História Minha história. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.411
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Apaixonado


Quatorze

—Fred, TD bem? —perguntou Rafael. 

Eu estava paralisado ao ver eles dois juntos.

—Fred? —chamou Igor.

Eu queria responder, mas não conseguia tirar uma palavra da minha boca, até Andy segurar a minha mão.

—Ei. —disse ela.

—Ahn. —respondi. —Esta tudo bem gente.

—Vamos, está na hora. —disse Walter que estava dentro da igreja com a outra Andressa, que era seu par como padrinhos.

Fizemos a fila de entrada, Igor estava na frente com sua mãe, logo atrás estavamos eu e Kathleen, e seguindo, o irmão da Bia com sua esposa, irmão do Igor com Amanda, Viviany e Daniel, e por fim Andressa e Walter.

Chegamos ao altar e estávamos os homens de um lado e mulheres do outro, eu estava ao lado de Igor, já que estava cm a aliança, e era um ótimo lugar, pois Andy estava ali, logo na primeira fileira, então dava pra vê-la.

Nem dez minutos se passaram e Igor já estava nervoso com um pequeno atraso.

—Sera que ela desistiu? —perguntou.

—Calma, ainda..

Fui interrompido com a musi de entrada da noiva.

Igor ficou paralisado olhando para a entrada esperando Bia. Até que sua espera acabou. Bia entrou com seu pai e todos olharam para ela, a igreja ficou em silêncio enquanto ela entrava, só a música estava sendo ouvida. Mas a minha atenção estava sendo para Andy.

Vê-la tão encantada com Bia entrando me fez perceber que assim como eu, ela sonha em estar no lugar deles, se casando. Andy tirou sua atenção de Bia e olhou pra mim. Deu um sorriso de estar sem graça e eu retribui. 

Bia chegou até o altar, sorriu para nós, e retribuímos. Igor foi até ela, deu um abraço no sogro e pegou seu braço.

—Achei que tivesse desistido. —disse ele.

—Nunca. —ela responde.

Eles se posicionam no altar, todos os convidados se sentam. O ministro se levanta.

—Caros presentes, estamos aqui hoje para celebrar a união de duas pessoas, Igor e Beatriz, que a partir de hoje serão apenas um. —disse ele. —Para celebrar o amor entre duas pessoas. Não importa quanto tempo dure, o amor sempre prevalecerá.

Ele ficou falando por mais alguns minutos sobre o que era o amor entre duas pessoas, e com as palavras dele eu percebi que nunca tinha amado ninguém de verdade, me apaixonei milhões de vezes, mas amar de verdade, nunca. Naquela hora percebi que amor era para sempre, Igor e Bia me mostraram isso.

—E agora pergunto aos dois. —disse o ministro. —Igor, você aceita Beatriz como sua esposa, para amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte os separe?

—Com toda a certeza do mundo! —respondeu ele.

—Beatriz, você aceita Igor como seu marido, para ama-lo e respeita-lo, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte os separe?

—Aceito! —respondeu ela.

—As alianças. —disse o ministro.

—Fred. —chamou Igor.

Fui passando a mão em todos os bolsos do meu terno, fingindo que não estava comigo.

—Nao tá aqui! —disse a ele.

—Como assim?! —perguntou desesperado.

—To brincando. —disse rindo e o entregando a aliança.

Alguns convidados riram também é a cerimônia continuou.

—Os votos por favor. —disse o ministro.

—Igor. —disse Bia. —Voce é meu céu, é meu chão, sempre foi minha base de sonhos mas também sempre me manteve com o pé no chão, desde o primeiro beijo eu sonho com esse momento, e tudo o que viver daqui pra frente será com você. Pois eu te amo, e quero estar com você para todo o sempre.

—Bia. —disse Igor. —Aquela menina que conheci quando era pequeno, e já me apaixonei pelo seu jeito, crescemos em caminhos diferentes, e um dia nós encontramos de novo, você estava crescida e madura, me apaixonei mais e mais a cada dia que passava, até que tomei a coragem de te pedir em namoro. Nesse tempo todo, voce me mostrou como viver de uma forma espetacular, fez seus amigos meus também, fez sua família a minha, e agora está fazendo a sua vida minha também. Eu te amo e vou te amar para todo o sempre.

Olhei para os convidados e estavam encantados com a cerimônia, Kathleen e Viviany estavam chorando, Amanda e Andressa estavam se contendo. Andy estava com os olhos cheios de lágrimas. Rafael e Bernardo estavam com um sorriso bobo, pareciam duas meninas. Mas tenho que admitir, os votos também me emocionaram, pois fiz parte deste começo, eu estava lá quando eles se tornaram amigos e quando ele a pediu em namoro, então isso causava uma certa emoção.

—Entao, eu os declaro marido e mulher. —disse o ministro. —Pode beijar a noiva!

Eles se beijaram e todos bateram palmas, os convidados se levantaram para aplaudir de pé.

A cerimônia acabou e iríamos para o salao onde seria a festa, que era ao lado da igreja. Fui até Andy que não tinha se levantado para sair. Sentei-me ao seu lado.

—Vi que estava muito emocionada com a cerimônia. —disse a ela.

—Nunca tinha ido a um casamento antes. —respondeu.

—Eu fui a alguns. —disse a ela. —Mas esse é o primeiro que participo.

—Tem vontade de se casar? —perguntou.

—Nao sei mais. —respondi. —Acho que não levo jeito pra isso.

—Te entendo. —disse ela, rindo. —Sempre quis me casar, mas depois de tantos relacionamentos dando errado, perdi as esperanças.

Fiquei surpreso ao ver que ela era como eu.

—Achei que nunca fosse encontrar outra pessoa assim. —disse a ela. —Eu sempre quis, meu sonho era me casar e formar uma família, mas, muitas coisas aconteceram.

—Somos bons em dar errado. —disse ela.

—Entao que tal.. 

—Vamos logo vocês dois. —chamou Kathleen, me interrompendo.

—Vamos. —disse Andy se levantando. 

Me levantei e estava ao lado dela indo para a festa, antes de chegarmos ela pegou minha mão e colocou seus dedos entre os meus. Olhei para ela com um sorriso no rosto e ela me olhou com um sorriso lindo.

Eu estava começando a sentir algo a mais por ela, estava começando a me apaixonar.

Quando chegamos ao salão, estavam todos tirando fotos, fotógrafos por toda parte.

—Venham. —chamou Kathleen. —Vamos tirar uma foto.

Kathleen foi até Bernardo é o puxou para tirarmos uma foto em casal.

—Mulheres. —disse Bernardo desanimado. 

—So a sua mesmo. —respondi.

Segurei a mão de Andy para tirarmos a foto.

—Entao essa é a famosa? —perguntou Bernardo.

—Ela mesmo. —respondi. —Andy, esse é o Bernardo.

—Me lembro dele a cinco anos.

—Memoria boa ela tem. —disse Bernardo. —Muito prazer.

Depois de tirarmos as fotos necessárias, com os noivos e o resto dos padrinhos, nos sentamos na mesa principal.

Sentamos na ordem: Igor e Bia, eu e Andy, Bernardo e Kathleen, Andressa e Walter, e a minha frente estavam sentados Gabriel e Vitória, e Viviany e Daniel, ao lado deles estavam as famílias dos noivos.

Eu não conseguia disfarçar que estava olhando para Vitória. Andy pegou minha mão. Não sei como, mas ela parecia saber de algo. Daniel ficou olhando pra mim, ele sabia de tudo desde o início, ele e Viviany tinham ido ao casamento, já que ele era amigo dela. Consegui ver no movimento dos lábios ele me pedindo desculpas. Apenas disse que estava tudo bem e sorri pra ele dizendo que estava tudo bem.

—E aí Biel. —disse Kathleen. —Como se conheceram?

—Ah, eu estava embarcado e ela foi fazer uma reportagem lá. —respondeu ele. —Nos olhamos e me apaixonei.

—Desculpa, falou reportagem? —perguntou Igor. —É repórter?

—Sou sim, trabalho num jornal.

—Qual é seu nome mesmo? —perguntou Bia.

—Vitoria.

Igor olhou pra mim que estava ao lado dele, as pessoas conversando não deixou que percebessem.

—Nao me diga que..

—É.

—Meu Deus.

Me levantei para ir ao banheiro, só para não ficar lá mais um pouco. Rafael se levantou vindo atrás de mim.

—Fred, segura onda. —disse ele.

—To tentando.

—Voce tem uma garota linda ao seu lado. —disse ele. —Esquece a Vitória!

—Vou tentar. —disse a ele. —Vai lá, já tô indo.

Rafael saiu do banheiro, eu fiquei mais um pouco. Pensei em tudo que já vivi, todos os relacionamentos fracassados que ja tive até ali, é o sorriso de Andy veio a minha mente e ali fiquei, sorrindo igual a um idiota, e percebi que tudo aquilo era passado, é que ela era meu presente, e talvez meu futuro, percebi que estava apaixonado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...