História Minha Marrentinha - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 16, Androide Nº 17, Androide Nº 18, Babidi, Bardock, Bills, Borgos (Toteppo), Botamo, Bra, Brolly, Bulma, Cell, Champa, Chaos, Chichi, Cooler, Dabura, Dai Kaiohshin, Dende, Enma Daioh, Fasha (Seripa), Freeza, Frost, General Tao Pai Pai, Gine, Gohan, Goku, Goku Black, Goten, Grande Patriarca (Saichourou), Grandpa Gohan, Hit, Kaiohshin, Kakaroto, Kami-sama, Kuririn, Kyabe, Lunch, Magetta, Majin Boo, Marron, Mestre Kame, Mestre Karin, Mestre Mutaito, Mestre Tsuru (Tsurusennin), Minotia, Miss Piiza, Monaca, Moori, Mr. Satan, Nappa, Oob (Uub), Oolong, Pan, Panbukin, Personagens Originais, Piccolo, Porunga, Pual, Raditz, Rei Cold, Rei Vegeta, Senhor Kaioh (Kaioh do Norte), Shenlong, Spopovich, Sr. Kaioh, Sr. Popo, Tapion, Tarble, Tenshinhan, Tights Brief, Toma, Trunks, Turles, Vados, Vegeta, Videl, Whis, Yajirobi, Yamcha, Yamu
Tags Artes Maciais, Aventura, Dragon Ball, Hentai, Pan, Sexo, Trunks, Violencia
Visualizações 75
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa cap não ficou lá muito bom...Por que...Eu tou sem criatividade ;-;
Boa leitura

Capítulo 9 - Passeio


Fanfic / Fanfiction Minha Marrentinha - Capítulo 9 - Passeio

8:19 AM

Tive uma ótima noite de sono tirando as dor que eu ainda sentia.

Está dormindo ao lado de Trunks foi a melhor coisa que já me aconteceu.

Infelizmente quando eu acordei...Ele não estava mais lá.

O procurei pela casa toda mas não o achei.

Tomei um banho bem longo pra tentar relaxar o meu corpo,me enxuguei e vesti uma saia cinza rodada e uma camisa de manga comprida preta.

Quando eu ia sair de casa,dei de cara com o Trunks e quase caí pra trás.

-Bom dia,tampinha . -Ele bagunçou meu cabelo

-Ei ! . -Em seguida riu e entrou em casa.

-Eu comprei isso pra você comer...-Ele deixou umas sacolas em cima da mesa.

-Eu tenho que ir trabalhar...Você...Vai ficar bem sozinha ?

-É claro que sim !!Não sou mais uma criança ! . -Corei.

Ele deu outra risada,beijou minha testa e se dirigiu até a porta.

-Trunks !

-Sim ?

-Me leva pro seu trabalho ?

-Por que ?

-Eu vou ficar sem ter o que fazer aqui em casa...Eu queria me divertir um pouco com você lá e...

-Son Pan tem fetiches por empresário...? -Ele soiu de lado,o que me fez ficar SUPER vermelha.

-N-não !!E-eu quis dizer...T-talvez...Q-quem sabe...Eu...Ah !!! . -Ele continuou rindo.

-P-para de rir !!Não tem graça...-Cruzei os braços,eu já estava pegando raiva dessa risada.

-Você fica com raiva por nada...-Ele tocou o meu ombro e me puxou pra um abraço.

-Eu te levo pro trabalho...

-Jura ? . -Sorri.

-A gente aproveita e realiza sua fantasia lá...-Sussurrou.

-T-Trunks ! .

-Então...-Ele riu.

-Já ta pronta ?

-Só vou calçar algo e...-Quando eu ia subir à escada ele resolvel falar.

-Vai com...Essa roupa ?

-Sim,por que ?Ta feia ?

-Eu acho que ela é...Pequena demais...

-Eu não acho !

-Esse tipo de roupa atrai muitos pervertidos...E eu não quero ninguém olhando pra você...

-Deixa disso Trunks...-Rapidamente corei quando percebi que ele estava com ciúmes.

Tentei não dar atenção e subi rapidamente à escada,fui até meu quarto e calçei um sapato branco.

Quando desci ele me esperava encostado na porta com uma cara não muito boa.

-Aconteceu algo ?

-Não...

-...?

Ele me puxou até uma Ferrari que ele deve ter passado na corporação e pegado antes de vir pra cá de novo.

Entramos e rapidamente meus olhos percorreram toda aquele lugar.

Os homens eram velhos,pareciam ter entre 20 e 35 anos,eram todos lindos,alguns usavam óculos e ficavam super fodas...Por outro lado,as mulheres que tinham aqui pareciam um bando de puta...E pra piorar todas eram jovens e... bonitas !!!!

-O que você tanto olha..? . -O Trunks segurou minha mão de uma forma bem possessiva e me puxou pra um elevador que estava lotado de homens.

-Aqui...Sua empresa...É bem grande... -Sussurrei.

O Trunks ficou bem na minha frente e eu segurei seu terno.

Fique bem nervosa quando senti que tinha um homem me encoxando .

Eu não sabia o que fazer,já estava soando frio.

O Trunks olhou de lado pra trás com um olhar super sério e depois virou pra frente.

-Quem é você,gracinha ?

-Eu...

-Minha sobrinha...E se não quiser que eu corte sua mão , desencosta dela agora . -Disse com a voz fria.

O cara se desencostou de mim rapidamente com uma cara não muito boa.

Quando o elevador parou no penúltimo andar onde ficava o escritório do Trunks,saimos dele.

Quando chegamos no escritório ele só faltou me jogar junto com a pasta dele no sofá.

Ele tirou o paletó e afrouxou a gravata.

-O que você...

-Eu vi aquele cara tocando em você...Por que não fez nada ? . -Disse se sentado à sua mesa e ligando o computador.

-Eu não sabia o que fazer !!Eu estava com medo...-Me aproximei dele.

-Vem cá...-Ele estendeu os braços e eu sentei em seu colo.

-Não precisa ter medo de ninguém...e de nada,enquanto eu estiver com você. . -Sorriu de leve.

"Nossa,e eu pensei que ele ia me dar sermão.."

11:47 AM

-Nee Trunks...Seu trabalho é muito chato !

-Vem ca,você veio por que quis,não lembro de ter te convidado...-Falou enquanto olhava o computador.

-Eu pensei que ia ser melhor se eu estivesse com você...

-Você sabe que eu venho aqui pra trabalhar e não pra brincar.

-Aqui é tão chatooo...Como você consegue aguentar isso ?

-Bom...Geralmente tem uma ou duas secretarias pra me entreter aqui...

Eu ia responder mas duas garotas novinhas morenas entraram na sala.

-Senhor Trunks,Aqui o seu café!

-Eu vim trazer esses papéis para o senhor...Quer que eu...faça uma massagem ?

-É permitido esse tipo de...coisa... no trabalho...? . -Sussurrei

As meninas me olharam como se eu fosse uma alienígena .

O Trunks apenas riu sem me dizer nada.

Uma já estava quase tirando a camisa dele então eu resolvi sair sem que ele conseguisse ver.

Usei minha cauda pra segurar na grade da sacada e ir pro antepenúltimo andar.

Eu consegui...Mas tava tendo orgia naquele lugar e eu tive que ir pro andar abaixo daquele.

Não tinha ninguém naquele escritório.

"Sorte !"

Abri a porta e olhei o local,era bem ajeitado...o note estava ligado e tinha apenas uns documentos em cima da mesa...Que estavam com alguns pingos de tinta vermelha em cima.

Eu fui em direção à porta mas não pude deixar de olhar pra trás...Foi quando eu vi algo caído no chão.

Pareciam pedaços de vidro e um...porta retrato.

"Alguém pode chegar...Eu tenho que ir..."

Eu segurei forte a maçaneta pra abri-la mas...Minha curiosidade falou mais alto.

Fui até la,me abaixei e peguei o porta retratos do chão.

Coloquei a mão sobre a boca...Eu quase chorei ao ver aquilo.

Era um foto minha e do tio goten mas...estava com o vidro quebrado.

Essa foto foi tirada nos meus 15 anos,ele estava com um terno preto e eu com um vestido amarelo claro.

Foi na hora da valsa,ele estava com uma mão e minha cintura e outra segurava uma de minhas mãos.

Esse dia foi...bastante especial pra mim.

Eu me levantei rapidamente quando ouvi a porta se abrindo atrás de mim.

-Pan...

-Tio...

Ele largou a caneca que estava segurando e veio voando na minha direção.

E quando ele me abraçou...automaticamente uma forte energia percorreu o meu corpo e veio direto pra minha mão...(não sei explicar...é como aquela "faca" do Black)

-Não!

Seu corpo ficou pesado por um instante mas mesmo assim ele me abraçou forte...aquela coisa atravessou sua barriga mas ele tava pouco se fodendo por isso.

-Me desculpa...por tudo...e por ontem...-Ouvi ele soltar um gemido de dor e acabar rindo também.

-Desculpa se eu não...Não presto...Co-mo...Tio...-Ele torciu e se separou de mim.

-...Eu Realmente...Sinto muito mesmo...Por todo o mal que eu te fiz...

Segurou em meus ombros e olhou diretamente em meus olhos que estavam cheios de lágrimas...Da sua boca escorria sangue.

-Shenlong me deu as lembranças de ontem...Se for me reviver...Vai ter que esperar um ano...-Ele caiu ajoelhado no chão e o segurei.

-Aah...

-Tio...N-não...S-se acalma...Eu vou chamar alguém  . -a coisa sumiu da minha mão e quando eu ia me levantar ele me segurou.

-Eu estou bem Pan...Sabe por que...?-Ele segurou minha nuca e encostou minha testa na sua,deixando um sorriso escapar em seguida.

-"Por que eu sou muito forte,treino quase todos os dias nas montanhas...E...cof...Tenho sangue Saiyajin...Que é uma raça muito forte..." (cap1). -Eu ri e comecei a chorar mais...isso foi uma frase que eu sempre falei pra ele quando era menor.

-Seu idiota...

-Me perdoa..Pan...-Ele caiu no chão de olhos fechados.

-Não...tio...-Lhe cutuquei.

-Eu...Eu Te perdoo tio...-Comecei à chorar.

-Eu te perdoo...Mas por favor...Tio !!Por favor !!Acorda !! . -O sacudi e chorei mais ainda.

-Tio...acorda...



Notas Finais


;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...