História Minha pequena perdição - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Condessa Rachel Durless-Phantomhive, Elizabeth Midford, Grell Sutcliff, Sebastian Michaelis
Tags Comedia, Drama, Kuroshitsuji, Lemon, Suspense, Yaoi
Exibições 271
Palavras 1.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente hj só tem esse cap pq não vou dormir na casa da minha avó e na casa da minha mãe fica mais difícil

Capítulo 11 - Tudo por ele Part 2


Fanfic / Fanfiction Minha pequena perdição - Capítulo 11 - Tudo por ele Part 2

Durante o beijo para os dois parecia que o mundo havia parado,estavam apenas eles lá.Até mesmo os chiliques de Elizabeth,que estava totalmente zangada,foram totalmente ignorados.Quando seus lábios foram separados a primeira coisa que viram foi a loira sendo arrastada pelos amigos de tão furiosa.

-Você vai se arrepender senhor "gêniozinho".Vai se arrepender muito.MUITO OUVIU?

A garota esperneava e gritava queria por tudo no mundo avançar no pequeno e o estrangular,os amigos não conseguiam a puxar para fora da lanchonete.Os olhos de Sebastian,seu brilho,se perdeu e com uma cara de extremo ódio e nojo da garota se levantou e foi até ela.

O alto segurou seu queixo a forçando olhar para ele.

-Se você se quer pensar em encostar UM DEDO no Ciel...você vai se arrepender do dia em que foi concebida ouviu?Agora suma da minha vista.

O homem estava com uma aura sinistra,um olhar de assassino,uma voz fria e sem compaixão.Amedrontou os três que saíram em disparada e antes de se virar novamente para Ciel um sorriso tomou seus lábios.

-Sabe...nunca havia enfrentado eles.

-Mas agora eles o temem e os boatos podem piorar.Tudo por minha culpa...

-Bem,agora talvez você se torne um recluso como eu.Não se assuste se amanhã aparecer alguém falando que você matou sua irmãzinha.

-Eu não tenho irmã.

-Exatamente.

Os dois riram e Sebastian se sentou ao lado de seu pequeno,o olhou com ternura e um pouco hesitante foi se aproximando devagar,mais e mais,alguns milímetros os separavam.Até que os mesmos foram preenchidos,tomados por um beijo intenso e desenvergonhado.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A porta do quarto foi fortemente batida assim os dois entraram aos beijos,claro tendo o cuidado de traca-la quando entraram.

Sebastian jogou Ciel nos colchões que a essa hora já estavam no chão pelo mesmo motivo da noite passada,os beliches eram dispensáveis pois jogavam os colchões no chão e dormiam juntos.Mas enfim,Assim que jogou Ciel no colchão começou a distribuir beijos por seu pescoço depois voltando para os doces lábios do pequeno.Ao se afastar um pouco viu o rosto corado de seu pequeno.

-Nii-chan...

Sebastian percebeu a expressão de certo desconforto no rosto de Ciel.

-Me desculpe...eu exagerei...

Disse saindo de cima do menor um pouco envergonhado.Não teve tempo nem de sair de cima dele e sentiu uma pequena mão lhe puxar para perto de novo.

-Ciel...

-Seria injusto comigo agora...

-Como assim?

Quase queimando de vergonha o pequeno olhou para baixo,Sebastian seguiu o movimento de seus olhos e também olhou para baixo.Entendeu então a expressão de desconforto do pequeno,aquela elevação em sua roupas devia estar incomodando um pouco mesmo.

-Entendi...

Se aproximou do ouvido do que estava por baixo e cochichou:"Vamos resolver isso".Deu uma leve mordidinha em sua orelha fazendo o pequeno tremer.

-Nii-chan...

-Não,não sou seu "nii-chan" agora.

-Se...sebastian...

-Isso,muito bem...

Começou a distribuir beijos pela pela alva do menor.Rosto,pescoço,as mãos ágeis já subiam a blusa de Ciel expondo aquela pele deliciosamente alva por falta de sol.Desceu seus beijos pela barriga do pequeno que tampava a boca para não soltar seus vergonhosos gemidos.

Os beijos de Sebastian desciam até a barra de sua calça,calça a qual era um pouco forçada para baixo para que os beijos chegassem bem perto de onde queria chegar.A ereção do menor crescia e cada vez mais ele implorava pelo toque do maior,o qual o membro também começava a pedir por atenção.

Ao ver aquilo o pequeno se assustou um pouco.Ao contrário do que se esperaria de quem viveu em um bordeu,Ciel era muito puro e inocente,aquilo estava acontecendo com ele pela primeira vez.A cada centímetro de sua calça que agora era retirada por Sebastian seu coração batia mais rápido.

-Sebastian...nii-chan...

Ao ouvir seu nome e ocasionalmente seu pseudônimo Sebastian voltou a olhar nos alhos azuis,foi necessário fita-lo apenas por um segundo para entender o que se passava.

-Você nunca...

Olhou para o menino que quase chorava de vergonha.

-...nunca fez algo do tipo?

O pequeno balançou a cabeça confirmando o que Sebastian havia dito,estava vermelho como um tomate maduro.

-Ciel...você é tão fofo.

O maior puxou o pequeno para seu colo e o colou de costas.

-Ainda quer que eu te ajude com isso?

Ciel concordou em silêncio apenas balançando a cabeça.

-Muito bem...por hoje apenas te ajudarei.

O maior terminou d abaixar as roupas de baixo do pequenino.

-É parece que aquelas histórias sobre os japoneses não são bem verdades.

Aqueles comentários só faziam Ciel sentir mais vergonha e foi por essa vergonha que o maior tinha o colocado de costas,sabia como era ter a primeira vez,faz tudo para não olhar no rosto do pequeno e envergonha-lo ainda mais,isso o deixou mais confortável no colo do maior.

Sebastian delicadamente passou as mãos pelo membro de Ciel(imagem do capítulo) fazendo o pequeno arrepiar e colocar suas pequenas mãos sobre as do maior.As mãos de Sebastin então envolveram o membro do menor e começou a masturba-lo devagar.Era mais do que óbvio que tudo aquilo era a primeira experiencia de Ciel,a criança tinha até mesmo fimose para provar quem nem as mãos dele tinham tocado ali com tal finalidade.

Sebastian sabia por experiencia própria que abaixar aquele pele ainda mais naquela idade era algo prazeroso.Subiu um pouco suas mãos e começou a mexer no lugar,abaixando com cuidado e "desvirginando" o membro do garoto.

Ciel tampava a boca para que seus gemidos não fossem ouvidos.Seu corpo tremia em relação ao prazer e ao rebolar um pouco no colo do maior sentia o membro do outro ainda por baixo das roupas o tocar.

-Não precisa tampar aboca,quero ouvi-lo.

Ao falar isso Sebastian tomou novamente os lábios finos do mais novo e começou a masturba-lo normalmente.Ao separar o beijo ofegante Ciel começou a gemer baixo e timidamente.

-Sebastian...

-Sim.

-Eu...eu...

O maior beijou o ombro de Ciel e subiu até seu ouvido.

-Você...

Dizia com uma voz provocante e o masturbava cada vez mais rápido fazendo o pequeno arquear as costas e gemer alto.Em pouco tempo o pequeno se derramou nas mãos de Sebastian que só então o virou para si para poder contemplar aquele rosto cansado.Deu um leve beijo em sua testa um pouco suada e o olhou sorrindo.

-Você é muito fofo.

Colocou o menino sentado nos colchões e se levantou.Me dê um minuto para resolver meu probleminha também.Ciel corou ainda mais ao comentário do maior e o viu indo para o banheiro.Em pouco mais de vinte minutos depois o maior saiu do banheiro suado.

-Acho que estamos precisando de um banho.

O moreno sorriu gentilmente.

-Quer ir primeiro?

Sabia que se sugerisse de tomarem banho juntos o pequeno ia ficar um pouco desconfortável ainda.Resolveu ir com calma afinal mesmo com aquilo Ciel ainda era "puro" por assim dizer.


Notas Finais


E ai,o que acharam?Particularmente acho fofo o Sebastian querer ir com calma,mas e vcs?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...