História Minha jóia - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Akitoki Houjou, Ayame, Ginta, Hagaku, Inuyasha, Kagome, Kagome Higurashi, Kagura, Kikyou, Kohaku, Kouga, Miroku, Myouga, Naraku, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou, Souta Higurashi
Visualizações 99
Palavras 2.426
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Dia de compras.


Fanfic / Fanfiction Minha jóia - Capítulo 20 - Dia de compras.

_ Olá a todos, como vão? 

_ Muito bem. [Responderam todos.]

_Kagome,podia ter avisado novamente que eles viriam, por sorte fiz bastante comida. 

_ Desculpe mãe.

_ E o que os trás aqui novamente? 

_ Viemos buscar as coisas de Kagome.

_ A sim, tem vários caixas dentro do armário ainda de quando nos mudamos, podem colocar as coisas nelas.

_ E verdade, elas estão até dentro do meu guarda roupa, fica mais fácil já estão lá.

_ Então vamos comessar.

_ Eu vou ajudar a fazer a comida, depois que acabar ajudo vocês.

_ Não precisa mãe.

_ Claro que precisa, podem ir.

( E melhor fingir que concordo.)

_ Tá legal, com licença senhora Higurashi.

_ Toda.

Elas ficaram a fazendo a comida e nos fomos para o quarto de Kagome,que abriu o guarda roupa e pegou as caixas as montamos e ela escreveu escrever uma doação.

_ Vai doar de novo Ka? 

_ Sim, ainda tenho roupas de sobra e muitas eu não uso.

_ E verdade, a gente acumula tanta coisa, quando for arrumar o meu eu também vou dar algumas.

_ A gente podia ir um dia antes da viagem lá no orfanato né? 

_ Sim,eu não gosto muito das lembranças de lá mas só por algumas horas não vai me matar.

_ Eles te tratavam mau minha Rin? 

_ Não, é que eu não gostava de lá, eu não gosto de hora para tudo e também não gostava das várias conversas por possíveis pais só isso.

_ Entendi, e quando aquela velha maluca te adotou você se sentiu melhor? 

_ Muito, Kaede me deixava fazer tudo que eu queria, sou muito grata a ela por tudo, mas agora vamos parar de conversa e vamos logo colocar tudo dentro das caixas.

_ Isso, o que vai primeiro minha Kagome? 

_ Acho que as roupas, assim quando a gente colocar as coisas que quebram no meio e depois mais roupas assim não tem perigo de quebrar a é machucar ninguém.

_ Nossa, que noiva inteligente eu tenho.

A abraço fortemente.

_ Para a agarração ae, não sou obrigada a ver isso, vamos logo colocar tudo dentro da caixa.

_ Tá legal, mas você também fica assim com o Sesshoumaru.

_ A gente pode, vocês não, não na minha presença.

_ E porque disso? 

_ Porque sim.

_ Isso é injusto.

_ Não é não.

_ E sim.

_ Não é não.

_ E sim.

_ Não é não. 

_ E...

_ Ei crianças temos trabalho a fazer depois cada um vai para um canto e se agarra por lá,mas no momento o importante é arrumar tudo.

_ Nosso pai tem razão.

Kagome dividiu as roupas que ia e não iam para a doação em seguida montamos todas as caixas e arrumamos do geito que a minha noiva muito linda e inteligente falou, arrumamos tudo bem rápido e minha mãe chegou depois de um tempo para avisar que o almoço estava pronto lavamos as mãos e fomos para a mesa aonde a senhora Higurashi nos serviu macarrão com molho a bolonhesa.

_ Agora sei da onde Kagome aprendeu a cozinhar tão bem.

_ Ela sempre cozinhou desde pequena, se lembra Kagome? 

_ Sim, também foi assim que descobri meus poderes de sacerdotisa.

_ Você saiu gritando quando a faca comessou a brilhar.

_ Eu lembro disso, a Kagome correu para o quarto e se enfiou para debaixo da cama, mas aí lembrou que a mãe sempre falava que bicho papão vivia lá de baixo e saiu correndo rua a fora como uma louca.

Ela corou.

(Minha Kagome devia ser tão linda quando criança .)

_ Souta essa parte não precisa falar. 

_ Falando em louca eles quase morreram hoje. 

_ Como? 

_ Aquela sacerdotisa biruta atirou em mim, Sesshoumaru e meu pai.

_ Kaede? 

_ Sim, ela colocou uma flecha na ponta de meu nariz, e depois leu minha mente, a gente quase morreu.

_ Enquanto eu dei sorte de sogra a sua quase matou todo mundo.

_ Vocês deram sorte em vista de mim. 

_ Não fale mau de minha mãe Inu no Taisho, ela apenas estava brincando.

_ Brincando? Enterrar meu celular e brincadeira? E pior depois de ficar cansado de tanto cavar buracos pelo quintal e depois ter de fechar todos eles ela colou água sagrada na caixa para me queimar durante o banho, e depois me colocou em um quarto com várias coisas sagradas com energia pura de templos, se eu me mechesse na cama eu morria, isso foi brincadeira? E ela também fez um prato cheio para mim e além de ter cido lotado de legumes eu tinha de comer tudo e foi feita com água sagrada, antes uma flecha purificadora do que morrer de dentro para fora.

(Nossa meu pai de ferrou mesmo.)

_ Nossa só eu que dei sorte na sogra, as de vocês são todas doidas.

_ Realmente não foi brincadeira, cachorros não são vegetarianos.

( Ela só acha essa parte que não foi brincadeira, energia pura mata!!.)

_ Izayoi a parte de comer legumes eu ainda aguentava, o problema foi a água sagrada. 

_ A energia pura machuca vocês, então porque Kagome não machuca nenhum quando encosta?

_ Ela é marcada por um Taisho, sua energia não machuca nenhum de nossa família. 

_ Mas é antes disso, ela encostou em Inuyasha, como não machucou? 

_ Simples minha filha, ele é meio yokai a parte humana o protegeu.

(Bem que Kagome falou que o avô dela sabe bastante de meios Yokais e Yokais.)

_ E faz sentido, valeu mãe. 

_ Pelo que? 

_ Por ter me dado uma parte humana assim pude ficar perto de minha Kagome antes, e valeu pai por ter me dado força para proteger ela.

_ O prazer foi meu.

(Essa resposta não foi necessária.)

_ Nosso na verdade.

(Até minha mãe.)

_ Já arrumaram tudo? 

_ Sim, depois eu vou levar tudo para casa. 

_ Aonde vocês moram? 

_ Do outro lado da cidade, quando voltarmos do campeonato nos vamos fazer uma festa enorme comemorando a nossa vitória e todos estão convidados.

_ Foi muito bom nos termos ganhado aquele iate ano passado, Ei quer saber nos estamos no final do ano, podíamos passar o ano novo nele.

_ Sesshoumaru a Rin realmente te fez bem parece até que você ganhou inteligência.

_ Baka! ,mas é sério e uma boa opção.

_ Realmente toda a família junta no ano novo vai ser legal, mas a gente não vai chamar aquela velha maluca.

_ Com certeza, nunca mais quero a ver na vida. 

_ Concordo com vocês, pensei que fosse morrer .

_ Eu mais ainda pai.

_ E eu também, eu quase perdi minhas orelhas.

_ Verdade, mas foi fofinho quando você as abaixou.

_ Assim.

Abaixei minhas orelhas e Kagome pulou no meu colo e me abraçou as beijando.

( Isso é tão gostoso, queria ficar assim o dia inteiro.)

_ Fofinho, fofinho, fofinho! !

_ Aí mana! Meus ouvidos, o de vocês não estão doendo? 

_ Não, todas as nossas mulheres adoram gritar, já estamos acostumados.

( Verdade. )

_ Kagome você vai matar ele desse geito, ainda nem se casaram e já quer matar o futuro marido.

_ Não tem problema, eu adoro quando ela faz isso. 

A abraço fortemente. 

_ E mania de cachorro.

_ Mas realmente é muito bom.

_ Vocês são iguais aqueles casais de filmes que sempre estão felizes  um com outro.

_ O que irrita bastante tem hora ,o Inuyasha ganhou uma noiva e eu perdi uma amiga.

( Drama. ) 

_ Claro que não Rin,eu ainda vou sair com você. 

_ Mas vai ficar enfiada no celular conversando ou falando sobre o Inuyasha o tempo todo ou se não suspirando pelos cantos. 

( Eu também fico assim por ela, minha Kagome, meu amor.)

_ Você também fica assim pelo Sesshoumaru.

_ Mas eu fasso duas coisas ao mesmo tempo. 

_ Eu também, eu penso no Inuyasha e falo sobre o Inuyasha. 

_ E ele fica do mesmo geito quando está longe de você, o que irrita muito a voz dele e chata.

( Maldito! ! )

_ Minha voz não é chata, Ké.

_ E tão chata quanto esse seu Ki,Ko,esse negócio que você faz.

_ Ké, Ké, Ké, Ké, Ké, Ké, Ké, Ké...

_ Já deu filho por favor. 

_ Até nosso pai que ajudou a te dar a vida não aguenta. 

_ Ké.

_ Eu acho bonitinho.

Kagome me fez carinho. 

_ Viu só a Kagome que me ama.

Esfreguei minha cabeça em baixo de seu pescoço.

_ Que dramático. 

_ A gente te ama , só não somos apaixonados por você.

_ A mãe tem razão, Kagome está cega e surda de amor.

_ Não tô nada.

_ Está sim, querem ver ?falem um defeito do outro.

_ Kagome não tem ,ela é perfeita.

( Toda perfeita meu amor.)

_ Inuyasha também não tem,ele é perfeito. 

(Não tanto quanto você linda.)

_Viram, estão cegos. 

_ E,olha por exemplo um defeito de seu pai,quando ele sai da sua calmaria de sempre, parece que um furacão está do meu lado, ele faz tudo pelo dane -se é depois já que fez errado tem que fazer de novo e aí volta a ficar irritado.

_ E um dela e que ela não leva satisfação para casa.

(Realmente ela nunca levou.)

_ E mesmo falando o defeito um do outro a gente se ama.

Eles se abraçaram.

_ Exatamente, daqui a pouco vão ver um defeito e como se amam vão aturar eles.

(Será que Kagome tem defeito?)

_Vão ter brigas as vezes mas isso é normal. 

_E também se não tiver você morre de tanta raiva. 

_ Verdade, é necessário um dia para falar tudo que quer.

_ Não existe pessoa perfeita, mas existe uma que você atura os defeitos dela assim como a manias.

( E isso é verdade.)

_Eu sempre vou aturar o Inuyasha.

_ E eu aturar você.

Ficamos conversando mais um pouco pegamos as coisas e colocamos no carro e partimos para casa deixamos tudo e nesse momento os homens da entrega chegaram e deixaram a nossa cama e os criados , Sesshoumaru e meu pai foram para suas casas receberem as entregas e eu minha Kagome e mãe e Rin fomos para as lojas de roupa de cama.

_ Qual acha melhor Kagome? 

Falei com cobertas na mão uma branco e outra vermelho e a última preta.

_ Quantas vamos levar? 

_ Acho que duas, se precisar nos compramos mais.

_ Então a vermelha e a branca.

( Ela leu minha mente? )

_ E o lençol? 

_ Da mesma cor, são nossas cores favoritas e bom e mais fácil pegar tudo da mesma cor.

A abraço . 

_ Está certo.

Depois de um tempo compramos tudo colocamos no carro e partimos para o shopping entramos em várias lojas com minha mãe e meu pai que já tinha comprado roupas o suficiente mas minha mãe queria mais ,depois de muito andar eu Sesshoumaru e meu pai já estávamos com muitas sacolas , enquanto elas foram em mais uma loja e nos sentamos em um banco para descansar.

( Kagome por favor para de pensar em perversão, eu estou ficando louco aqui, eu quero você !!, quero seu carinho, sua pele na minha, seus lábios nos meus, os seus olhos voltados para os meus ,senti te preencher eu quero você para mim.)

_ Porque demoram tanto? 

_ Porque são muito muito indecisas, mas no final vale a pena.

(Vale mesmo. )

_Eu quero minha Kagome.

_ Também está sentindo a marca?

_ Sim. 

_ Elas estão planejando alguma coisa, e pelo geito vai ser boa.

(Muito muito muito boa.)

_Parece que todos nós vamos estrear nossas camas novas né? 

_ Sim. 

_ Inuyasha como conseguiu quebrar a cama do hotel seu meio yokai pervertido?  

_ Você quebrou a cama! ?

_ Eu não, nos, e se pensa que foi por conta de eu ser meio yokai está errado, eu está como humano.

_Como humano?

(E papai seu filhão aqui e a perversão em pessoa . Haha. )

_ Sim, disso tenho certeza, o vinho não faz tanto efeito assim.

_ Você jogou nela não foi? 

( Não estou gostando muito desse negócio do Sesshoumaru saber tudo que eu fasso. )

_ Sim, como sabe disso?

_ Pelo cheiro de vinho na roupa de cama junto ao dela, eu tive de tirar para conseguir dormir com Rin.

(Maldito faro! )

_ Dormir até parece. 

( Do geito que eles são sei que eles não dormiram. )

_ E vocês são meus filhos mesmo.

_ Vamos lanchar?

_ Kagome! 

Elas chegaram sorrindo e nos as abraçamos. 

( Meu amor voltou! !Que saudade.)

Nos beijamos.

_ Também senti sua falta.

Falei baixo.

_ Você estava quase me fazendo ficar louco pensando em perversão, eu posso sentir. 

( O cheiro dela e tão bom. )

_ Como? 

_ A marca ,eu sei quando mente, esta triste, surpresa, feliz, pensando em mim, eu sinto,assim como você pode sentir. 

_ A agora está explicado.

Nos beijamos.

_ Vamos fazer o lanche. 

E assim fomos pedimos pizza e refrigerante e estávamos conversando e rindo muito bem até o meu celular e o de Sesshoumaru tocar.

Ligação on 

_ Alô. 

_ Amo Inuyasha, tenho notícias sobre o campeonato.

_ Diga Miuga. 

_ O senhor tem que arrumar tudo hoje e sair amanhã a noite, o campeonato foi antecipado, e será feito uma festa formal para a apresentação de todos, a própria Midoriko me ligou para avisar, a festa será no museu do Louvre, as 20:00,e o resto das regras continua como antes.

_ Um...tudo bem obrigado Miuga, compre quatro  passagens para mim por favor e alugue um carro para quando eu chegar está no aeroporto, e diga a Midoriko que meu pai esta vivo e que ele irá conosco assim como minha mãe. 

_ Claro amo Inuyasha.

_Obrigado Miuga.

_ Sempre as ordens senhor.

Ligação off 

_ Pai o senhor vai querer lutar?

_ Mais e claro, estou velho mais ainda sei me virar e vai ser legal passar um tempo no campeonato com vocês.

_ Nos temos de arrumar tudo hoje, partiremos amanhã a noite as 19:00,nos encontramos no aeroporto.

_ Isso.

_ Inuyasha eu não tenho mala, na verdade eu nunca fiz uma viagem.

_ A gente compra, não se preocupe com nada , vou mandar Miuga resolver a questão de sua faculdade.

_ Vou ligar para o Miroku, tenho de avisar a ele. 

_ O peça que avise a Sango também por favor. 

_ Claro. 

Ele ligou o celular. 

_ Aonde nos vamos primeiro filho? 

_ Em Paris, o primeiro lugar que vamos lá e em uma festa no Museu do Louvre. 

_ Nossa lá e lindo, sempre quis conhecer lá. 

_ Não só vai conhecer como vai em uma festa lá, por falar nisso tenho que comprar um terno.

_ Terno? E uma festa formal? 

_ Sim, depois a gente compra um terno para mim.

_ Inuyasha eu não tenho vestido de gala.

_ A gente compra. 

(Ela vai ficar um espetáculo.)

_Também tenho de comprar para Izayoi filho.

_ Eu também não tenho.

_ A gente compra minha Rin, e eu também tenho de comprar um terno assim como nosso pai.

_ Bom quando a gente acabar a gente compra tudo.

Acabamos de comer e fomos para uma loja de roupas de gente rica com diz Kagome Haha.

Inuyasha off 

Kagome on 












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...