História Minha meia-irmã - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Abo, Camren, Camreng!p, Universoalternativo
Exibições 186
Palavras 1.342
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, FemmeSlash, Ficção Científica, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Errado?


Pov.Camila

 

 

 

3 semanas depois...

 

 

 

- Você vai mesmo na porra desse aniversário?

 

Perguntou Lauren séria jogada na minha cama me olhando.

 

- Eu vou.

 

Respondi espiando seu rosto pelo espelho, ela me olhava analista, totalmente enigmática.

 

Seus cotovelos apoiados na cama enquanto ela estava de barriga pra cima me observando.

 

- Vai encher de Alfa lá. - Disse e eu dei de ombros.- Eu sinto seu cheiro e você está começando a lubrificar.

 

Corei forte e bufei olhando pra Lauren.

 

- Isso não te interessa, e talvez eu esteja querendo a companhia de um alfa.- Falei passando a língua pelos lábios.- Lá deve ter alguém interessante.

 

- Tipo Elizabeth?

 

Rosnou e eu sorri a encarando.

 

- Ela tem cara de ter uma pegada incrível.- Falei sorrindo provocante.- E um pau mais gostoso ainda.

 

- Você nunca nem pôs um pau na boca Camila.- Bufou e eu arqueei as sombracelhas.

 

- Tudo tem uma primeira vez.

 

- Vai arruinar sua primeira vez com aquela garota?

 

Se sentou totalmente irritada e eu dei de ombros.

 

- Ela...

 

- Ela deve ser um pau pequeno, isso sim.- Falou rindo e eu cruzei os braços.

 

- Bom, você também tem cara de que...

 

- O QUÊ?

 

Lauren me lançou um olhar mortal e segurou seu membro por cima da cueca samba canção.

 

- Isso daqui nunca vai caber na boca de ninguém. Isso daqui destroí bocetas em cinco metidas Camila.- Rosnou e eu arfei.

 

Aquilo foi.

 

Wow!

 

Mas eu queria jogar um pouco.

 

- Destroí bocetas sei...só se forem de bonecas infláveis.- Mordi o lábio inferior e me preparei mentalmente para o que ela iria falar.

 

- Tranca a porta desse quarto e tira a roupa pra tu ver.

 

Disse séria me lançando aquele olhar, e desceu os olhos por meu corpo.

 

- Toda ômega que deitou comigo pediu pra parar, porquê não aguentavam meu lado animalesco e nem meus centimétros.- Se gabou e eu me deitei na cama.

 

- Ainda bem que minha mãe me disse que eu não era "  todas as ômegas". - Disse e ela soltou um pequeno rosnado.

 

Eu podia ver ela apertando sua semi-ereção e me olhando como se eu fosse um pedaço de carne.

 

- Camila, as vezes dá vontade de...- As palavras morreram e ela negou com a cabeça.

 

- Vai tomar seu banho Lauren, eu tenho uma festa pra ir.

 

- Eu vou junto. - Disse ela parando atrás de mim e abraçando minha cintura.- Só pra ficar de olho em você e essa sua boceta fogosa.

 

Dei um forte tapa na sua mão e ela me segurou firme.

 

Encarei Lauren pelo espelho e prendi a respiração ao sentir ela roçando aquele pau extremamente duro em mim.

 

Uma de suas mãos apertaram um dos meus pequenos seios e passaram somente por cima da minha intimidade em um afago gostoso.

 

- Hmmm. - Gemi olhando para ela.

 

- Começe hoje mesmo a tomar os comprimidos.- Disse ela e eu juro que faleci umas doze vezes só com aquela frase.

 

- Lauren, não...

 

- Não fale merdas do tipo, somos irmãs.- Fez uma voz dramática.- Sabemos que nem do mesmo sangue somos.

 

Me virou de frente e eu olhei pra baixo vendo sua ereção tocar um pouco acima do meu ventre pelo fato dela ser um pouco maior.

 

Gemi ao sentir seus dedos habilidosos puxarem os cabelos de minha nuca e chamarem para um beijo que me deixou em choque durante alguns segundos.

 

Suspirei em deleite abrindo a boca para receber sua lingua quente e logo em seguida ser encostada contra a parede.

 

Porra de beijo gostoso.

 

Arregalei os olhos a empurrando,mas que caralhos? Ela era minha irmã, e fora que eu havia chegado há menos de um mês.

 

Okay, logo no primeiro dia estávamos ligadas de uma forma estranha que não sabíamos explicar, mas tinhamos certeza que ia longe de ligação de irmãs.

 

- Lauren, você tá louca?

 

Gritei e ela levantou minha coxa pressionando nossos corpos.

 

- Louca demais.

 

Rosnou beijando meus lábios novamente e eu amoleci em seus braços, suguei seu inferior e um gemido saiu de seus lábios ao pressionar nossas intimidades.

 

- Não podemos hoje Lauren, eu não tomo nada. - Gemi sentinfo seus beijos em meu pescoço.

 

- Eu sei, vamos brincar um pouco babe.

 

- Eu vou entrar no cio a qualquer momento.- Suspirei e ela soltou um riso totalmente malicioso.

 

- Não se preocupe com isso.

 

Disse ela tocando meu rosto e eu suspirei.

 

- Eu sou virgem Lauren.- Disse e ela pareceu travar.

 

Lauren me olhava séria e eu engoli em seco.

 

- V...virgem? - Perguntou parecendo assustada.- Nunca se deitou com um alfa?

 

- Nunca me deitei com ninguém.

 

- Oh céus...me perdoe Camila, eu...

 

Murmurou um tanto envergonhada e eu passei a lingua pelos lábios totalmente agoniada por ter a deixado chateada.

 

Segurei seu rosto e a encarei, suas pupilas totalmente em um tom verde brilhante, não tinha como não se encantar.

 

Mordi seu lábio inferior de leve e voltamos a nos beijar, nossas linguas em um movimento sincronizado, ela me beijava de uma forma totalmente nova.

 

Uma forma diferente e que pela primeira vez havia me deixado mole, fora de órbita.

 

- Vamos ficar em casa hoje...

 

Pediu e eu suspirei totalmente mole.

 

- Você vai comigo pra festa.- Murmurei empurrando ela pra cama e me sentando encima de seu membro ainda ereto.

 

Aquilo era muito grande.

 

- Eu vou.

 

Falou forçando minha bunda e eu gemi dando uma rebolada.

 

- É tão...gostoso.- Me movi sentindo aquela nova sensação.

 

- Imagina quando ele estiver dentro de você.- Murmurou levantando seu quadril e forçando seu pau contra minha boceta.- Mas não vamos fazer isso hoje Camz, você entende?

 

 

Sim eu entendia perfeitamente bem, estávamos indo no impulso, eu não queria me deitar com uma alfa só porque ela é linda, tem olhos lindos, um beijo maravilhoso, uma pegada gostosa e tudo mais.

 

 

Lauren ia além de todos aqueles adjetivos, inexplicavelmente ela chamava minha atenção desde o dia em que nos vimos.

 

 

- Lauren, isso é errado...

 

Suspirei e ela me puxou para seu colo.

 

- A única coisa que estamos fazendo de mal é que nossos pais não sabem.- Falou e beijou meus lábios.- Papai vai surtar se souber que demos apenas um beijo.

 

-Imagina se...

 

- Imagino, mas não me pergunte o porque mas eu estou surtando por dentro.- Disse ela e eu mordi o lábio inferior.- Não vou ficar longe de você, pelo menos não até descobrir que caralho está acontecendo entre nós, e não venha me dizer que é normal.

 

Literalmente tudo que vinha acontecendo durante meu tempo de estádia aqui era totalmente assustador, não realmente que desse medo. Mas era uma coisa completamente nova pra mim que apesar de conviver com muitos alfas, não sentia nada demais a não ser uma simples atração.

 

Mas com Lauren isso estava vindo feito um choque, mal sabia o que significava, mas sabia que deveríamos descobrir.

 

E em poucos dias eu entraria no cio.

 

Será que ela me violaria no estado que eu vou estar nesse período?

 

- Eu não vou fazer nada que não queira.- Disse ela como se lesse meus pensamentos e eu franzi o cenho.

 

- Você leu minha mente? - Perguntei e ela gargalhou.

 

-Não tenho esse poder.- Respondeu cheirando meu pescoço com força.- Mas eu senti que você estava com receio sobre algumas coisas.

 

-Nem se eu estiver no cio?

 

Perguntei e ela suspirou.

 

- Eu passarei uns dias da casa de Dinah no seu período, para nossa segurança.- Disse ela e eu assenti.- Quando é seu cio?

 

- Não sei...- Respondi suspirando.- Mas eu irei ficar no apartamento de mamãe, vai ser constrangedor ficar aqui.

 

- Camila, isso é normal.

 

- Mas eu não vou me sentir confortável.

 

- Okay, então... topa sair comigo antes do seu cio começar?

 

Eu sabia pra quê.

 

- Quando? - Perguntei em um sussurro olhando para seus olhos atentos a mim.

 

- Amanhã durante todo o dia.- Disse ela dedilhando minhas costas.- Só eu e você.

 

 

 


Notas Finais


Gostaram?

* Dinah, Vero e Elizabeth são Alfas também.

Qualquer dúvida é só perguntar aqui nos comentários, certo?

Até o próximo.


Vocês gostaram da adaptação?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...