sua melhora. – disse sorrindo com lágrimas nos olhos. – Sabe Sakura-chan, tem um certo alguém que mudou muito desde que você ficou assim, está mais sociável. Só não mudou a carranca que é a cara dele, mas todo mundo já se acostumou.
– disse sorrindo. Sabia que ele estava falando de mim.

– Eu queria muito poder ouvir sua voz, tenho saudades. Até dos cascudos que você me dava. – sorriu ao terminar a frase. – Bom, estamos te esperando. Quero me casar Sakura-chan, mas qual seria a graça de casar sem a minha irmã, amiga, companheira de time, e minha madrinha de casamento hãm ? Então levanta logo essa bunda daí que estamos todos morrendo de saudades. – finalizou e vi que as lágrimas escorriam por seu rosto.

Senti um sentimento estranho ao ve-lo chorar. Eu tenho Naruto como um irmão. Aproximei-me dele e o abracei. Eu não sei o que deu em mim, mas o abracei. Abracei de um modo desajeitado, ele se assustou no começo, mas depois correspondeu.

– Está vendo Sakura-chan, ele até me abraçou. – Falou sorrindo e me soltou.

– Não seja idiota. – Falei me afastando e voltando ao lado de Sakura.

– Já vou indo. Até mais. – disse e saiu sorrindo.

– Está vendo o que me fez fazer sua irritante ? Acabei de abraçar o dobe de livre e espontânea vontade. – Falei sorrindo enquanto segurava sua mão, já ia solta-la e senti minha mão sendo apertada.

¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡

Ouvi uma voz rouca falar algo para mim, senti minha mão ser segurada, e a apertei.. Com muita força tentei abrir meus olhos, mais eles estão pesados.. Onde eu estou?
Após de muita tentativa abri os olhos e vi um rapaz me olhando com os olhos arregalados.
Ele tem olhos negros, cabelos negros, pele alva, um rosto lindo.. Senti minhas bochechas queimarem.. Mas porque?

Tentei me mexer, porém meu corpo estava muito pesado. Estranho.
Olho em volta e suponho que esteja em um quarto de hospital por ser todo branco.
Olho novamente para o rapaz e ele dá um mínimo sorriso para mim. Senti meu coração acelerar. Mas que diabos está acontecendo comigo ?
Fiquei olhando-o mais não o reconheci.

Ei você? – chamei-o.

–  Oi Sakura. – disse sorrindo

Como é seu nome? –  perguntei olhando intrigada.

–  Sasuke. Você não se lembra? –  perguntou soltando minha mão.
Senti algo estranho quando ele fez isso.

Sasuke.. Esse nome me é familiar..

Desculpa mais não me lembro de você Sasuke. –  Disse sentando na cama. –  O que aconteceu comigo?

Você estava lutando, te jogaram na parede e você bateu a cabeça. – Disse ríspido.

–  Lutando ? –  Indaguei.

– Sim, você é uma ninja muito forte e habilidosa. – Respondeu.

–  A quanto tempo estou aqui ? – Perguntei.

  A 5 meses e duas semanas. Você ficou em coma. –  respondeu.

–  Pode chamar a medica pra mim? Quero ir embora. –  Perguntei sorrindo.

– Claro. –  falou e saiu.

Após alguns minutos, vi uma mulher loira chegar no quarto acompanhada do rapaz que estava comigo..

Oi você deve ser a minha médica, certo ? Quero ir embora. – disse com cara de tédio.

–  Não lembra de mim Sakura? –  perguntou e começou a me examinar. –  Sou Tsunade sua mestra.

Tsunade.. tentei lembrar e não consegui.

Bom Tsunade, eu já estou melhor e quero ir pra casa. –  Disse. –  Mas não sei onde é. – Falei coçando a cabeça. Alguém poderia me levar?

Eu te levo. –  Disse Sasuke me olhando. –  Nós moramos juntos.

Oooooqueeeeeee eu moro com esse gostoso? Que maravilha.

Aaah então somos namorados? –  falei sorridente.

Não, só moramos juntos porque minha casa está em reforma. Somos colegas de time. –  respondeu.

Poxa, achei que namorava esse gato.

– Que pena, seria legal namorar um gato como você! – Disse e me levantei.

  Você está bem Sakura, pode ir pra casa. E Sasuke? –  Falou a loira peituda.

  Sim?

–  Cuide dela e avise os outros sobre o  estado que ela se encontra. – Falou e saiu.

–  E então Sasuke, vamos pra nossa casinha? – disse sorrindo maliciosamente passando a mão por cima de sua blusa.

–  Pare com isso, você não é assim, com certeza você não está bem. – Disse tirando minha mão dele.

Nossa, você é muito chato. – Falei tirando a roupa.

¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡¤♡

Ela não lembra de mim. Como é que ela não lembra de mim? Como pode?
Após Tsunade examina-la e libera-lá, saiu nos deixando a sós.
Ela se aproximou de mim com um sorriso malicioso nos lábios.

–  E então Sasuke, vamos para nossa casinha? – disse sorrindo maliciosamente passando a mão por cima de minha blusa.

Ela estava flertando comigo? A Sakura doce e inocente, estava dando em cima de mim tão descaradamente?

E depois ainda me chamou de chato, com certeza ela não está bem.
Me virei pra olha-lá e a vi tirando a roupa, rapidamente virei de costas.

Que foi? Vem dizer que nunca me viu de roupa íntima? – disse se vestindo.

Não. Vista sua roupa e vamos. – Falei sem olha-la.

Após ela se vestir, saímos do Hospital e formos para casa. No caminho fui explicando pra ela cada local e como ela era conhecida em Konoha. Ela sorria, e isso me alegrava.
Ela lembrou de algumas coisas ao decorrer do caminho o que era bom.

Chegamos. Essa é sua casa. – Disse lhe puxando pra dentro.

– Eu gosto daqui é aconchegante. – Disse sorrindo.

Observei-a andar pela casa, olhar as fotos, ver cada cômodo e cada coisinha.
Ela veio até mim com um porta-retrato..

Essa aqui sou eu, não é mesmo? - disse olhando a foto.

Sim, é você, eu, Naruto e o Kakashi-sensei. – Disse apontando pra cada um da foto.

– Nossa aqui você já tinha cara de enjoado. – Disse rindo. – Esse loirinho parece extrovertido e o velhote.. hm.. não sei.

Ela me chamou de enjoado?

Hum. Venha, vou te mostrar seu quarto. – disse puxando-a pela escadas.

Ai calma, não precisa me puxar bonitão. – falou sorrindo.

Revirei os olhos e subimos a escada e mostrei o quarto pra ela. Ela entrou e ficou olhando. Sentou na cama e observou cada canto do quarto.

Senta aqui. Por favor. – Pediu.

Tá bom.

Me conta sobre você. Porque eu não consigo me lembrar de você ? Toda vez que eu tento vem apenas uma escuridão. – Perguntou com cenho franzido.

É complicado. Acho que seria porque já te fiz sofrer muito. Talvez seu cérebro achou um meio de me apagar da sua mente. – Respondi e abaixei a cabeça. Senti a mão dela levantar meu rosto.

Mas eu não sinto que te odeio. Eu sinto algo aqui dentro, quando você esta perto de mim ou quando me toca. Uma coisa que não sei explicar. – diz ela me olhando.

Eu sei o que é, mas vou te ajudar a se lembrar de mim. De tudo. Vou está aqui com você Sakura. – Falei e passei a mão no rosto dela.

O rosto dela era lindo, a pele macia..  Esta tão perto dela e não poder beija-lá era um tormento.

Obrigada Sasuke-kun. – Respondeu sorrindo. – Preciso descansar.

Vou deixá-la descansar. Boa noite. – disse e sai.

Deixei ela no quarto, tomei um banho e me joguei no sofá. Ainda não acredito que ela não lembra de mim.
Mas vou ajudá-la a lembrar, lembrar de tudo.
Estou tão cansado, espero que ela descanse também.
Sakura.. Minha Sakura.. Como é bom ter você em casa...


Notas Finais


Comentem, favoritem. Façam mágica!
Mas uma vez, obrigada a todos que estão acompanhando a fic, obrigada de coração.

Beijos e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...