História Minha música favorita é você (Imagine Lay) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Lay, Sehun, Suho, Tao
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Comedia, Exo, Imagine, Kai, Kpop, Kyungsoo, Lay, Long Imagine, Romance, Sehun, Universo Alternativo, Vida Escolar, Zhang Yixing
Visualizações 352
Palavras 1.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - O Aniversário


Fanfic / Fanfiction Minha música favorita é você (Imagine Lay) - Capítulo 10 - O Aniversário

- Eotteohge naega umjigil su eopsge. Nal ooh ahh ooh ahh hage mandeureojwo .... Aish, por que diabos eu estou cantando Twice ?
 

Estou andando pelas ruas de Seul procurando algo que não seja muito caro e que o Lay possa gostar ou precisar
 

- Oh! - paro de frente pra uma vitrine onde vende vários acessórios masculinos - Essa é a loja!
 

Andei a loja inteira buscando algo que fosse a cara do Lay, mas por conhecê-lo a pouco tempo não sei exatamente do que ele gosta.
 

-Mas que fofo! - avisto um relógio de mesa em formato de gato de cor cinza metálico, o mais legal é que as orelhas mexiam de um lado para o outro de acordo com o passar dos segundos e quando despertava as orelhas tremiam. - Acho que já temos um presente legal !
 

Peguei o pequeno relógio de gato e pedi para embrulhar para presente. O Moço simpático fez um lindo embrulho numa caixa preta com um grande laço prata. A caixa cabia nas minhas duas pequenas mãos mas preferi carregar até lá numa sacola para não correr riscos de amassar ou outra coisa.
 

*hm.. será que eu compro um bolo? Nah, vai que ele já esteja com os amigos?... Mas e se ele não estiver ?  Vou pedir para entregar*
 

Vou até a padaria mais próxima e peço pra entregar um pequeno bolo na casa de Lay com os dizeres em cima "Happy B-day  (>°-° )> "
 

-É, esse bonequinho tá fofo. -Digo pra moça
 

Fui até o caixa pagar e aproveitei pra comprar um PEPERO porque deu vontade do nada.
 

Saio da padaria e pego o táxi. Não que o apartamento de Lay fosse longe mas eu estava cansada de tanto andar
 

(...)

Finalmente cheguei ao prédio onde Lay morava. Já era 7:00 da noite mas por estar um dia frio acabou escurecendo mais rápido.
 

Subi com toda a pressa do mundo pelo elevador com o estômago quase doendo de tanta ansiedade que estava de chegar lá e vê a cara de surpresa daquele lindo ser.
 

(Toc Toc toc) -Bati na porta e esperei por alguns segundos até a porta destrancar.

 

A porta se abre e eu pulo pra assustar Lay-  Ha!  -  Mas quem atendeu a porta não foi o Lay - SoJin?!? - a olho de cima a baixo
 

SoJin estava semi-nua. Seu batom vermelho um pouco borrado, cabelo bagunçado, lingerie branca com cinta liga e meia de renda 7/8 e seu salto vermelho sangue. Ela estava com uma taça de vinho na mão e parecia não estar totalmente sóbria.
 

- Posso ajudar? - Fala novamente com ar de superioridade me fazer querer arrancar os cabelos dela ali mesmo
 

- O que você está fazendo aqui? Não deveria estar se preparando para o seu vôo?  Cadê o Lay? - fico com mt raiva mas a vontade de chorar era maior
 

- Ele está ocupado - Diz olhando para trás - Você não deveria estar aqui agora mocinha - Ela continua - Você acha mesmo que vindo aqui vai conseguir alguma coisa com o Lay?  Quem é você comparada a mim?
 

- Do que você está falando? - Digo com olhos cheios de lágrimas por minha mente estar sendo influenciada por suas palavras e poder não poder bater nela
 

- Querida - Ela se aproxima e mexe no meu cabelo - Você esqueceu que eu sou mais velha do que você? Eu sei quando uma pobre criança gosta de alguém. Apenas vá embora.
 

- ESCUTA AQUI! - Levanto a voz para ela quando Lay aparece na porta
 

- (s/n)?
 

 Larguei a bolsa que estava o presente do Lay no chão e corri dali o mais rápido que pude antes que eu voasse nela.
 

Meu coração parecia que ia explodir. O pior de tudo era achar que aquela megéra tinha razão, que comparada a ela eu não sou nada.
 

Corri para um beco que tinha ao lado do prédio do Lay, precisava muito respirar um pouco.
 

- (s/n)!
 

  P.O.V LAY ON (antes de tudo acontecer )
 

*Hoje eu vou ficar em casa! É meu aniversário mas como eu acabei de fazer amizade com o pessoal seria estranho eu chamar eles para beber ou algo do tipo aqui em casa. Prefiro tirar um tempo pra jogar e dormir de tarde *
 

 Deitei no chão da sala e comecei a pensar na (s/n). Fico na dúvida se deveria ligar pra ela, afinal, ela é a pessoa mais próxima de mim e ultimamente eu tenho pensado muito mais que o normal nela.
 

Peguei no sono enquanto me perdia em pensamentos.
 

(Toc Toc Toc )
 

Abro os olhos, estou tão cansado que considero se devo abrir ou não, mas ainda sim insistem
 

(TOC TOC TOC )
 

- Já tô indo! Já tô indo! - Gritei enquanto ia até a porta - SoJin?  O que está fazendo aqui? O seu vôo não é hoje? - Dei espaço para ela entrar
 

- É hoje, mas você acha que eu esqueci do seu aniversário? - diz levantando uma sacola e uma garrafa de vinho
 

-Não precisava se preocupar com isso. Você sabe, não é?
 

-Sim, mas ainda assim eu quis- Diz colocando as coisas em cima da mesa e sentando no sofá cruzando as pernas de modo que encurtasse seu casaco fechado.
 

Depois de algumas horas conversando, bebendo e rindo ela parece  estar um pouco relaxada demais. Eu estava mais tranquilo, eu parecia ser fraco mas sou bem tolerante ao álcool.
 

- Por que tínhamos que terminar, hm? - Diz SoJin de forma manhosa
 

-Porque seguimos caminhos diferentes, não podemos parar nossas vidas ou seguir caminhos iguais por causa de alguém.
 

- Nossa, que coisa horrível de se dizer - Olha para o copo
 

- Você mesma me disse isso, eu concordei, você tinha razão.
 

- Eu estou levemente arrependida de ter dito isso- coloca o copo na mesa e se levanta
 

- Não deveria se arrepender, como eu disse você tinha razão, seguimos caminhos diferentes e... - Ela sobe em cima de mim e me beija - Ei!
 

- Eu me arrependi de ter terminado com você, todo esse tempo eu pensava em como teria sido se eu não tivesse ido embora - Ela tenta me beijar novamente mas eu desvio
 

- SoJin, já aconteceu! Não temos mais nada um com o outro. E saia de cima de mim porque você não está no seu juízo perfeito. - tento tirar ela do meu colo mas antes que eu fizesse algo ela abre seu casaco. Ela está apenas de lingerie branca e eu não estou gostado nada dessa situação.
 

Nesse momento eu só quero sair daqui e não paro de me sentir culpado. (S/n) veio na minha cabeça me fazendo me sentir mais culpado ainda - *Droga, por que ela está aparecendo na minha cabeça num momento desses? - Finalmente escapo dos beijos de SoJin  jogando ela no sofá
 

-Escuta! Olha, eu não sei se isso é coisa sua ou da bebida, mas quero deixar claro que eu não quero mais! Você vai embora agora e eu não quero isso novamente - viro as costas e vou em direção ao meu quarto
 

-Onde você vai? -Pergunta SoJin ainda jogada no sofá
 

- Pegar uma blusa pra você vestir. Assim que se vestir novamente você vai embora e vai pegar o seu vôo pra longe daqui - viro as costas  e vou para o quarto
 

* Cara o que foi isso? Ela nunca foi de fazer essas coisas. (s/n).. ainda quero saber parque eu pensei nela.*
 

Vou até o guarda roupa e pego uma blusa antiga que não uso mais, até que eu ouço gritaria na porta e vou até lá correndo ver.
 

-.. (s/n) ?
 

Ela joga algo no chão e corre. Eu tento ir atrás dela mas SoJin está na porta me bloqueando.
 

- Você não vai atrás dela, não é?
 

- Sim! Eu vou sim! E você - Entrego a blusa grosseiramente em sua mão - Você vai embora daqui agora! - Pegou a sacola que (s/n) deixou cair e vou atrás dela

 

*Droga! Por que ela teve de chegar logo naquela hora?  O que foi que SoJin disse a ela pra ela sair daquele jeito? Droga Sojin*
 

Corro pela rua até que avisto (s/n) encostada no beco chorando
 

- (s/n)!
 

 P.O.V LAY OFF
 

Lay grita meu nome e corre até mim
 

-Lay, eu - Eu ia dar continuidade mas fui interrompida por seus lábios calando os meus.
 

Ele me abraçou enquanto me beijava naquele beco escuro e apertado. Me pegou de surpresa mas senti que ia morrer a qualquer momento
 

- Me desculpa por aquilo! Eu juro que não fiz nada, ela só entrou lá e fez o que fez...
 

-Mas eu... -fui interrompida novamente
 

-Eu não gosto da SoJin, eu.... eu...- fiquei esperando sua resposta mas ele não conseguia dizer nada . Comecei a chorar mais ainda

 

- Ei - limpou uma lágrima que escorria do meu rosto - está chorando por que? (S/n) eu finalmente descobri que eu gosto de você. Então, por favor, não corra mais daquele jeito.
 

-Não vou- Disse enquanto o encarava.
 

Lay estava com a respiração ofegante, provavelmente por ele ter corrido atrás de mim. Ele colocava o braço esquerdo na parede e a mão direita no meu rosto impedindo minha saída e impedindo desvio de olhar.
 

-(s/n) - me chamou olhando pra baixo - me desculpa por isso

 

(FIM CAP 10)


Notas Finais


Finalmente neh? Kkk asdorom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...