História Minha Mestiça - SasuSaku - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Contos, Naruto, Noivado, Romance, Sasusaku, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 802
Palavras 1.942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Canibalismo, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


ATENÇÃO UNICORNIOS

EU SEI QUE MUITOS DE VOCÊS VÃO ME ODIAR POR CAUSA DESTE CAPITULO POIS FAREI ALGO QUE VOCÊS NÃO VÃO GOSTAR, TENDO ESCRITO ISSO, BOA LEITURA!!

AMO VOCÊS <3

Capítulo 23 - Comigo


Fanfic / Fanfiction Minha Mestiça - SasuSaku - Capítulo 23 - Comigo

Senti meus olhos queimarem com a iluminação de onde eu estava e os fechei novamente, minha boca estava seca assim como minha garganta, tinha coisas coladas em meu braço esquerdo me dando um certo medo, olhei ao redor vendo o quarto branco apenas comigo dentro e os aparelhos medicos. Me sentei na cama devagar tentando raciocinar o que havia ocorrido, Hinata passou pela porta com um embrulho nos braços com um sorriso no rosto, minha ficha caiu junto com as lagrimas de meus olhos. 

_Olá mamãe. - ela se aproximou serena me entregando com cuidado o embrulho - É uma menina. - encarei a moreninha com as bochechas rosadas dormindo encantadoramente.

_Ela é minha. - sorri encostando nossas testas.

_Toda sua. - senti Hinata sentar na beirada da cama.

_E o Sasuke? - encarei sua feição que agora estava com um olhar de compaixão - Hinata, o Sasuke, onde ele está? 

_Está no quarto ao lado.

_Chame-o aqui. - abracei ainda mais minha filha.

_Sakura, ele não sabe quem é você. Sinto muito mas tudo aquilo ofendeu seu psicologico a ponto de fazer se esquecer das pessoas mais proximas a ele. - ela tomou minha filha de meus braços se levantando - Vou levá-la para Mikoto agora, tente dormir.

_O que? Não! Hinataaaa! MINHA FILHA! DEVOLVAAAAAAAAAAA! - ela atravessou a porta sumindo de minha vista.

Arranquei todos aqueles fios de mim e corri para a porta tentando abri-la, estava trancada. Comecei a gritar como louca mas a minha garganta seca não ajudava, bati, chutei até sentir o meu corpo enfraquecer e perceber a minha visão ficando turva, deslizei da porta até o chão em meio a lagrimas. 

_Sakura! - senti um impulso no meu corpo vendo Hinata em minha frente com minha filha nos braços - Você desmaiou. - comentou e um alivio invadiu o meu peito.

_Então tudo foi uma ilusão? 

_Saky, não. - ela exitou por um momento - Ele realmente não sabe quem é você e nem ninguém e não desmaie por favor. - mordeu o labio inferior esperando alguma ação de minha parte.

_Certo... - respirei fundo - É temporário? 

_Não sabemos ainda. - engoli uma bola que se formou em minha garganta - Mas você pode ir vê-lo. - Senti os adesivos sairem de mim e encarei uma enfermeira que mantinha a feição seria.

Bebi a água oferecida pela moça e saí do quarto vendo Hinata com minha filha sair atrás de mim, entrei no quarto e fechei a porta, quando virei Sasuke me olhava com os olhos opacos, respirei fundo e o medo tomou conta de mim, andei devagar até seu lado olhando meu proprio vestido branco.

_Sas..

_Quem é você? 

_S-sou a Sakura. - não conseguia olhar, não era o meu Sasuke que estava ali, ele era apenas uma casca vazia - Sua noiva e mãe de sua filha. - as lagrimas cairam e coloquei a mão na boca abafando os soluços.

_Você é linda, não chore. - me joguei em cima dele deixando-me chorar como uma criança.

_Sasuke, por favor, volta para mim, - pedi segurando seu rosto em minhas mãos encarando aquele olhos tão negros.

_Sasuke. - repetiu neutro.

_Eu amo você. - voltei ao abraçar e desta vez ele retribuiu o abraço com carinho.

*-*-*-*-*-*

UMA SEMANA DEPOIS..

Eu estava morando com dona Mikoto temporariamente pois estava dificil de estar só com Sasuke e Sarada, Sasuke não desgrudava de mim mesmo que não fizesse ou falasse nada ele estava na minha cola, Sarada é um anjo, apenas chora quando está com fome e passa muito tempo dormindo nos braços de Mikoto ou de Hinata. 

_Sasuke-kun pegue o sal. - pedi preparando o almoço.

_Sim. - ele saiu em direção ao armario, parecia uma criança - Aqui. - peguei o frasco despejando um pouco na panela e o devolvendo.

_O cheiro está ótimo, Sakura. - Itachi entrou na cozinha com as mãos nos bolsos olhando Sasuke guardar o sal - Como está o pirralho? - se aproximou ficando ao meu lado.

_Ele está bem, a recuperação da memoria está voltando aos poucos, ele já sabe alguns familiares e amigos. - sorri ainda mexendo a panela.

_E reconheceu você? 

_Não, ele sabe quem eu sou mas não lembra de nossa historia. - meu sorriso perdeu o humor.

_Deve estar sentindo falta de um homem. - tocou minha cintura e quando eu ia virar para afasta-lo sinto Sasuke me puxar me afastando de Itachi que arregalou os olhos assim como eu.

_Não toque em minha noiva. - falou serio me fazendo corar, senti o mesmo Sasuke do colégio me segurar.

_Parece que o instinto possessivo continua nele, bom vou saindo. - sorriu de canto se retirando do local, me virei para Sasuke vendo seu olhar serio.

Ele segurou minhas bochechas passando os polegares nelas que com certeza estavam vermelhas, meu coração me traia pulando como louco, nunca mais Sasuke tinha me olhado daquela forma desejosa, sempre com o olhar vazio para mim fazendo o que lhe era mandado como um robô sem sentimentos. Ele cerrou os olhos encarando minha boca que se abriu em um pequeno 'o' com a surpresa quando ele começou a aproximar o seu rosto do meu lentamente.

_Minha. - sussurrou e sua boca tomou a minha em um movimento rapido.

Gemi abafado abraçando seu pescoço com os braços sentindo ele me puxar para perto de si, minhas mãos invadiram seus cabelos negros aprofundando ainda mais o beijo que me deixava completamente sem reação e com o utero em festa, fiquei nas pontas dos pés para entrelaçar a minha lingua na dele, as duas dançavam em uma sicronia ousada e lenta. Me separei ofegante querendo ar e mais uma vez fui puxada sentindo ele violar minha boca com sua lingua me fazendo gemer e me arrepiar com seus toques em meu corpo que estava em chamas, eu precisava respirar segurei seus ombros com força sentindo minhas asas se abrirem e ele largar minha boca vermelha e melada com nossas salivas, ele riu, uma gargalhada gostosa e sem igual.

_Você está me usando para se divertir? - cruzei os braços e ele riu ainda mais me abraçando gostosamente, era tão bom senti-lo novamente perto de mim.

_Sakura, minha Sakura. - repetiu como uma criança.

O cheiro de queimado me fez despertar recolhendo as asas e desligando o fogo.

_Por sorte só pegou no fundo da panela. - suspirei aliviada vendo Sasuke sentar no balcão me olhando - O quê? - corei com a intensidade de seu olhar em mim.

_Hn. - virei tentando me concentrar no bendito almoço.

Depois de tudo pronto eu peguei minha pequenina que já chorava com fome, sentei no sofá e coloquei o seio para fora vendo a moreninha abocanhar com gosto, sorri. Sarada era exatamente o pai, cabelos negros e olhos como duas perolas negras, passei a mão por seus cabelos que eram muitos para um recem-nascido e por falar em seu pai la estava ele ao meu lado olhando atentamente Sarada se alimentar de meu leite materno.

_Sasuke eu já falei que é constrangedor você ficar olhando assim.. Ai! - olhei a morena que ainda mamava rapidamente, retirei sua foca vendo meu mamilo ferido com duas pontadas misturando meu leite e meu sangue - Meu Kami.. MIKOTO! - logo a morena estava a minha frente - Ela... Me mordeu. - mostrei o seio e a morena arregalou os olhos.

_Ora, ora. - Mikoto olhou Sarada - Você puxou ao seu pai. - sorriu - Não se preocupe Sakura, o Sasuke também fez isso, é como os bebês corvos se alimentam quando recem-nascidos. - encarei a moreninha que já dormia, cobri meu seio.

_Me surpreende ela já ter presinhas. 

_Nascem bem rapidas. - deduziu Mikoto tomando a neta de meus braços - Vão almoçar.

Peguei a mão de Sasuke e o levei para a cozinha, colocamos nossos pratos e comemos calmamente, estava tudo bem tirando o fato de meu noivo nem saber quem é ele mesmo direito, ele esta mantendo tudo sobre controle assim como sempre fez em todas as circustancias da sua vida. Passei o resto da tarde em meu quarto lendo alguns livros já que o colegial do submundo havia acabado para mim, escutei um movimento estranho na sala e desci deixando Sarada com Sasuke que brincava com as mãozinhas da pequena no berço, desci as escadas calmamente escutando a voz de Mikoto.

_Ino? - a loira se virou.

_Olá. - sorriu e eu continuei seria, não tinha mais raiva mas não ia fingir que nada aconteceu.

_O que faz aqui? 

_Ora, vim visitar meus amigos, minha viagem com Sai foi linda mas as noticias que eu recebia só estavam me deixando cada vez mais louca, estava preocupada. - se aproximou encarando as proprias mãos.

_Entendo. 

_Olá Sakura, como vai? - sorriu do modo estranho dele de sempre.

_Olá Sai, estou bem. - sorri o mais simpatica que consegui olhando a face palida do moreno não mudar nem por um segundo sequer, engoli em seco e voltei os olhos para Mikoto que estava nervosamente me olhando.

_Então é verdade que a Hina está gravida? - perguntou Ino animada.

_Sim, estou. - a morena entrou com Naruto todo sorridente e eu sorri junto pela minha amiga que com toda essa confusão quase não teve chances de nos dar a noticia que queriamos tanto receber - Boa tarde. - sorriu.

_Parabens. - a loira pulou nos braços de Hinata que meio sem jeito retribuiu.

_Obrigada. - se separaram e Hinata se aproximou de mim com Naruto ficando de frente para a loira assim como eu, Mikoto estava do meu lado esquerdo um pouco afastada mas ainda assim atenta a tudo.

_Bom parece que finalmente teremos uma coisa fofa para nos alegrar e ... - sua voz morreu olhando um ponto atrás de mim.

_Sakura. - era Sasuke com uma Sarada desajeitada no seu colo, eu ri da cena e peguei a pequena com cuidado - Quem é ela? - perguntou encarando Ino.

_Essa é Ino, uma antiga amiga sua. - falou Naruto olhando sorridente para o amigo - Ino desculpe, ele perdeu a memoria. 

_Sim, eu fiquei sabendo mas não sabia que tinha uma filha. - olhou o moreno ao seu lado - Por que não me contou, Sai?

_Achei que iria ser melhor ve pessoalmente. - falou por fim neutro.

_Sei. - fechou os olhos por algum momento - Posso segurá-la? - me olhou sorrindo.

_C-claro. - depois de muito pensar e olhar as pessoas ali ao meu redor eu resolvi dar minha filha nos braços da Yamanaka.

_Oh parece muito o pai. - seu sorriso era vazio e frio.

_Obrigada. - agradeci mantendo meus olhos fixos na minha menina.

_Que coisa fofa. - começou a balançar os braços em forma de mimo, ficou nisso uns cinco minutos com um sorriso estranho no rosto.

_Certo, devolva. - dei um passo a frente e ela recuou.

_Mas já? - sorriu ficando por trás de Sai.

Sem pensar Sasuke avançou sendo imobilizado por Sai que continuava neutro, eu fiquei estatica no local pois era minha filha que estava nos braços da loira e qualquer movimento não sabia do que ela era capaz.

_Ino, por favor. - pedi educada.

_Oh Saky só mais um minutinho. - rodopeou lentamente me olhando com os olhos de desafio.

Abri minhas asas olhando para Sai que segurava Sasuke, passei por ele rapidamente chutando suas costas fazendo Sasuke o segurar pelos braços, todos olhavam a cena com os rostos serios esperando o resultado de tudo aquilo, Mikoto mantinha a mão no peito olhando Sarada assim como eu.

_Ino, a devolva. - rugi e ela sorriu.


Notas Finais


Prox cap : AMANHÃ!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...