História Minha Nerd Perfeita - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe, Zeref
Tags Colegial, Gale, Gruvia, Jerza, Nalu, Romance, Zervis
Visualizações 1.615
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


FIC NOVA HUHU! De novo nalu eeeee, então aproveitem a leitura

Capítulo 1 - Prólogo: Primeiro dia de aula


Fanfic / Fanfiction Minha Nerd Perfeita - Capítulo 1 - Prólogo: Primeiro dia de aula

Mamãe... Mãe olha pra mim... Não fecha os olhos... Fica comigo mãe, por favor... MÃEEE.

- MÃEEEEE - eu acordo em sobressalto, estava suando frio, minha respiração estava descompassado, o mesmo sonho, não, aquilo não era um sonho, eram lembranças daquele dia.

- Lucy, querida está tudo bem - assim que olho para o lado vejo meu avô Macarov parado na porta, ele me olhava com preocupação. 

- Que grito foi esse?- atrás dele vinha meu primo Loki.

- Não se preocupem comigo, eu estou bem podem voltar a dormir, foi apenas um sonho ruim - digo balançando a mão freneticamente não queria que eles se preocupassem comigo. 

- Bom, se você diz- o vovô disse e se dirigiu á porta - mas, qualquer coisa não pense duas vezes em ir ao meu quarto - e saiu.

- Não foi apenas um sonho não é mesmo? - meu primo fala vindo em minha direção e sentando-se do meu lado na cama, eu apenas abraço meus joelhos - Foi outra lembrança não é mesmo? - eu balanço a cabeça em sim e ele me dá um abraço e começa a acariciar minha cabeça-Eu também tenho essas lembranças às vezes, você tinha apenas cinco anos quando tudo aquilo aconteceu é normal que fique assustada - meu primo é um ano mais velho que eu, ele tinha seis anos e eu cinco quando aquilo aconteceu - eu só peço que evite pensar muito sobre isso, ok? - aceno a cabeça novamente - agora trate de dormir, pois amanhã é seu primeiro dia de aula no ultimo ano do colegial, boa noite priminha - ele deposita um beijo no meio da minha testa e sai do quarto. Verdade amanhã é o primeiro dia de aula, eu já estou no último ano do colegial, próximo ano eu já entro na faculdade, vou fazer medicina como minha mãe queria. Eu não estou tão animada assim para amanhã, eu não tenho muitos amigos, para falar a verdade eu não tenho nenhum amigo lá, eu sou apenas a nerd que todos odeiam, eu sempre me esforcei para poder conseguir realizar o sonho de minha mãe de me tornar pediatra.

Acordei um pouco mais cedo do que o costume, eu não tive mais aquele sonho está noite o que é bom, eu levanto da cama e faço minha higiene matinal. Assim que saio do banheiro vou até meu guarda roupa e pego o meu uniforme e visto o mesmo, logo depois de me vestir eu amarro meus cabelos em dois rabos de cavalos e coloco meus óculos, termino de me arrumar e pego minhas coisas e desço para tomar o café da manhã, logo que desço as escadas e chego à cozinha noto que apenas o Loki está lá.

- Cadê o vovô? – pergunto mesmo sabendo onde ele deve estar.

- Ele tem que sair mais cedo lembra? – vovô é diretor do colégio Fairy Tail, o mesmo na qual eu estudo - venha comer antes que esfrie - ele diz ao mesmo tempo em que coloca um pedaço de panqueca no meu prato, eu me sento e começo a comer, embora o caminho daqui de casa até a escola não seja tão grande eu sempre como rápido, meu primo sempre me pergunta como é que eu não engordo, termino de comer e pego minha bolsa e saio rumo à escola. Eu sempre gosto de sair um pouco mais cedo, pois dá tempo de passar pelo parque que eu e mamãe costumávamos passear, o parque fica na metade do caminho para o colégio então não tem problemas de eu ir e acabar tendo que pegar outro caminho, assim que entro no parque vou para a área que tem vários tipos de flores, eu sigo a pequena trilha de pedras brancas que leva até lá, mas assim que eu entro naquela área vejo os cabelos róseos que tanto me atormentam, o que ele está fazendo nesse lugar? Antes que ele se virasse me escondi atrás de uma árvore que estava do meu lado, só espero que ele não tenha me visto, prendo minha respiração e vejo-o passar reto pela árvore, dessa vez tive sorte, resolvo não ficar muito tempo aqui hoje e vou direto para a escola.

Assim que chego noto que não veio muita gente ainda e resolvo ver em que sala eu caí, por onde eu passava as pessoas me ignoravam, a única coisa que eu posso fazer é manter a cabeça baixa, eu já estou acostumada com isso, então apenas sigo meu caminho. Assim que chego ao quadro de avisos procuro pelo meu nome, fico procurando por um tempo até que finalmente acho sala 3-B, e assim que olho para os nomes que estavam mais abaixo vejo que infelizmente o nome dele está nela, mais uma vez estamos juntos, minha sorte que esse é o nosso último ano. Vou andando tranquilamente até a sala me perguntando qual pegadinha ele irá aprontar agora, assim que chego à porta da sala eu a abro lentamente e vejo que não caiu nada, sorte a minha assim que eu entro acabo tropeçando com meu pé em uma linha e caba caindo um pacote de farinha com ovo na minha cabeça, por que isso não me surpreende?

- HAHAHAHAHAHAHAHA, se diz a mais inteligente mais todo ano cai na mesma pegadinha - quem dizia isso era Gray Fullbuster, um dos amigos do meu arquiinimigo Natsu Dragneel.

Não vou chorar, não vou chorar, minhas lágrimas estavam inundando os meus olhos, não, eu não podia quebrar a promessa que fiz a mim mesma.

- Olha só - Gajeel Redfox, outro amigo do Natsu estava falando - parece que ela vai chorar, por que não vai correndo chorar no banheiro em? - dizia em tom de deboche, a única coisa que fiz foi levantar o meu rosto e dar um sorriso.

- Bom dia - eu não podia chorar na frente deles, fui em direção à certeira que eu sempre me sentei no caso à penúltima da fila ao lado da janela, Natsu senta atrás de mim em quanto Gray se senta na carteira ao lado dele e Gajeel do meu lado, assim que deixo meus materiais lá saio da sala rumo ao vestiário, assim que entro vou em direção ao meu armário de educação física e pego a minha roupa de sobra, me limpo e troco de roupa e deixo a suja dentro do armário, assim que saí um dos professores estava avisando que todos deveriam ir ao auditório para a cerimônia de boas vindas, eu me dirijo até lá e assim que chego procuro um lugar para me sentar e esperar.

Não demorou muito tempo até que o vovô subisse e fizesse seu anual discurso de boas vindas, eu sou sempre a única que presta atenção em cada palavra do que ele diz, os outros fazem qualquer coisa para não prestarem atenção, normalmente às aulas do primeiro dia é apenas para os professores se apresentarem aos alunos novos e os alunos novos se apresentarem a turma, mas dessa vez não tivemos nenhum aluno novo então tivemos aulas normais, embora eu seja uma aluna exemplar, durante o dia uma coisa não saia da minha cabeça: o que Natsu estava fazendo no canteiro de flores do parque?

 

 


Notas Finais


então é isso e até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...