História Minha nova irmã (Norminah , G!P) - Capítulo 112


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Dinah, Normani, Normimah, Siope, Trolly, Veronica Iglesias, Zandaya
Visualizações 476
Palavras 1.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


💔💔💔💔💔

Capítulo 112 - Tensão


Fanfic / Fanfiction Minha nova irmã (Norminah , G!P) - Capítulo 112 - Tensão


Hope

Tinha 30 minutos que a Allycia havia saído da sala e não tinha voltado. Vocês já poderiam imaginar o quão inquieta e nervosa eu estava , não é? Pois é. O Bryce , a uns minutos atrás , tinha falado para me acalmar , pois ela voltaria , só que agora , até ele está nervoso. 

-Professor...- o chamo de mãos levantadas e ele me olha esperando a pergunta - Posso ir ao banheiro? 

-Não posso lhe liberar , querida. A sua colega de classe não voltou até agora - ele explica calmamente e eu assinto "compreensível".

Que droga! - bufo irritada. 

-Aonde ela deve está ? - Bryce sussurra em meu ouvido , pois estava trás de mim. 

-Isso que eu quero saber - começo a bater o lápis freneticamente em meu caderno. 


Dinah


-Camila, no meu horario de trabalho? - me jogo para trás em minha cadeira giratório. 

-Nossa , Cheechee! - ela faz um bico se aproximando e sentando de um lado da minha coxa. 

-Desculpa - dou um beijinho em seu biquinho - Então...o que faz aqui? Cadê Ally e Zandaya? Geralmente o esquadrão todo vem resolver o problema. 

-Ally está operando a barriga de um cachorro e a Zandaya em um sessão de fotos. Eu não quis esperar elas e vim sozinha falar com a minha China - a garota diz meiga rodeando os braços em meu pescoço

-Awn gente , "ti bunitinha" - faço uma voz de criança que logo nos provoca uma risadinha - Pode falar , meu anjo , o que deseja. 

-Saber o que está acontecendo entre a Mani e você. - ela fala me fazendo suspirar triste - Cheechee, não adianta mentir para mim , pois eu sei que está acontecendo alguma coisa , só que você não quer me falar.

-O Liam veio conversar comigo a mesma coisa hoje de manhã. A gente está em uma crise muito séria , só para constar. A Mani anda trabalhando demais e não quer mais me dar atenção. Eu surtei , fiz um escândalo e falei muita merda que não devia. Eu fiz ela chorar e eu acabei chorando também, porque meu câncer no mapa não permite friezas. A verdade é que já estamos nessa crise a semanas e está difícil. Tem três  meses que a ManManz não abre o parquinho e eu ... - olho para o lado e para o outro vendo se não tem alguém. Me apróximo mais de Camila - Eu preciso transar , está difícil. - sussurro a última parte.

-Então ela não está dando conta , é isso? - ela pergunta tentando entender e eu nego

-A Mani dá conta do recado , ô se dá - dou uma leve abanada só de pensar - Mas , ultimamente ela não anda comparecendo e isso ferra o meu psicológico. Eu estou tomando uma raiva daquele restaurante. Ele está sugando ela de mim. E para piorar tem mais uma coisa. - mordo o lábio inferior com agonia.

-Que coisa? 

-Eu tenho um... admirador secreto. - digo e ela fica me encarando estática. 

-Admirador secreto? - ela pergunta praticamente berrando e eu assinto. Ela começa a rir e eu fico a encarando séria - Ai meu Deus! Isso é sério? - ela coloca a mão na boca com cara de assustada.

-É , isso é muito sério , Karla. Eu queria que fosse mentira , mas não é. Isso é tão anos 50 e brega, eu sei.  Ele me mandou uma carta , caixa de bombons e flores, coisas clichês que me deixa louca. Ele disse várias palavras bonitas e disse que quer me encontrar essa noite.  - eu mordo meu dedo indicador. 

-Já pensou na possibilidade de ser a Mani? 

-Não , né Camila? Eu conheço a letra da minha mulher , pelo amor de Deus. 

-China, é melhor você não ir , pode dar uma merda federal , se a Normani souber que você está indo se encontrar com macho por aí .

-Eu tenho que ir e saber o que essa pessoa quer comigo. 

-Te comer ?

-Por que você acha isso?

-Querida, todo mundo quer te comer. Se bobear , até eu estou querendo. Já se olhou no espelho, meu anjo ? Só quem não quer comer , tem demência. - ela diz óbvia. 

-Ai para de inflar meu ego , que não é nem um pouco baixo. Eu vou levar minha arma na bolsa , se ele tentar alguma coisa , eu mato. - falo decidida.

-Ai irmãzinha , não sei não , heim - Camila roe as unhas aflita

-Tem tudo para dar errado , mas tem tudo para dar certo também. Vai que é gata ou gato - começo a brincar rindo.

-Você vai trair a Mani , Dinah Jane? -ela me pergunta séria , colocando as mãos na cintura e me olhando como se eu fosse demente.

-Não , Camila! Pelo amor de Deus! -falo desesperada - Isso nem passou pela minha cabeça. Está louca? Eu sou fiel a minha mulher. Nem que eu fique que nem o Troy  , eu seria capaz de traí-la.

-Que nem o Troy? 

-Isso! Sem trepar a 10 anos - digo e rimos feito idiotas - Tadinho do meu amigo. Vamos baixar algum aplicativo de relacionamento para ele e caçar algum namorado, pois a situação está crítica.

-Nem fale.


Hope.


-Allycia , como não aconteceu nada? Agora são cinco horas da tarde e você está com esse capuz desde a escola. Nós viemos o caminho todo em silêncio e agora você quer ir embora como se não tivesse acontecido nada. 

-Já disse , não aconteceu nada - ela cruza os braços olhando para baixo. 

-Olha no meu olho e diz que não aconteceu nada. - peço já sem paciência alguma. 

-Eu..eu não consigo - ela fecha os olhos ainda de cabeça baixa. 

-Allycia , tira esse casaco agora. - eu falo séria e ela continua de olhos fechados e cabeça baixa. 

-Hope , deixa eu ir embora , por favor - a garota pede. 

-Tira o casaco. 

-Não, mas é que...

-Allycia, o casaco agora - eu continuo insistindo e à contra gosto ela vai tirando devagar. Depois que ela tira por completo , eu quase tenho um troço e caio para trás - Meu Deus, Lycia! O que houve com você? - pergunto assustada analisando as marcas roxas, os hematomas e arranhados. 

-É... não foi nada , eu só caí e me ralei , nada demais.

-Não! Não é possível que você só tenha caído. O que aconteceu com você, Lycia? Eu sou sua amiga e você pode confiar em mim - me sento em minha cama e bato de lado para ela sentar. Demora um tempo , mas ela senta - O que houve naquele banheiro? Te bateram ? - pergunto e ela assente fitando o chão. Eu já suspiro irritada , mas mantenho a calma - Te tocaram de um jeito diferente? - pergunto e ela continua assentindo - Te abrigaram a fazer algo que você não queria? - pergunto e novamente ela assente - Fizeram alguma outra coisa? 

-Pegaram meu dinheiro , mas isso não é nem um terço do que...

-Do que...?

-Do que me fizeram...- ela deixa algumas lágrimas caírem. 

-Isso não vai ficar assim! - levanto dá minha cama bruscamente , saíndo do quarto para ela não perceber que eu também chorava. 

-Hope , não conta para ninguém! - ela pede vindo atrás de mim correndo.

-Não dá , Allycia! - eu grito para ela fungando por conta do chora - Só de pensar que alguém te fez mal , eu já fico maluca - digo descendo as escadas , sendo seguida por ela. 

-Se você realmente for minha amiga , você não vai contar! - ela grita de volta. 

-Eu vou contar , justamente por isso eu sou sua amiga. 

-Eles não podem saber - ela limpa mais algumas lágrimas com as costas das mãos.

-Saber o quê? - minha mãe Dinah pergunta , nos fazendo olhar para frente e dar de cara com todo mundo na sala - Fala gente , contar o quê? Primeiro : Por que estão chorando? Segundo: O que não podem nos contar. E terceiro: O que é isso espalhado pelo seu corpo , Allycia? 


Notas Finais


Puta merda , heim! Agora fodeu e vocês vão ficar curiosos , pois só tem capítulo amanhã e esse capítulo foi curto de propósito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...