História Minha Gatinha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Neko
Exibições 17
Palavras 1.835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - 1



Nicolas andava pela faculdade com papéis nas mãos já era tarde e chovia forte ele correu para fora pois aquela chuva não ia passar e ele tinha que ir para casa, correu um pouco cego, e então ouviu um estrondo uma lada de lixo foi derrubada por uma garota de capuz que saiu correndo parecia fugir de algumas coisa, ou de alguém já que um homem alto passou correndo atrás dela veloz, talvez seja uma ladra pensou, e continuou seu caminho

Ele morava sozinho em uma casa um tanto grande e confortável, Nicolas se atirou no sofá da sala cansado e ensopado, criou forças para tomar um banho e se deitar e dormir profundamente

No dia seguinte ele levantou

E foi para faculdade, enquanto caminhava pela rua ouviu um choro baixo vindo de um beco ele entrou no beco escuro e tinha alguém deitado lá

Ele retirou o capuz da cabeça e a menina se assustou ela tinha orelhinhas de gato pretas com as pontinhas brancas, sua pele parecia neve e seus lábios eram vermelhos feito sangue ela se encolheu e seu rabo apareceu, era a menina da noite anterior ,o coração de Nicolas bateu forte ela era linda

- oi gatinha - ele tentou tocar nela mas ela se encolheu mais - eu não vou te machucar, qual seu nome?

- Eu. ...não tenho - ela estava tremendo

- hum...cadê seu dono?

- Não.....por favor não

- ok...ok, vem parece que vai chover de novo, vou te levar pra minha casa- ele pegou a mão fria da garota e ela se levantou com dificuldade parecia estar fraca e cansada

Quando chegaram na casa de Nicolas a menina tremia como uma vara verde

- esta com frio?

- estou

- melhor você tomar um banho venha - ela o seguiu andando devagar até um banheiro ele abriu a porta e deu passagem para ela entrar era enorme

- Eu já volto - ele saiu e ela analisou o banheiro era grande e bonito, ela se olhou no espelho estava horrível mais não ligava ele voltou com uma camisa social e entregou, ele ia fechar a porta mas ela chamou sua atenção

- ah...espera..

- sim?

- é que...- ela ficou vermelha, aquela visão era tão fofa- Eu não sei tomar banho sozinha - ela abaixou a cabeça e ficou mais vermelha ainda

- ah..tudo bem- ele fechou a porta e foi ate a banheira e ligou a torneira de água quente, enquanto isso ela começou a tirar o casaco, não estava vestido nada além dele

Nicolas ficou olhando, admirando o corpo da menina, era impossível para qualquer homem que a visse não pensar besteira, qualquer homem, aquilo bateu em sua cabeça, se ele não a tivesse encontrado qualquer um iria, e provavelmente teria a visão que ele estava tendo agora aquilo o incomodou um pouco, a menina entrou na banheira fazendo uma careta

- A água está muito quente?

- Não, é que não gosto muito de água - ela é uma neko seu idiota, passou pela cabeça dele, ele pegou o sabonete e passou no corpo dela delicadamente em cada parte, tinha medo dela ver o volume na calça dele, depois de terminar ele a deixou se vestir

- aí meu Deus- ele se sentou no sofá, tentando se controlar ele olhou para o volume na calça e deu uma risada sem humor, ela saiu fechou a porta e sentou no outro sofá

- Quer comer alguma coisa?

- Não precisa se...- ele nem esperou ela terminar a frase, e foi para a cozinha infelizmente como era homem e solteiro não tinha muita coisa lá só biscoitos que as alunas o dava pra tentar ficar com ele, tinha uma caixa de leite na geladeira por sorte

- bom eu só tenho isso, não sou de comprar comida pra cozinhar

- o que é isso? - ela apontou para os biscoitos

- são biscoitos, você nunca comeu?

Ela fez que não com a cabeça e pegou um, e mordeu

- É bom! - ela parecia uma criança comendo e aquilo era fofo, parecia tão inocente e doce

- Gatinha

- Hum - ela o olhou com a boca cheia e ele riu

- Por que não quer seu dono? - ela ficou calada com a cabeça baixa e começou a chorar

- ei ei, me conta - ela afirmou

- Eu vivia em um pet shop, quando era menor eu sempre tive esperança de que alguém iria me adotar, mas nunca ninguém me queria, então param de me mostrar para as pessoas, quando eu fiz 14 anos me colocaram de volta e um homem de terno chamado Bruno me adotou, ele parecia ser legal, mas depois de algumas semanas na casa dele, ele começou a agir estranho...- ela parou, mas Nicolas queria saber o resto mesmo que já estivesse desconfortável

- ai um dia, ele chegou bêbado e veio pra cima de mim.....ele....ele tentou abusar de mim - o choro dela aumentou, junto com a raiva de Nicolas, quem com Sam consciência iria ter coragem de machuca la, por impulso ele a abraçou, não queria mais soltar, o mundo desapareceu por um segundo

- ele conseguiu?

- nao

Depois de um tempo ele soltou a neko

- Bom....acho que já fez muito por mim senhor melhor eu ir- ela se levantou do sofá já se preparando para sair, Não, ela não pode ir, ele nunca sentiu tanto desespero quanto nesse momento

- Não....você vai ficar.....eh.......não pode ficar no meio da rua...

- eu não quero te incomodar.....

- Você não vai, nem um pouco - ela ficou exitante mas concordou ao anoitecer Nicolaspediu uma pizza

E ela parecia uma criança comendo uma coisa nova

- não sei como nunca tinha comido pizza

- lá no pet shop a comida Era bem simples, tinha peixes e leite

- aaah- quando ficou tarde Nicolas convenceu a neko a dormir com ele na cama mesmo que ela quisesse estranhamente dormir em uma caixa que estava na sala

- Onde você dormia na casa do cara?

- Eu tinha uma caminha.... ele era muito severo comigo, eu não podia sentar no sofá ou na cama dele

Ele era um idiota! Passou pela minha cabeça, nós nos cobrimos e adormecemos

Neko pov

Eu acordei estranha senti minha barriga doer, será que estou doente? Eu me levantei e olhei para minhas pernas......tinha sangue......em todo canto......no lençol branco nas roupas......de novo não!

- essa não!- eu cai no chão e moço acordou assustado eu me encolhi no chão chorando

- Neko o que.......- ele viu o sangue e seu rosto ficou apavorado, ele vai me bater! Chorei mais alto ainda, e ador em mim aumentou

- Neko você...

- Não é culpa minha isso sempre acontece! Eu não sei porque, não me bata por favor....

Ele veio até mim se ajoelhou ao meu lado

- Shh......eu não vou te bater.....não é culpa sua isso é natural.....você está menstruada

-.......isso tem nome?

- kkkk tem, quando foi sua primeira vez ?

- acho que mês passado

- oh meu Deus.....vem vou te dar um banho você está toda suja de sangue

-......acho que já aprendi com o senhor ontem

- ah......ok.....vá tomar um banho eu já volto ta bom ?

- uhum

Ele colocou uma camisa e saiu, eu me arrastei até o banheiro pois minha barriga estava doendo muito liguei a água e fiz como ele tinha feito comigo ontem, meu dono nunca me deixou aprender a tomar banho sozinha e se eu tentasse ele iria me bater ,mas agora eu sei, eu estava quase acabando quando ouvi batidas na porta

- neko ,já acabou

- já!

- vem cá por favor

Eu sai com uma toalha em mim, ele estava segurando um pacote laranja nas mãos

- que isso ?

- absorvente, vem eu vou te ensinar a usar- ele me ensinou e eu fiz tudo direitinho

- vou te levar no veterinário

- p-por q-que ?

- Seu sangramento não está muito normal

No consultório

- então qual o problema com essa mocinha linda ?- o doutor fez carinho em meu cabelo e eu sorri pra ele, ele era um homem de meia idade e bonito, O moço não pareceu gostar da atitude dele, ficou de cara feia

- A menstruação dela está irregular, é a segunda vez e está vindo demais

- hum........melhor eu fazer um exame geral, venha mocinha, por favor o senhor espere aqui, - o moço ficou com uma cara mais feia ainda é Vermelho, eu segui o médico ele pediu pra eu sentar em uma espécie de cama e era fria eu me arrepiei

- muito bem, o que você vem comendo mocinha?

- ah........quase nada meu dono me deixou de castigo......não esse

- você tinha outro dono ?

- sim, eu fugi de casa....- contei a ele minha situação exclusive sobre os abusos do meu outro dono, ele não ficou nada contente, e depois perguntou algumas coisas sobre meus hábitos

- muito bem.......vou fazer um exame de sangue...

Ele saiu e voltou com um objeto estranho

- OK só vai doer um pouco

Um pouco nada, quase morri, ele levou meu sangue para uma sala e voltou um tempo depois

- venha gatinha

Nós voltamos e o moço ainda não estava com uma cara nada boa eu me sentei ao seu lado

- então?

- bom.....eu não posso fazer o exame genealógico com ela nesse estado...mas eu fiz o que pude para entender o por que do problema dela....bom ela está estressada e triste e mal nutrida....tudo culpa do outro irresponsável claro.....eu recomendo que cuide bem dela e a alimente bem, mas ainda sim quando acabar a menstruação dela traga ela aqui para eu fazer o resto dos exames

- certo.....e quanto foi?

- nada....pode deixar que eu pago o tratamento dela- ele me fez carinho de novo

Meu novo dono tentou pagar o médico mas ele se recusava todas as vezes então ele desistiu

Entramos no carro e ele ainda estava de cara feia

- Eu não gostei nada da atitude do Gabriel

- já conhecia ele?

- sim, é um velho amigo meu

- pra onde estamos indo senpai?

- comprar roupas pra você......me chamou de senpai?

- uhum - Ele deu uma risada

- Só minhas alunas me chamam assim

- oh....perdão

- tudo bem neko......hum......você precisa de um nome.......gosta de Luna?

- sim- dei um sorriso, ele me deu um nome! Eu tenho um nome!

Entramos em uma loja de roupa especializada em mestiços

- bom dia, o que senhor deseja? - ela olhou de um jeito para meu senpai que não gostei nada

- quero roupas para minha neko, Íntima, vestidos blusas shorts calças

- está bem venham comigo- ela nos mostrou um monte de roupa bonita mas nunca tirando o olho do meu dono, isso estava me deixando irritada ela pediu para ver meu tamanho de lingerie

- você é tão magrinha- ela estava debochado de mim? Fiquei vermelha de vergonha

Ela me trouxe 10 conjuntos aparentemente um pouco infantis eu não me importei até gostei deles, e ficou assim 10 conjuntos de lingerie 5 vestidos 7 blusas 7 shorts e 4 calças 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...