História Minha Heroína - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Batman, Hera Venenosa
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Pamela Lillian Isley / Poison Ivy (Hera Venenosa), Selina Kyle (Mulher-Gato)
Tags Harlivy, Yuri
Exibições 43
Palavras 830
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, FemmeSlash, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoas! Estou aqui para postar essa OS Harlivy como presente de aniversário para minha amora, @madamdeadpool. Sei que tenho estado ausente, mas eu realmente quero te desejar um ótimo aniversário e que o mundo lhe seja gentil, menina Ana. Amo você ❤️ E espero que goste do presente.

Capítulo 1 - Capítulo Único


-- NARRADORA --
Hera sentou-se confortavelmente encostada em uma árvore no campus da faculdade. Poucos metros a sua frente Harley brigava aos gritos com seu namorado, apelidado como Joker. A ruiva revirou os olhos para a cena, perdendo a conta de quantas iguais ou piores ela tinha presenciado. Estava tão presa nessa incomoda memória que nem mesmo viu quando Harley chegou e sentou a seu lado embaixo da árvore. Os olhares das duas se encontraram e Hera percebeu que Harley parecia mais triste do que irritada como aparentava minutos atrás. Hera passou o braço pelos ombros da amiga de forma confortadora.
- O que ele fez agora?
- Nós terminamos. - Harley disse, aceitando o abraço. 
Hera ergueu a sobrancelha olhando a outra de forma inquisitiva. 
- Achei que estivessem juntos na festa de sexta passada.
- Não exatamente. Ele estava comigo.
- O que você quer dizer? - Hera olhou diretamente em seu olhos, a compreensão atingindo-a aos poucos.
- Ele te... - Hera não teve coragem de terminar a frase. Harley confirmou com um aceno de cabeça. 
- Eu vou matá-lo. - Hera levantou em um rompante, mas Harley segurou seu pulso.
- Não faça isso. Por favor. - Pediu a garota, sem olhar nos olhos da ruiva. 
- Me dê um bom motivo para isso. - Hera inquiriu falando entre os dentes comprimidos de fúria. 
- Por que eu preciso de você aqui. - Disse Harley olhando pra ela de forma quase infantil. 
Hera abraçou-a de novo. Embora ela ainda quisesse matar Joker, não deixaria Harley ali, sozinha.
- Por que não me contou antes? - Perguntou ela a outra, que nada fez além de escondeu seu rosto entre os cabelos ruivos. 
- Você é tão inteligente. Tão bonita. Eu nunca pude entender por que se prendia a um cara como aqueles.
- Eu achei que ele me amava. - Harley disse, sua voz embargada, embora ela não chorasse. 
- Está tudo bem. - Hera apertou mais o abraço. - Eu estou aqui com você. 
Harley riu olhando para o rosto da amiga.
- Você é minha salvadora. - Brincou, colocando uma de suas mãos geladas sobre o ombro de Hera.
A outra sorriu em resposta. 
Por mais egoísta que isso parecesse, Hera se sentia feliz pelo fim do relacionamento da amiga. Odiava vê-la triste. Principalmente por que seu coração pertencia a ela (mesmo que a mesma não soubesse), e se Harley estava triste, ela não podia evitar estar triste também.
- X -
- Hera, você acha mesmo que isso é uma boa idéia? - Questionou Selina, erguendo uma sobrancelha para a amiga enquanto vigiava a porta.
- Claro que é. Harley me pediu para não machucá-lo, mas não disse nada sobre uma brincadeirinha.
- E essa coisa não machuca, certo? - Perguntou Selina, recuando alguns passos ainda que já estivesse bem longe da planta.
- Claro que não. É só uma planta.
- Carnívora, Ivy. - Lembrou-a Selina.
- Ah, qual é, Sel. Você não quer ver o Joker levar um sustinho? Ele faz isso com todo mundo.
- É, vai ser divertido. - Selina concordou, um sorriso cúmplice em seus lábios finos.
Ele continuou escorada na porta de vigia, enquanto Hera pegava com todo cuidado uma planta carnívora adormecida, colocando dentro da mochila e Joker e jogando o casaco do outro de volta na bolsa, para cobri-la. 
Com um sorriso maldoso, Hera levantou-se e ela e a amiga voltaram ao corredor esperando até que Joker e o seu grupo de capangas entraram na sala. Harley vinha sozinha mais atrás e parou ao lado delas. A garota começaria a falar, quando escutaram um grito bastante agudo de dentro da sala e foram até a porta ver do que se tratava, Hera e Seline contendo muito mal as risadas só de imaginar a cena. Joker tinha jogado sua mochila para o outro lado da sala e estava com os olhos arregalados e a mão junto ao peito. Seus amigos riam, assim como as garotas na porta, mas ninguém ria mais que Harley. Ela ria de uma forma quase insana. 
Ao perceber o que tinha feito, Joker tentava se recompor e calar a boca de seus amigos, mas nenhum deles parecia querer levá-lo a sério depois de ver ele fugir de uma planta. Rumou a saída da sala intempestivo e batendo os pés e parou olhando diretamente para Hera, que retribui o olhar desafiadora. 
- Você me paga. - Disse entre dentes, esbarrando propositalmente na ruiva de não fez mais do que retribuir com um sorriso sarcástico.
- Você fez isso? - Perguntou Harley, as bochechas vermelhas de rir.
- Talvez. - Hera sorriu de lado.
- Definitivamente minha heroína. - Harley sorriu, passo os braços pelos ombros da ruiva, beijando-a na frente de todos.
Hera arregalou os olhos por um momento, mas não hesitou em abraçar a cintura fina de Harley, retribuindo o beijo da garota que ela queria a tanto tempo. E agora ela tinha.


Notas Finais


Considerações finais;
1 - Eu com DC sou uma ótima fã da Marvel;
2 - Achei a capa no pinterest. Pra variar.
3 - Tive um empurraozinho do artigo "10 coisas sobre a Harley Quinn que você não sabia" e da divissima @Caahs.
4 - Espero que gostem. E se gostarem, me deixem saber!
5 - Mais uma vez, PARABÉNS MENINA ANAAA! 😘❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...