História Minha Luz na Escuridão (Imagine Rap Monster - BTS) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hobi, Hoseok, Jeon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim, K-pop, Min, Namjoon, Park, Rap Monster, Seok, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 400
Palavras 953
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem não postar ontem como prometido, masssssssss hoje cheguei com os babados kkkkk Eu tava aqui pensado com meus botões em fazer um grupo whats para gente se comunicar, o que acham? haha espero que gostem da ideia

Capítulo 9 - Eu sabia que você era um problema!


Fanfic / Fanfiction Minha Luz na Escuridão (Imagine Rap Monster - BTS) - Capítulo 9 - Eu sabia que você era um problema!

Eu não sabia o que fazer ao ver aquela cena.

Namjoon segura os braços dela separando ela de seu corpo.

Sem querer fiz barulho. Namjoon me olhou ainda segurando a diretora pelos braços.

Eu apenas fiz uma cara de reprovação tentando não chorar.

Sai pela porta correndo.

- ______________!

Ouvi Namjoon gritar-me, continuei correndo até chegar aos fundos da escola.

Sentei ao chão apoiando minha cabeça em meus joelhos despejando um rio de lágrimas.

Tentando entender aquela cena. Eu não posso acreditar que ele fez isso comigo.

- ___________?

Percebi alguém me chamar.

- Larry? O que está fazendo aqui? Por favor, me deixe sozinha!

- não posso deixar uma amiga chorando sem saber o motivo! – Ela se abaixou ao meu lado. – por favor __________ me conta o que está acontecendo?

- não..... Não quero! – falei em meio a soluços.

- eu te falei uma parte da minha vida... Porque não pode confiar em mim como eu confiei em você?!

- é diferente Larry... É complicado!

- minha história também foi complicada! Mas estou aqui firme e forte. Agora não fique assim talvez se você desabafar acabe um pouco com seu sofrimento.

- Por favor, não conte para ninguém!

- juro de mindinho. – Ela levantou o dedo mindinho em minha direção. Dei um leve sorriso com sua atitude. – sei que parece um pouco infantil, mas sempre dá certo rs.

Levantei meu mindinho e entrelacei no dela.

- Juro de mindinho. – Ela exclama. – e agora me conta o que está acontecendo?

- bom... Sabe aquele dia que o professor gritou comigo e eu entrei no banheiro?

- sim... Sei!

- então... Ele foi atrás de mim!

- e??

- ele me beijou!

Ela deu um leve sorriso. Parecia não estar surpresa.

- eu sabia!

- o que? Como você sabia?

- eu vi quando o professor entrou no banheiro, e percebi que depois daquele dia você ficou estranha, então apenas liguei os pontos.

- então você não fica apavorada?

- entenda uma coisa! Quando duas pessoas tendem a desejar uma à outra, vai chegar um dia que elas vão ter que saciar esse desejo. Não é só porque ele é nosso professor que eu também não ache ele um gato!

- é... Um gato!

Baixei o olhar novamente lembrando a cena que vi.

- o que foi vocês não estão namorando?

- eu não sei exatamente, eu gosto muito dele...

- então?

- eu vi ele beijando a diretora!

- É O QUE? EU VOU LÁ ARRANCAR O “PINTO” DELE POR TRAIR VOCÊ!

-Larry não!!! Por favor, não faça nada, vai ser pior.

- como assim? Ele precisa de uma lição!

- não! Sou eu quem precisa! Por ter me deixado levar...

Voltei a chorar. Larry me abraçou.

- Eu tive uma ideia para que você esqueça completamente desse cafajeste.

Levantei a cabeça fitando-a.

- qual?

- então JungKook me convidou para a festa do Jimin e ele disse que eu podia levar você!

- acho uma má ideia!

- por quê?

- porque ninguém dessa escola gosta de mim e como eu sei que todas as festas que o Jimin faz são populares, claro que metade da escola vai ir...

- manda eles se foderem e pronto! Tem gente que não gosta de mim também e nem por isso eu deixo de viver minha vida.

- hmm... Não sei, não...

- vamos vai ser divertido, ainda mais que vai ser festa da piscina...

- hahaha piorou, eu de biquíni? Nem morta!

- deixa de ser antiquada! O que é bonito é pra se mostrar... Por favor, vamos vai ser divertido.

- não sei se meus pais vão me deixar ir... E outra que eu não tenho biquíni.

- com seus pais não se preocupe, meu pai tem um jeito de persuadi-los para você ir, e outra que nós duas vamos ao shopping comprar biquínis novos para nós duas.

- aishi você é teimosa!

- muito!

- tudo bem eu vou...

- EBA!

- Sexta a gente vai no Shopping então comprar um biquíni para você! Ahhh e eu escolho!

- negativo! Pelo seu jeito você vai escolher o mais curto possível!

- Ei!!! Porque acha isso? Só porque sou um pouco alegrinha?!

- aham! “Alegrinha!”

-Eu vou escolher o biquíni e ponto!

- aaaa tá bom, Larry!

- boa menina!

Ela afagou meus cabelos debochando da minha cara.

Eu e Larry voltamos para a sala. Sentei direto em meu lugar escorando minha cabeça em meus braços na classe. Tentava esquecer tudo que vi, mas meu cérebro insistia em me fazer sofrer lembrando aquela cena.

- ___________, empresta o apontador? – Larry pergunta-me.

Pego o apontador no meu estojo sentindo uma leve dor de cabeça e uma tontura.

- Você está bem? Parece um pouco pálida! 

Eu apenas afirmo com a cabeça entregando o apontador a ela.

- Professora? Posso falar com a senhorita ___________? 

Namjoon aparece na porta. Senti meu coração apertar mais uma vez.

- Claro professor! Senhorita por favor?! 

A professora de artes olha para mim indicando para eu ir até ele.

Namjoon fica parado na porta apenas me observando com um olhar triste.

- professora com todo o respeito, não estou a fim de falar com ninguém!

- mas senhorita...

A professora exclama.

- é urgente! 

Namjoon se pronuncia.

- É seu professor que está mandando! Agora vá! 

Não tive outra escolha até me levantar e ir. Levantei da cadeira sentindo uma tontura mais forte do que antes e a pontada na minha cabeça se intensificou.

Escorei-me na classe com a mão na testa.

- ___________!

Larry me chama segurando-me pela cintura.

Namjoon entra na sala ajudando Larry a me manter em pé.

Depois disso eu não consegui ver mais nada.......


Notas Finais


eitan genteney vai rolar muita coisa nos proximos caps haha então aguardem hahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...