História Minha Menina - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Romance, Sasusaku
Exibições 821
Palavras 2.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Isso não é uma despedida.


Com Ume na cadeia o pequeno Daisuke estava sem ninguém que pudesse dar leite materno e como o Menino ainda era muito novinho, Sakura se ofereceu para amamentar o bebê até que o mesmo ficasse mas grandinho, a mesma não negaria fazer isso além do mas ele era irmão de sua bebê, seria uma honra poder ajudar com o que ela precisa. Sakura ficou por meses amamentando sua filha e Daisuke ao mesmo tempo claro que era cansativo dar de mama para duas crianças ao mesmo tempo mas ela não podia nenhum dos dois passarem fome isso era errado, preferia sentir seus seios doendo do que ver dois bebês que precisavam dela passarem fome.

-Nem sei o que dizer Sakura, se não fosse por você Daisuke estaria morrendo de fome.-Falou Mikoto dando um largo sorriso em quanto via a Rosada amamentar o Neto-.

-Não precisa agradecer Tia, só estou fazendo o que posso pelo irmãozinho da minha filha.-Disse a Rosada acariciando a cabecinha de Daisuke- Esse garotão aqui e bem tranqüilo, não me machuca em quanto mama, já a Sara falta arrancar meus peitos.

-Daisuke e tranqüilo que nem o Pai dele quando bebê, nem chorar a noite ele não chora e isso e ótimo para quem gosta de dormir no meio da noite.-Falou Mikoto rindo-.

-Sara chora a noite inteira se deixar, mas não me importo gosto muito de ouvir ela chorando a noite.-Disse a Rosada rindo- Sasuke ainda esta no trabalho?

-Esta sim, provavelmente ira chegar a noite.-Falou Mikoto- Bom eu queria te perguntar uma coisa Sakura.

-Pode perguntar Tia.-Disse a Rosada em quanto balançava o pequeno-.

-O Que pretende fazer quando desmamar os bebês, sei que você tem muito planos para a sua vida.-Falou a Morena-.

-Esse mês já vou poder desmamar o Daisuke, ele não precisa mas do meu leite já pode começar a tomar outros tipo.-Disse a Rosada- Quando eu fizer isso vou me mudar para a casa da minha avó , lá em Seul.

-Pretende sair do Japão, Mais e a Sara? –Perguntou Mikoto-.

-Ela vai comigo além do mas ainda sou mãe tenho que cuidar dela.-Respondeu a Rosada- Claro que não vou tirar os direitos do Sasuke como Pai da minha filha, ele vai poder ir ver ela quando quiser não vejo problemas nisso.

-O Que pretende fazer em outro país ? –Perguntou Mikoto- Não e meio perigoso uma jovem que nem você ir viver sozinha com uma bebê?

-Tia eu vou ter a ajuda da minha avô, também tenho minha madrinha que mora lá ela e medica e pode me ajudar com qualquer coisa em relação a saúde da bebê.-Respondeu a Rosada- Vou me mudar porque quero aprender a viver a minha vida sozinha, também quero fazer alguns pequenos cursos e arrumar um emprego.

-Entendo, fico triste em saber que você vai embora, vou sentir muitas saudade da minha netinha linda.-Falou Mikoto triste-.

-Não se preocupe a Senhora pode sempre ir ver ela, e quando ela tiver maior deixo o Sasuke buscar ela para passar finais de semana com você.-Disse a Rosada sorrindo-.

-Fico aliviada em saber disso, acho que Sasuke não vai gostar muito da idéia de você ir embora mas sei que ele lhe entende .-Falou Mikoto-.

-Bom o grandão aqui já encheu a barriginha.-Disse a Rosada ajeitando sua blusa e dando um beijo no rosto de Daisuke que sorria com o ato da Rosada, Sakura se levantou e foi até Mikoto e logo entregou o pequeno para ela- Tenho que ir para a casa, Sara deve estar chorando uma hora dessas por causa da fome, quando Daisuke chorar e só me ligar que venho amamentar ele-.

-Todo bem pode ir tranqüila, qualquer coisa eu te ligo.-Falou Mikoto balançando o Neto que estava olhando para a Rosada, que saia da casa dos Uchiha, quando a mesma passou pela porta da frente a mesma deu de cara com Sasuke o mesmo estava serio e sua expressão era de tristeza-.

-Então você pretende se mudar? –Perguntou o Moreno encarando a Rosada nos olhos-.

-Você escutou a conversar não e mesmo.-Respondeu a mesma o perguntando e Sasuke assentiu – Vou me mudar sim, mas não se preocupe não vou tirar seus direitos sobre a Sara sempre que quiser ir ler-la você pode ir.

-Me alivia saber disso, mas não queria que você fosse embora com ela.-Falou o Moreno-.

-Você se lembra da nossa conversa não e mesmo? Sabe que quero aprender a viver a minha vida sozinha sem que ninguém queira mandar nela.-Disse a Rosada- Você não precisa se preocupar tenho tudo sobre controle, vou cuidar muito bem da nossa filha você pode confiar nisso.

-Eu confio em você, sei que vai fazer um bom trabalho criando a nossa filha.-Falou o Moreno dando um pequeno sorriso de canto, mesmo estando triste pelo que estava acontecendo mas entendia os motivos da mesma, além do mas ela já havia feito muito ajudando seu pequeno filho -.

----------

Havia se passado exatamente um mês deis de que ambos tinha conversado sobre aquilo, Sasuke não havia gostado da idéia pois não queria ficar longe da sua pequena e nem mesmo da mãe dela, o que mas queria naquele momento era poder estar ao lado dela vivendo uma vida feliz como um casal, mas sabia que tudo isso que estava acontecendo e que havia acontecido era conseqüência da sua burrice, nem estava se tratando da parte de ter feito com ela em quanto estava bêbada o que ele mas se sentia culpado era de não ter revelado seus sentimentos a tempo.

Foi covarde o suficiente para os esconder e achar que arrumando outra pessoa tudo mudaria mas só piorou tudo, já fazia alguns meses deis do nascimento da Sua filha e o mesmo podia ser considerado um Pai babão nunca imaginou ser pai de uma menina, isso fazia com que ele ficasse com ciúmes pois a bebê havia herdado a beleza da mãe isso significava que muito iriam cair em cima dela.

Todos haviam ficado triste com a noticia da partida da Rosada, mas a mesma deixou tudo bem claro que queria aprender a viver sozinha , queria poder aprender o verdadeiro sentido da vida além do mas tinha planos em estudar e fazer alguns cursos.

Sasuke era um ótimo Pai dava tudo que seus filhos precisavam mesmo que para isso o mesmo tivesse que trabalhar dia e noite, em nenhum momento Sasuke pediu dinheiro para alguém o mesmo fez tudo com esforço e determinação para conseguir seus dinheiro, durante o dia o mesmo trabalhava e a noite o mesmo estudava para concluir seu curso para se tornar ainda mas experiente em seu trabalho na empresa da família.

-Tem certeza que você vai embora? Vou sentir tanta a sua falta.-Falou Kyo olhando para a Rosada, o mesmo não queria que a mesma fosse queria pode estar ao lado dela todos os dias a ajudando com tudo-.

-Não fica assim Kyo, somos amigos então manteremos contato além do mas você e Tio da minha filha.-Disse a Rosada sorrindo- Eu vou mas quero deixar bem claro que quando eu voltar quero lhe ver namorando e quem sabe casado.

-Você sabe que isso não vai acontecer só tenho olhos para você.-Falou Kyo dando um sorriso de canto-.

-Ta bom eu entendi, mas você já sabe que não quero nada com ninguém só amizade mesmo esta bom?.-Disse a Rosada-.

-Ok eu entendi sua chata.-Falou Kyo rindo- Não se esqueça de se cuidar e qualquer coisa se algum marmanjo mexer com você é só me ligar que vou correndo.

-Tudo bem eu ligo sim caso isso aconteça.-Disse a Rosada dando um abraço no Tio da sua filha, a mesma teve que se separar do mesmo quando ouviu gritos que com certeza podia ser escutado do outro lado do mundo-.

-TESTUDA VOCÊ NÃO PODE ME DEIXAR.-Gritava Ino desesperada – O que será de mim sem você aqui do meu lado?

-Não seja dramática porca, eu não estou morrendo para fazer esse escândalo .-Falou a Rosada- Pode ficar tranqüila que vou voltar, já disse que estou indo para estudar.

-Você podia muito bem estudar aqui neh Sakura Chan ? –Perguntou Naruto chegando ali- O que será da gente sem você, não vai ter ninguém para me bater quando falo merda.

-É Só procurar sua mãe que ela faz isso por você.-Respondeu a Rosada rindo-.

-Nossa como você e má Sakura Chan.-Falou o Loiro fingindo estar magoado, Naruto estava noivo prestes a se casar já que sem querer acabou engravidando sua namorada, e agora o Pai dela estava o obrigando a se casar com a mesma, claro que o loiro não discutiu pois amava sua namorada e seria uma ótima idéia se casar com ela- Teme vai ficar triste em não ter a Sara aqui.

-Sasuke também vai ficar triste.-Disse Ino completando- Foda-se essa vida me leva junto Saky por favor.

-Cala a boca sua louca não posso te levar, você não pode deixar Sai para trás.-Falou a Rosada mostrando a língua para a amiga- Bom tenho que ir ou o avião me deixa para trás.

A mesma havia se despedido de seus Pais antes e de seu irmão mas velho, mesmo ambos sendo contra essa viagem como todos eram a rosada insistiu em ir, a rosada estava com a sua pequena no braços a pequena aparentava estar assustada pela movimentação daquele lugar.

--------

-Você veio, pensei que não iria vir.-Falou a Rosada vendo Sasuke todo suado por causa da correria para chegar ali no aeroporto a tempo-.

-Claro que eu ia vim, não podia deixar você e minha filha ir embora sem que eu me despedisse, eu não seria uma boa pessoa se fizesse isso.-Disse o Moreno dando um pequeno sorriso e pegando sua filha dos braços da Rosada- Princesinha vou sentir sua falta, nunca se esqueça que Papai te ama muito.

-Nossa que drama Sasuke, até parece que nunca mas vai ver a filha.-Falou a Rosada com uma gota no alto da cabeça-.

-Papa.-Disse Sara surpreendendo Sasuke que ficou super feliz em ver a sua filha o chamando de Papai, e Sakura se assustou pois aquela era a primeira palavra da sua filha, o problema era que estava muito sedo para que a mesma pudesse aprender a falar-.

-Não acredito que ela falou Papa.-Falou a Rosada em choque- Ela tem poucos meses nem devia estar falando.

-Isso e porque ela me ama, é esta vendo que vai ficar longe do Pai.-Disse o Moreno dando um beijo no topo da cabeça da filha-.

-É meio injusto isso, ela ficou na minha barriga por muitos meses e nem para a primeira palavra dela ser Mamãe, to magoada viu.-Falou a Rosada- Mas tudo bem a segunda palavra dela vai ser mamãe.

-Papa.-Sara chamou de novo o Pai-.

-Acho que a segunda palavra dela vai ser Papai também- Disse Sasuke rindo ao ver a cara de derrota da Rosada-.

-Não vou me abalar um dia ela ainda vai falar Mamãe.-Falou a Rosada meio que sonhando com esse dia-.

-Qualquer coisa que a Sara precisa, dinheiro qualquer coisa você me liga.-Disse o Moreno- Sempre vou ligar para saber dela, e se eu puder vou ir visitar você pelo menos uma vez a cada dois meses.

-Tudo bem Sasuke não se preocupe tanto.-Falou a Rosada- Se cuida além do mas minha filha não pode ficar sem Pai, cuide bem do Daisuke também vou sentir muita falta daquela coisinha.

-É de mim não vai sentir falta? –Perguntou o Moreno olhando para a Rosada que desviou o olhar-.

-Não vou lhe responder isso, me de a Sara temos que ir agora.-Respondeu a Rosada pegando a filha dos braços de Sasuke- Se cuida.

-Cuide bem da nossa filha, e se cuida também , vou sentir muita falta de vocês duas.-Falou o Moreno dando um sorriso triste- Então Adeus.

-Para esta se despedindo desse jeito? Não entendi o motivo do Adeus .-Disse a Rosada- Além do mas isso não e uma despedida, eu irei voltar o Maximo que você tem que dizer e Tchau.

-Então Tchau coisa rosada.-Falou o Moreno- Não esqueça que eu te amo.

-Já deu não e mesmo Uchiha.-Disse a Rosada rindo- Tchau, até qualquer hora.

Dito isso a Rosada se virou e começou a caminhar em direção ao portão de embarque, mas parou ao ser surpreendida por Sasuke que a abraçou por trás, a mesma pode sentir pela as fungadas de Sasuke que o mesmo estava chorando, a mesma se virou e o abraçou junto da sua pequena. Logo em seguida a mesma o soltou e foi embora para dentro do avião deixando o Moreno para trás. Sakura estava triste em ter que o deixar mas era melhor assim havia prometido para si mesma não ser magoada de novo. 

-Sei que seu coração ainda doí por tudo que fiz.-Falou o Moreno vendo ela longe- Quando você voltar irei provar de verdade o quanto estou arrependido e que te amo de verdade.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...