História Minha Marrenta - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Ciumes, Colegial, Romance
Exibições 54
Palavras 1.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Lemon, Lírica, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 41 - Uma pequena mentira


Fanfic / Fanfiction Minha Marrenta - Capítulo 41 - Uma pequena mentira

Emilly*

-Que? -perguntou minha mãe sem intender nada.

-Não é bem me mudar. -falei sentando na poltrona que tinha do lado do sofá. -É mais passar um tempo fora.

-Fora tipo como?Na casa de quem?Filha explica isso direito, que eu não estou entendendo nada. -falou minha mãe, meu pai continuava calado, pensativo.

-Mãe minha cabeça está cheia de coisa, se eu não der um tempo de tudo isso eu vou enlouquecer. -falei. -Eu pensei em passar um mês na casa da minha madrinha em Montana.

-E a escola? -perguntou minha mãe.

-Durante esse mês não haverá nenhuma prova nem nada importante, e os assuntos a Lari pode copiar para mim. -falei.

-Eu não acho uma boa ideia você viajar agora. -falou minha mãe. -Porque você não espera as férias do meio do ano?

-Mãe eu preciso viajar agora. -falei tentando convencer a minha mãe.

-Quando eu era adolescente eu também passei por uma fase dessa. -falou meu pai finalmente. -Eu acho uma boa ideia a Emilly viajar para espairecer a cabeça.

-Você tem certeza disso? -perguntou minha mãe, olhando para o meu pai.

-Tenho. -falou ele

-Então tá. -falou minha mãe. -E você quer viajar quando?

-Depois de amanhã. -falei

-Mais já? -perguntou minha mãe.

-Malia deixa a garota! -falou meu pai.

-Tá, amanhã eu falo com a sua madrinha e se ela deixar você ir para a casa dela eu compro sua passagem! -falou minha mãe.

-Obrigada, eu amo vocês de mais! -falei dando um abraço nos meus pais e logo depois subindo correndo para o meu quarto.

Assim que eu cheguei no meu quarto eu me joguei na minha cama e comecei a imaginar como seria a minha viagem, do nada eu comecei a pensar no Justin, afastei esses pensamentos da minha cabeça e fui dormir.

Justin*

Acordei cedo, fiz minhas higienes e fui para a escola, chegando lá fui direto para a minha sala, encontrei a Lari lendo um livro no canto da sala.

-A gente pode conversar? -perguntei chegando perto dela.

-Tanto faz. -falou ela fazendo pouco caso da minha pergunta e continuando a ler o seu livro.

-Larissa aquilo que você e a Emilly viram ontem não passou de um mal entendido. -falei

-Há é? Vai dizer que você viu a Talita pensou que era a Emilly e beijou ela sem querer. -falou Lari, ainda lendo o seu livro.

-Foi a Talita quem me beijou! 

-Há, conta outra! -falou Lari.

-Larissa, eu estou falando sério. -falei fechando o livro dela com força, fazendo ela finalmente olhar para mim. -A Talita me beijou porque achou que eu também queria beijar ela.

-E você queria?

-Claro que não! -falei puxando uma cadeira e sentando do lado da Lari. -Oque eu sinto pela Emilly é amor de verdade, eu nunca trairia ela.

-Justin eu sei que oque você sentiu pela Talita foi forte, eu entendo você se você tiver dado um beijo na Talita por impulso. -falou Lari.

-Larissa oque eu sinto pela Emilly é mais forte do que eu já senti pela Talita ou por qualquer outra garota. -falei. -Eu nunca beijaria a Talita de novo nem por impulso, nem por vontade própria. 

Talita*

Assim que cheguei na escola fui procurar o Justin na sala dele e acabei escutando sem querer uma parte da conversa dele com a Larissa, escutei ele falando que oque ele sentia pela Emilly era mais forte do que ele já tinha sentindo por mim e que não me beijaria de novo de jeito nenhum, ao escutar isso fiquei com muita raiva e comecei a chorar, sai sem que ninguém me percebesse, quando eu estava virando o corredor me esbarrei com a Emilly.

Emilly*

-Desculpa. -falei olhando para a pessoa que eu tinha esbarrado.

-Emilly! -falou a Talita.

-Oi Talita. -falei mais por educação.

-Eu estava mesmo precisando falar com você. -falou ela.

-Sobre? -perguntei já sabendo a resposta.

-Será que a gente pode conversar na cantina, enquanto eu tomo o meu café? -perguntou ela.

Não respondi nada, apenas fui para a cantina, a Talita me seguiu e assim que sentei em uma mesa ela sentou na minha frente.

-Eu quero conversar com você sobre o beijo de ontem. -falou Talita.

-Não estou afim de falar sobre isso! -falei me levantando para ir embora.

-Acho que você vai querer escutar oque eu tenho para te falar! -falou Talita e logo em seguida dando um gole no seu café. 

-Fala logo. -falei sentando novamente.

-Eu sei que o Justin falou para você e para o resto do mundo que foi eu quem beijei ele. -falou Talita me olhando. -Mas isso é mentira! 

-Eu já imaginava. -falei sentindo meu coração apertar.

-Mas não é só isso, ele disse que me beijou porque você não satisfazia os desejos dele! -Falou Talita e logo após dando outro gole no seu café.

-Eu não satisfazia os desejos dele? -perguntei sentindo algumas lágrimas caírem do meus olhos.

-Foi oque ele disse, sabe-se lá oque passa na cabeça desses garotos, né? 

-Eu preciso ir! -falei me levantando para ir embora.

-Acho que você vai gostar de saber oque aconteceu mais entre a gente. -falou Talita olhando para o seu café.

Não falei nada apenas sentei novamente, com lágrimas caindo toda hora dos meus olhos.

-Antes de ontem você viu eu e o Justin conversando no quarto dele lembra? -perguntou Talita.

-Lembro. -falei quase como um sussurro.

-O que você não viu foi oque aconteceu antes. -falou Talita me olhando e eu apenas fiz um sinal com a cabeça para que ela continuasse falando. -O Justin disse que estava louco de tesão por mim, no início eu fiquei meio receiosa por ele estar namorando com você, mas ele insistiu tanto que a gente acabou transando, sabe como é né? A carne é fraca. -falou Talita me dando uma piscadinha.

Me levantei da mesa e sai correndo e chorando, sem rumo pela rua, pensei em ir para casa mas eu sabia que se eu fosse para lá minha mãe ia me encher de perguntas, então eu fui para o parquinho que tinha perto da minha casa, me sentei em um banco e comecei a chorar mais ainda...Assim que eu finalmente parei de chorar eu fui para casa, como já era 12:30, e essa era a hora que eu normalmente voltava para casa depois da escola, não iria me fazer nenhuma pergunta...Assim que abri a porta de casa minha mãe falou:

-Eu falei com sua madrinha e você vai para Montana. -falou minha mãe sorrindo e me mostrando a minha passagem de avião.

 


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...