História Minha pequena flor - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Thomas, Viktor Chavalier, Violette
Tags Amor Doce, Kaichou Wa Maid-sama
Exibições 79
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem pela demora é pq postarei dia de sábado e domingo :*
Desculpe pelos erros

Capítulo 3 - Sr. Tomate


Fanfic / Fanfiction Minha pequena flor - Capítulo 3 - Sr. Tomate

Finalmente chegou o dia de eu ir para a nova escola. Estou super nervosa , enfim...

Me alevantei, corri para o banheiro pois já são 7:00h e a aula começa de 7:30min, fiz minhas higienes pessoais, tomei um banho frio que dói ;-; vesti meu uniforme - Uma blusa branca, saia branca, moletom branco-_-', tênis preto e  uma gravata- penteei meu cabelo e o prendi em um rabo de cavalo alto, e desci.

Pai-Calma filha você vai cair das escadas- Ele falou me olhando, descer voando da escada

-É que eu estou atrasada, bença pai, oi pupu e... MILAGRES ACONTECEM Dani você tá aqui ?- Falei e ele me olhou feio

Pai - Deus te abençoe.
Pureza-Oi Maninha.
Danilo- Não me chama assim!-Os três falaram ao mesmo tempo

-O que?- Olhei toda desentendida para eles

Danilo- Vai logo cotoco , tu vai se atrasar!- Aí ele sabe me deixar brava

-Cotoco é tu!- falei brava

Danilo- Desculpe mas eu medo 1,95cm tá Cotoco- Ele falou bem divagar o cotoco

-Argh, tchal gente , tchal Dani!- olhei para ele e dei língua

Pai/pureza- Tome cuidado- falaram em uníssono

Danilo- Volta aqui ! Não me chame assim pirralha!- ele falou bravo e eu saí

Alcontrario de pai e pureza, Danilo é uma pessoa mas extrovertida, que adora me irritar . Desde pequena somos assim, ele pega no meu pé e eu pego no dele, ele é muito ciumento. Mas apesar de tudo eu o amo, quando eu era pequena ele sempre me defendia de todos que tentavam mexer comigo.

Para ir para a escola passei pela praça que eu amo tanto, por uma cafeteria que comprei um cafezinho para acordar e finalmente estou aqui ! Escola aqui Não vou eu ! Acho que falei algo errado... Deixa para lá , estou muito nervosa! NÃO, não posso pensar nisso , Estou ATRASADA!

Entrei correndo na escola , passando pelo pátio e entrando no corredor. Sem querer esbarro em alguém.

???- Não corra no corredor!- Olhei para cima e vi uma figura conhecida-Flor?

-Nath?- Olhei para ele meia confusa- O que você esta fazendo aqui?

Nath- Estudo aqui, Mais nesse exato momento, estou no chão com uma garota chamada flor que não deixa eu me alevantar- Ele falou rindo

-D-desculpe- falei toda corada

Nath-Nada, e por que essa pressa toda?- Ele me perguntou se alevantando e oferecendo sua mão para me ajudar

-Obrigada, É porque eu estou atrasada. - Falei já olhando a hora no relógio

Nath- Atrasada ? Como se acabou de abrir a escola- Ele me olhou e eu fiquei com a cara tipo "Como assim?" Sem entender nada

-Como assim? O meu relógio está marcando 7:58min...- ele me amostra o telefone dele, que marca 6:12min.

Me ajoelhei , me sentindo derrotada

Nath- Flor?- Ele se ajoelhou - O que foi ?

-Só estou me sentindo aliviada e derrotada pelo ocorrido-falei e ele riu de mim-Acho que vou conhecer a escola, depois nos se fala- Me alevantei

Nath-Ok , tchal- Ele assenou e o mesmo fiz saindo

-(pensamento)- Argh , não acredito nisso ! E eu aqui disisperada por nada.

Enquanto andava pensativa e distraída acabei batendo sem querer em um garoto - sério eu esbarro muito viji!- de cabelos vermelhos.

???- Olha por onde anda - Agora sinto uma sensação de déjà vu

-Desculpe e pêra ae - Olhei na minha bolsa e fiquei procurando e o garoto me olhando impaciente- Achei ! Senhor tomate é seu?- -Amostrei a paleta do outro dia.

Sr. Tomate- Senhor tomate é teu avô ! E como você achou a paleta que tinha perdido?- Ele falou tomando a paleta da minha mão

- Quando o tomate , você , esbarrou comigo o outro dia à deixou cair. Eu te chamei mas você saiu voando- Falei e imaginei um tomate voando ia ser estranho...- Mas qual é nome do sr. Tomate?

Sr. tomate- Não te enteressa !- OwO

- Ok, prazer sr. Não te enteressa , tomate da Silva . Meu nome é flor , espero que nos demos bem.- Falei bem sarcástica

Sr.Tomate- Olha né que a anã sabe ser sarcástica- Ele riu de canto

- Argh, DANILO sai desse corpo que não te pertence menino!- falei é ele me olhou todo desentendido- Danilo é meu irmão.

Sr.tomate- Hum, Ok ? Castiel é tudo que precisa saber é não fica me olhando , se quiser tirar uma foto pode tirar- Ele fez uma pose estranha- Sei que sou irresistível .

- Que iludido meu Deus- Falei arregalando os olhos

Castiel- Argh!- Ele falou e saiu

-(pensamento)- Castiel Né? - Derrepente apareceu a imagem triste dele na minha cabeça- O que será que aconteceu? Com o tempo eu vou descobrir.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...