História Minha meia-irmã - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Abo, Camren, Camreng!p, Universoalternativo
Exibições 643
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, FemmeSlash, Ficção Científica, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Pensa rápido


Pov.Camila

Após chegar ao quarto de hospedes corri para o banheiro, necessitava urgentemente de um banho.

 Enquanto lavava meu cabelo sorria ao lembrar das minhas irmãs que eu mal havia conhecido direito mas já as amava. Taylor era literalmente um doce de pessoa assim como Lauren, lindas pra caramba e muito receptivas.

Não pude deixar de rir ao me recordar da cena de Lauren completamente alheia assim que eu cheguei, e a cara de susto dela ao me ver, eu sabia que não era a coisa mais agradável me ver com a cara amassada após uma viagem onde eu dormi o tempo todo, mas espera uma recepção menos louca.

Ri novamente e saí da ducha, peguei minha toalha e me sequei antes de desfazer minha mala apenas para buscar por um shortinho e um cropped.

Conferi meu celular e vi mensagens de Shawn e Ally, meus melhores amigos em NY.

Allycat : '' Como foi a viagem, Mila? Já estou morrendo de saudades.''

Shawn : ''Hey babe, está bem?"

Eu : '' Oi amores, cheguei bem sim. Amei minhas irmãs, mas já morro de saudades de vocês.''

Suspirei, literalmente uma das coisas mais dificieis foi abandoná-los, mas logo eles viriam me visitar então amenizava a saudade.

-Camila?

Ouvi batidas na porta e coloquei o celular no bolso.

Lauren estava encostada na porta com os cabelos úmidos e bagunçados, okay, aquilo era uma cena linda pra caralho. Seu short de basquete preto e seu top da mesma cor acentuavam ainda mais a beleza daquele corpo, puta merda, ela era literalmente muito gostosa.

E uma Alfa.

Eu havia sentido seu cheiro.

- Olá Lauren.

Falei sorrindo e ela me sorriu de volta com aquele sorriso lindo, com aqueles dois dentinhos fofos.

- Olá, então...eu não queria incomodar mas estamos indo jogar basquete, digo, eu e minhas amigas, gostaria de saber se está afim de ir.- Disse ela e eu mordi o lábio inferior.- Eu sei que deve estar cansada, mas vai ser super legal.

- Eu estou super tranquila, me espera só calçar uma sandália.- Disse e a puxei para o quarto.

- Vamos comer numa pizzaria então não se alimente antes de irmos.- Falou e eu ri baixinho calçando.

- Certo, devo levar dinheiro okay?

- Claro que não.- Me puxou abrindo a porta e logo estávamos no corredor.

- Não vai avisar ao papai?

- Já falei com ele.

Disse ela descendo as escadas.

Ao chegarmos na frente da casa onde haviam 2 carros e 1 moto, torci para que fossemos de carro mas suspirei quando Lauren me estendeu um capacete.

- Lauren, eu meio que...

- Podemos ir de carro se quiser.- Disse ela como se imaginasse meu pensamento mas eu suspirei negando e sentei na moto com sua ajuda.

- Eu vou ficar bem, só não corre muito.

- Certo, me segura.- Disse ela baixinho e eu abracei sua cintura sentindo sua pele se arrepiar.

Acredito que pelo frio, ainda mais pelo fato dela estar só de calção e top.

- Meninas, nada de chegar depois das 23:00.- Disse Dona Clara da varanda e eu ri baixinho assentindo.

Ela abriu o portão para sairmos e eu quase soquei Lauren quando ela acelerou.

- Desculpa.- Murmurou ela sentindo minhas unhas cravadas em sua barriga.- Relaxa.

O cheiro de Lauren me embreagou durante todo o caminho e por pouco eu não dava um salto da moto quanto meu quadril se forçava imperceptivel em sua bunda.

E quando minhas mãos queriam ir parar dentro do seu calção.

Isso de fato estava acontecendo por vários motivos mais os mais pláusiveis eram que, faltavam duas semanas para o meu cio começar e ela era uma Alfa.

Não demorou muito tempo até chegarmos no local, o que eu agradeci mentalmente.

Até que eu não havia me saído tão mal na primeira vez que andava de moto.

- Isso é rápido.- Falei apontando pra moto e ela riu.

- Você vai se acostumar. - Disse me encarando e eu assenti rindo.

- Onde estamos?

- Aqui é o clube do pai de minha amiga, Dinah.- Respondeu segurando minha mão quando passamos pela portaria, o homem acenou pra Lauren e logo estavamos dentro do local.

- Se derem encima de você, me avise, essas Alfas são fogosas. - Disse ela e eu gargalhei.

- Fica tranquila.- Respondi e entramos numa quadra de basquete onde haviam algumas garotas.

- CARALHO QUEM É ESSA MARAVILHA?

Gritou uma garota e Lauren bufou.

Pera, era eu? Corei segurando o braço de Lauren e me escondi um tanto vermelha.

Lauren me apresentou a todas as amigas totalmente irritada, o que eu achei fofo, ela se irritava quando as meninas faziam brincadeiras comigo sempre bem humoradas, mas aquilo parecia coisa pra irritar minha irmã.

Irmã...

Ela literalmente era, mas eu deveria considera-lá?

Me sentei na arquibancada com uma menina que rapidamente puxou assunto comigo, olhávamos o jogo das garotas e as vezes eu me perdia na conversa enquanto olhava o corpo de Lauren, e as vezes ela olhava para onde eu estava.

Na verdade, ela não parava de olhar para nós, e as vezes lançava um rosnado na direção da garota que tinha o nome de Elizabeth. Seria ela uma má pessoa, ou Lauren era do tipo irmã ciumenta?

- Sua irmã não para de olhar pra cá.- Disse e eu ri.

- Não fala com ela?

-Não, há muito tempo, nosso santo não bateu.

- Ah sim.

- Você irá ao meu aniversário certo?

- Sim, sem dúvidas.

- Vocês são irmãs de sangue?

- Não, meu pai mordeu a mãe de Lauren há alguns anos.

- Entendi então seu pai não mordeu sua mãe.- Disse e eu concordei.- Vamos beber água?

- Pensa rápido Gillies.

Ouvimos antes de Elizabeth receber uma bolada na cara e levantar com uma raiva súbita.

Lancei um olhar matador pra Lauren e Elizabeth desceu da arquibancada pronta pra começar uma briga.

O rosnado das duas podia ser ouvido de longe, agradeci aos céus por Dinah ser enorme e ter separado antes que acontecesse algo.

- Nunca toque nela.- Rosnou Lauren usando sua voz de Alfa que logo me fez estremecer dos pés a cabeça.

- Lauren...

- Vamos Camila.- Me chamou séria e com aquela voz que de alguma forma, eu não era nem louca de recusar ouvir e nem obedecer.

Segui em passos apressados atrás de Lauren que parou somente para segurar em meu braço.

- Fique longe daquela Alfa.

Ordenou e eu balancei a cabeça positivamente, Lauren tinha os olhos em um tom verde musgo e suas pupilas estavam extremamente dilatadas.

- Camila!

Ouvi a voz de Elizabeth e olhei para trás.

- Te espero em meu aniversário!

Disse ela e aquilo irritou Lauren, eu tinha certeza que ela saltaria dali e arrancaria a cabeça de Elizabeth.

De alguma forma eu sabia.

Algo muito grande havia acontecido entre mim e Lauren naquele dia.


Notas Finais


E então? curtiram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...