História Minha Nova Vida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Guteus, Portugal, Romance Gay, Universo Meia-noite
Exibições 11
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá olá. Os capítulos vão aumentar o tempo para postagem de cada um. Eu to em época de provas e em um relacionamento (spoiles alert)



Voilà

Capítulo 8 - Feriadão - Parte Final


  Ficamos naquela posição perfeita por um bom tempo até o filme acabar e eu escolher outro. Voltei para o sofá e abracei ele de novo, ficamos por mais tempo mas era muito tarde. Saímos da casa de Anaís deixando ela com seu namorado. Eu e Mateus ficamos na frente da casa dela esperando por Bleu que tinha ido encontrar sua garota.

  - Então, tá tudo bem contigo? - ele tenta puxar assunto.

  - Tudo ué, e contigo?

  - Tudo sim! - ele desvia o olho para meus lábios.

  - Vamos descer e procurar por Bleu?

  - Vamos!

  Descemos por uma rua escura. Passou meu braço esquerdo por seus ombros enquanto andávamos.

  - Isso é estranho, é engraçado!

  - Ue por quê? - Tirei meu braço e o coloquei em sua cintura. Ele tirou meu braço e continuamos andando. Chegamos na rua de baixo e não encontramos nenhum sinal de Bleu.

  Voltamos por uma rua diferente e encontramos Bleu na frente da casa de Anaís.

  - Eu dei muita beijocas!

  - Sua louca, onde estava?

  - Atrás da casa de gás, era escuro lá! E vocês?

  - Estávamos te procurando!

  - Eu acho que vou acabar voltando com ela!

  - Meu Deus! - respondi.

  Descemos pela rua que voltamos. Chegamos perto de uma das praças que havia na vila, Mateus passa seu braço direito por meus ombros e eu passo meu braço esquerdo por sua cintura enquanto andávamos, Bleu fica pra trás e tira fotos queimas de nós dois.

  - Quando ela fica atrás é porque ela vai tirar foto! - diz Mateus.

  Ele se vira enquanto andávamos e Bleu volta a nos acompanhar, nos afastamos por causa de uma descida e não ficamos mais abraçados. Saímos da vila e atravessamos a rua.

  - Tchau Bleu! - digo.

  - Tchau.

  - Tchau meu amor! - digo enquanto abraço Mateus.

  - Tchau meu amor!

  - Te amo!

  - Também te amo. - Me viro e vou andando.

  - EU TAMBÉM TE AMO! - grita Bleu para mim. Começo a rir e vou embora para casa andando rápido.

  Chego em casa e vou para meu quarto, Bleu me envia as fotos e coloco como perfil do meu WhatsApp e coloco um coração como estado. Mando mensagem para Mateus mas ele não recebe. Fecho meus olhos e pego no sono.

  Acordo com várias mensagens, todas de Mateus. E a noite anterior não saía da minha cabeça, eu era um garoto apaixonado.

***
- Desculpa por ontem. Eu tava muito travado.

- Tudo bem, eu tbm tava.

- Ok.
***

  Passamos o dia conversando, e toda hora eu ficava lembrando daquele momento junto à ele. Mesmo que não tenha acontecido nenhum beijo foi fofo e romântico.

  A semana começa novamente e praticamente não tínhamos nada para fazer na escola. Alguns professores faltaram e nos restou ficar conversando entre sí. Eu não falava com ele na sala, havia apenas os olhares. Tínhamos ficados meio distante um do outro mas não importei-me com isso.

  Terça é o dia mais chato da semana para mim. Não é como segunda, um dia de "recomeço" mas também fica longe do final da semana. Passo esse dia praticamente sem fazer nada. Vou para casa depois da escola e Mateus me envia mensagem pelo celular da Bleu.

***
-completa o coração.

Eu completei fazendo um também.

-Te amo.

-Tbm te amo Mateus.

-Daqui a pouco to indo pra casa.

-Vcs nem me chamaram.

-Pse.

-So não me chama em dia de Quinta, pq vou ta muito ocupado.

-Blz.

***

  Quarta para mim é um dia diferente, tirando a educação física é o melhor dia. Mas eu não tava afim de ir para aula, a época de provas tinha chego e não podia tirar nota ruim. Estudei naquele dia enquanto me escondia dentro do quarto para não perceberem que faltei.

***
-Ei, vc pode vir aqui na cada da Bleu?

-Posso sim.

-Vem que hrs?

-To indo agr.

***

  Fui e cheguei em poucos minutos. Chamei Bleu no portão e Mateus veio junto. Bleu saiu pois iria comprar algo. Subo as escadas e ando atrás de Mat pelo corredor. Sento-me no sofá e cansado.

  - Oi meu amor. - ele me puxa pelo queixo e nos beijamos.

  - Oi.

  Bleu chega e Mateus prepara um sanduíche para eu comer. Eles tomam café eu tomo logo em seguida.

  - Vou tomar banho - diz Bleu. - Se forem fazer algo que seja no outro sofá. - rimos.

  Eu e Mateus fomod para o outro sofá e nos beijamos mais uma vez, e de novo. Os beijos estavam estranhos, eu admito. Estavam sem magia, não conseguia sentir algo. Mas não queria estragar aquele momento. Nos abraçamos e ficamos lá por um tempo, naquela posição, naquele abraço.

  - Dá vontade de ficar assim contigo o dia todo. - diz ele.

  - Eu também.

  - A gente devia tá namorando!

  - Pois é! - me viro e olho para ele. - Você quer?

  - O que? Quero! - ele diz olhando em meus olhos - Você quer?

  - Quero!

  Seria o primeiro beijo do namoro, devagar encostei meus lábios nos deles e dessa vez eu pude sentir, mesmo que fosse mínimo, uma palinha. Ele me beija mais e mais. E dizia séries de Eu te amo a cada beijo. Ele faz uma trilha de beijos do meu pescoço até minha boca. Bleu sai do banheiro e fica com vergonha.

  - A gente tá namorando! - diz Mateus.

  - Graças à Deus! - rimos.

  Passamos mais um tempo juntos naquela noite. Fui para casa 21h, já estava tarde. Minha mãe estava meio preocupada porquê eu não respondia suas ligações. Vou para minha cama e durmo pensando em Mateus e lembrava que estamos namorando, soa estranho mas ao mesmo tempo soa bom.

 


Notas Finais


Vai demorar o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...