História Minha Noiva É Um Cara - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Crossdresser, Lemon, Taekook, Texting, Vkook, Yaoi, Yoonseok
Exibições 485
Palavras 1.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


LESGOU LERIGOU FERINHAS? NA BOA TIOZÃO?

BEM VINDOS AO ÚLTIMO CAPÍTULO!

Capítulo 13 - 13. Yoongi Kawaii Desu


Viado pensa numa pessoa que só não dormiu melhor porque não tava na cama do Jay Park. Agora multiplica e pá! Sou eu. Acordei agarradinho com o mozão, os dois todo grudento e cheio de, é isso aí mesmo, cheios de líquidos corporais do Hobi pra deixar claro porque né eu gozei na camisinha de uva. SÓ QUE o filho da mãe não acorda por nada e eu quero ir no shopping ainda bro.

Tá ligado naquelas cenas clichê que a mina acorda o cara chupando ele? É exatamente o que eu não vou fazer.

Rodei pelo quarto atrás de uma folha de papel e quando achei enrolei como se fosse um cone e coloquei perto da boca e rente ao seu ouvido. Sorri igual ao tio Jeff e respirei fundo para dar aquela limpada nos pulmões.

- JUNG HOSEOK ACORDA PRA CUSPIR PORRA! - Berrei em seu ouvido e vi o mozão tomar o susto do século enquanto caía da cama todo peladinho com aquela bunda gostosa virada pra cima. - Oi mô.

- Cuspir porra? Quê? Por que gritou? Caralho Yoongi por que me acordou assim? E que merda você fez comigo? - Inclinei a cabeça igual um gatinho confuso tentando entender as perguntas do moreno. Hoseok mau-humorado-porém-gostoso-e-de-pau-duro levantou do chão e se jogou na cama, sem a menor intensão de esconder sua ereção matinal. Ih a lá maluco, rimou.

- Te acordei assim porque tentei de tudo e você parecia morto. - Falei manso beijando suas bochechas e pescoço. - E o que eu fiz foi o mesmo que você queria fazer comigo. Agora vamos logo tomar banho e se arrumar pra ir no shopping!

Ele resmungou igual um walker e foi pro closet pegar roupa provavelmente. Fiquei olhando ele ir pro banheiro ainda resmungando e depois fui lá pegar roupa também. No entanto, entretanto, toda vida, contudo, porém, eu não fui pegar vestidinho mamãe sou mocinha, peguei uma calça jeans clara meio apocalipse zumbi, ou seja rasgada, e uma blusa preta com estampa do 2pac. Hoseok usa esse tipo de roupa?

Baguncei meu cabelo de um jeito arrrumado (quê?) E saí procurando um boné. E não é que achei? Esse era preto com a aba e o fecho azul claro.

Sentei na cama e esperei Hobi sair do banheiro para entrar.

[...]

- Caralho não sei o que me impressiona mais: minhas roupas antigas ainda existirem ou o fato de que você é gostoso em qualquer gênero. - Hoseok tinha a boca aberta em espanto e eu acabei rindo disso. Selei nossos lábios e abrimos a porta do quarto.

O mozão vinha logo atrás de mim, provavelmente para ficar encarando minha falta de bunda nessa jeans apertada. Senti seus braços em minha cintura e sorri ainda andando. Descer as escadas é que foi zoado, ele não queria me soltar então descemos assim mesmo, quase caindo. Ao chegar na cozinha pude ouvir Jimin reclamando de algo e meu irmão resmungar alguma coisa, rabugento da porra. Assim que pisamos no cômodo JaeGi quase morreu engasgado com o vento e Jimin ficou com a maior cara de pastel do ano, um pastel bochechudo.

- Oi? Quê? Perdi alguma coisa? - Jimin indagou olhando de mim para meu irmão, os olhos arregalados. - Alguém me explica?

Sentamos na mesa e depois de explicar mil vezes Jimin entendeu, coitado minha beleza apagou os neurônios dele durante minha explicação.

- Então você sempre foi homem? Com um pau e duas bolas?

- Não, com dois paus e uma bola. - Hoseok resmungou mas o irmão ouviu e fechou a cara.

- Finge de égua que o cavalo te come Hoseok. - Jimin disse cínico.

- Já comeu. - O mozão retrucou e só depois de ver minha expressão maliciosa que ele se deu conta da má nota. - Q-quer d-dizer... E-Eu...

- TÁ DE ZOAS? - Jimin berrou. - Sério que eu vivi pra ver Jung Hoseok dando o rabo? Tu deu pro Yoongi, hyung?

- Que tal mudar de assunto?

- Deu mesmo! - o sofredor de nanismo riu batendo as mãos na mesa e JaeGi apenas nos ignorava comendo seu paozinho com requeijão.

[...]

Hobi parecia um búfalo com a cara fechada e bufando toda hora, já era a quinta vez que eu entrava numa loja e não gostava de nada. Dei um tempo e resolvi puxar ele pra uma fotínea básica. Ele me abraçou e sorriu para a câmera antes de eu tocar na tela tirando a foto. Coloquei a legenda ''Passeio com o maridinho'' no Instagram e torci pra ninguém vir me criticar por agora estar vestido como um homem, se alguém falar merda é simples: canavial de rola no cu de geral.

- Opa loja de skatista sempre tem roupa boa. - falei e puxei o moreno comigo. A cada prateleira e arara era uma peça que eu pegava. Depois de uma hora eu tinha provado tudo e estava cheio de sacolas coloridas. Fomos pra praça de alimentação e eu lembrei de uma coisa importante.

- Como seu pai vai reagir?

- Ele não liga, mas pode ficar puto por ter sido enganado. - Ele deu de ombros e depois uma puta mordida no hambúrguer. Até comendo esse filho da puta é bonito, qual foi a coisa boa que eu fiz pra merecer esse tesão em forma de homem na minha vida? Ah é, casei virgem. - O milk shake vai ficar quente amor, para de me admirar e bebe.

Corei com sua fala e abaixei a cabeça. ISSO AE MESMO PARÇA MI-JUNG YOONGI COROU!

- Que gracinha, você ficou envergonhado. Yoongi kawaii desu. - Ele apertou minhas bochechas e eu sei um tapa nele, ainda envergonhado. - Para de corar assim antes que eu queira te foder aqui mesmo.

- Para Hobi! - virei a cara e enfiei o canudinho na boca tomando meu milk shake de flocos.

- Qual nosso próximo destino depois do shopping? - Ele perguntou mordendo uma batata frita.

- Vamos pedir pro Taehyung trazer o JaeGi e nos levar pra casa da minha mãe.

- Pra quê?

[...]

Taehyung dirigia claramente sem vontade, já que era sua folga e eu insisti que ele viesse junto (pra caso o bang fique louco ele ligar pro Kookie). Quando chegamos na minha antiga casa eu me senti nostálgico e um pouco nervoso sei-lá-porque. Tocamos a campainha e minha mãe atendeu, ela vestia uma roupa elegante e os cabelos tinham cachos soltos e bonitos.

- Yoongi? Por que está vestida assim? Jae? O que está acontecendo aqui?

- Mãe, você sabe que eu sou um garoto e nós precisamos conversar. - Falei sério e ela assentiu nos deixando entrar. Sentamos no sofá de frente para sua poltrona vermelha de perua.

- Então, sobre o que é essa conversa? - Ele indagou, os olhos maquiados me fitando de uma forma que nunca vi antes.

- Por que você me vestia de mulher? 


Notas Finais


ABAIXEM AS ARMAS
Tem epílogo e bônus vkook

**corri**

Xau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...