História Minha nerd preferida. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce, Magia, Revelaçoes, Romance
Visualizações 19
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas, como estão ? Eu vou logo dizendo não vão pensar que o Max que começou o beijo aí da imagem Por quê ele é o mais inocente nesse capítulo. Boa leitura ♡.

Capítulo 6 - A paixão de Cassy.


Fanfic / Fanfiction Minha nerd preferida. - Capítulo 6 - A paixão de Cassy.

*Aeroporto de Ashton*

(Respirei fundo muito animado.)

Ashton eu voltei, depois de seis meses fora. Mal posso esperar para rever a Lydia e o Max, espero que estejam bem.

Olá.

Hum? Ah! Oi, quem é você ?

Me chamo Nathaly, sou uma "amiga" do seu irmão.

Nathaly é  ?

Sim.

Então você é ela ? O Max fala muito sobre você.

É-é mesmo ? (Estou super corada.)

Sim, e falando nele onde ele está ?

Bem... Acho que sua mãe já deve ter lhe informado sobre o acidente dele não é ?

Ah! Sim, ela me disse. Mas eu pensei que ele sairia hoje do hospital.

Sim, ele vai sair hoje. Mas eu achei melhor ele nos esperar no hospital.

Ah! Então tudo bem.

(Fomos de táxi até o hospital. Quando chegamos lá, fomos direto para o quarto do Max.)

MAX!!

HARRY!! (Nos abraçamos.) A quanto tempo mano.

Sim, e até que não foi tão ruim assim ficar longe de você.

Ei. Você está dizendo que não sentiu falta do seu irmão gêmeo ?

Bobo, claro que senti. Mas diz aí (Ele se aproximou de mim e cochichou no meu ouvido.) Você está namorando com a Nathaly ?

O-o quê ? Bem...ainda não mas já nos beijamos, e quando eu estava prestes a pedi-la em namoro, eu desmaiei.

Putz.

Pois é.

Beleza, então vamos logo para casa.

Ok.

(Assim que chegamos em casa fomos para o meu quarto e começamos a conversar.)

Então, Harry.

O que ?

Você vai voltar para a escola ?

Sim, ficarei com você na mesma turma.

Que massa. Mas...e a Lydia ? Ela já sabe que você está aqui ?

Sim.

Então *bocejo* aaaa. Estou com muito sono, e amanhã temos aula, é melhor irmos dormi.

Verdade, eu também estou cansado da viagem. Boa noite, Max.

Boa noite, Harry.

*Na manhã seguinte*

TRIMMM TRIMMM TRIMMM

Arg!

TRIMMM TRIMMM TRIMMM

QUE MERDA DE DESPERTADOR!!! EU JÁ OUVI!!

Max você está louco ? *Bocejo* Eu acordei com você gritando.

Desculpa. Nunca tive paciência com esse despertador.

Haha. Pera aí... Você está sentindo esse cheiro ? 

Você também sentiu ? Pensei que era coisa da minha cabeça.

Tem cheiro de...

Max e Harry - OVOS COM BEICON.

Mas espera aí - Disse Max um tanto surpreso. Se nos dois estamos aqui em cima...quem tá cozinhando ?

(Descemos o mais rápido que pudemos. Assim que chegamos na cozinha uma pessoa estava lá.)

Lydia ?

HARRY. (Ela me abraçou ou melhor esmagou.) Eu estava com tanta saudade.

Lydia e-eu não co-consigo respirar.

Desculpe.

Oi Lydia.

Ah! Oi Max. Como você está? 

Melhor agora. Obrigado.

(Sorri.)

Mas... Lydia como você entrou aqui ? 

O Harry me deu uma chave extra. Pra no caso de algo acontecer e eu precisar cuidar da casa pra vocês.

COMO É QUE VOCÊ NÃO ME CONTA ISSO ? CARAMBA.

Desculpa, eu tinha esquecido.

Arg! Vou tomar banho.

Ok.

(Fui para o banheiro tomei um longo banho e depois fui atrás de algumas roupas.) Vejamos. Blusa preta, casaco quadriculado preto e vermelho, minha calsa azul, alstar preto e por último mas não menos importante meu colar que meu pai me deu quando eu era apenas uma criança. (Herry e eu perdemos nosso pai quando éramos crianças. Antes dele falecer ele deu algo de especial para cada filho. Harry ficou com um bracelete muito bonito, que meu pai dizia que trazia sorte. Então Harry nunca tira seu bracelete que está intacto até hoje. O meu presente foi este colar. Desde que era criança sempre gostei de música e meu pai sabia muito bem disso, foi ele quem me ensinou a tocar violão. Então como ele sabia da minha paixão pela música ele me deu este colar, que tem um pingente com a clave de Sol *se você não sabe o que é a clave de Sol, ela é aquela nota mais comum de todas é só pesquisar*)

(Assim que terminei de me arrumar, fui para a cozinha, tomei meu café bem rápido e fui para a escola.)

Já estou indo Harry e Lydia. Encontro vocês na escola.

Ta bom até depois.

Até depois.

*Cassy*

(Lydia está demorando muito, espero que ela esteja bem.)

(Fiquei sentada no banco no Jardim da escola.)

Está esperando a Lydia ?

Hã? Ah! É você loira.

Sim, sou eu. 

É estou esperando a Lydia.

Hum.. Acho que ela vai demorar hoje.

Por quê loira ?

Harry voltou para Ashton.

O quê ? Harry voltou ?

Sim.

Quando ?

Ontem há tarde.

Então Lydia vai demorar mesmo. Então acho melhor eu ir.

Tchau.

Tchau loira.

*Nathaly*

(As vezes a Cassy consegue ser legal.)

Oi Naty.

Hã? Max!! (Fui em sua direção.)

Oi é a....hum (Antes que eu pudesse comprimenta-la ela me beijou.)

Calma aí loirinha, quer me matar do coração? 

Haha. Desculpe. Mas e aí ? Como foi seu reencontro com seu irmão? 

Foi divertido. Ele é muito legal, e fazia tempo que não conversáva-mos tanto assim.

Que bom. Vamos pra sala ?

Sim, vamos.

*Cassy*

(As aulas terminaram, então Lydia e eu fomos para o porão ensaiar. )

Cassy eu vou precisar ir cedo hoje.

Tudo bem. Vai matar a saudade do seu namorado. (Sorri para ela.)

Obrigada Cassy. Prometo que amanhã nos vamos ensaiar até tarde. Até amanhã.

Até. (Depois que a Lydia saiu, eu fiquei ensaiando sozinha por umas duas horas. Então resolvi ir embora porém...)

*Bocejo* aaaa. Estou exausta tenho ir logo pra casa, aqui esfriou e eu também já estou com fome. (Me aproximei da porta e tentei abri-la mas...)

Hã? A porta enterrou ? E AGORA?  SOCORRO, SOCORRO. ALGUÉM? 

Arg! Não adianta já são 22:57 todos já foram embora. Mas... e se ainda tiver alguém? 

SOCORRO ME AJUDEM. TEM ALGUÉM AÍ?  SOCORRO. (Fiquei gritando por mais ou menos meia hora, mas ninguém respondeu.) 

So-socorro. (Não aguentei e desmaiei. Depois de alguns minutos eu acho, um alto barulho ecoou naquele porão apertado, e então alguém me pegou em seus braços e me tirou de lá. Eu acabei adormecendo e quando acordei... )

Hum...hum? O-onde estou ? Essa cama... não é minha... esse quarto também não. Onde estou ? (Examinei o quarto inteiro mas não conseguia decifrar de quem era, até que eu olhei para o chão. Max estava lá, deitado em uma cama emprovisada. Quando olhei para mim mesma pude ver que estava com o casaco que ele usou para ir a escola.)

M-Max. Vo-você me salvou ? (Fiquei o olhando por um longo tempo. E então saí de cima da sua cama bem devagar, para que ele não acordasse. Então cheguei mais perto dele e susurrei.)

Você é tão gentil e bonito. Obrigada por me salvar. (Então dormindo ele sorriu. Meu coração começou a palpitar e aí comecei a ter certeza do que sentia pelo Max. Eu... eu o amo.)

(Não consegui me controlar, e fui chegando cada vez mais e mais perto, até que fiquei em cima dele e o beijei. O beijei como se minha vida dependesse disso. E sabe aquele foi o melhor beijo da minha vida.)

Continua...

 

 

 


Notas Finais


Por favor pessoas, eu pesso que vocês não fiquem com raiva nem de mim, nem da Cassy e muito menos do Max por quê ele é o mais inocente nesse capítulo. Mas e aí ? Vocês gostaram ? Pois eu achei esse capítulo um dos melhores por causa da "descoberta" da Cassy. Bjs até o próximo capítulo ♡.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...