História Minha pequena perdição - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Condessa Rachel Durless-Phantomhive, Elizabeth Midford, Grell Sutcliff, Sebastian Michaelis
Tags Comedia, Drama, Kuroshitsuji, Lemon, Suspense, Yaoi
Exibições 249
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - Os mistérios do anel.


Fanfic / Fanfiction Minha pequena perdição - Capítulo 16 - Os mistérios do anel.

Depois do ocorrido o casal resolveu passar todo o fim de semana se ocupando com atividade como ir ao cinema,ler,dançar e claro,algumas carícias foram trocadas.A segunda se aproximou com tamanha velocidade que quase não foi percebida.

-Ciel...sinto perguntar,mas como era seu pai?

-Bem...ele tinha cabelos negros e um pouco longos,os olhos todos pensavam serem verdes,no entanto certa tarde o vi tirando as lentes e então entendi porque nasci com olhas azuis sendo que os da minha mãe eram castanhos.

-Então ele escondia o azul dos olhos,por quê?

-Eu não sei,mas ele tinha algo que o marcava bastante,uma cicatriz cortando o rosto.Ele nem sempre a teve,mas ele sumia muito e minha mãe me contou que em certa vez ele chegou em casa com o rosto enfaixado,ele tinha sido ferido,disse que tinha sido um bêbado louco.

-Entendo,sinto muito por você.

-Mas e o seu?Como era?

Sebastian terminava de se arrumar para sair para a aula.

-Bem,ele tinha cabelos negros,quase azulados,olhos azuis assim como os seus,era gentil quando estava em casa mas há uns quinze anos ele começou a sumir mais do que "o normal".Ele começara a sumir muito depois que minha mãe engravidou e por isso ela dizia que ele já tinha sumido há muito tempo,mas não era mentira que ele sempre aparecia.Depois de alguns anos,uns dez anos atrás ele sumiu de vez.Houve uma grande discussão entre Rachel e ele e minha mãe acabou tacando um vaso de vidro nele,ele foi embora sangrando e nunca mais o vimos.Algum tempo depois o anel chegou pelo correio com uma carta pedindo para que mamãe o entregasse para mim quando eu entrasse na faculdade.

Ciel pegou o anel e o colocou no dedão.

-E então você o deu para mim.

-De certa forma isso é o bem material mais precioso que eu tenho,mesmo que de forma sentimental ele não signifique nada para mim e você é o bem sentimental mais precioso que eu tenho então pensei ser uma boa combinação.Vai mesmo usa-lo?Ele te remete um passado ruim.

-Me remete um presente maravilhoso.

Ambos saíram e enquanto ao lado de Sebastian ninguém dirigiu nem sequer um olhar para o mais jovem,mas quando foram obrigados a se separarem por conta das salas afastadas...as coisas mudaram um pouco.

Aos poucos comentários maldosos foram se colocando cada vez mais altos."Pronto pra aula fimosinha.""Chegou cedo escravo sexual do demônio.""A virgem sacrificada ao demônio chegou...espera...acho que não mais a virgem."Riam cada vez mais alto com seus comentário infames.

Eram cruéis.Ciel fechou os olhos fortemente tentando ignorar tudo que acontecia a sua volta.Apertava com a outra mão o anel e implorava para que tudo acabasse e como se sua fada madrinha resolvesse o ouvir pela primeira vez em quatorze anos,o silêncio reinou.

Aos abrir os olhos se viu de frente a um ser de terno preto e cabelos longos e acinzentados que cobriam praticamente todo o rosto.O reitor provavelmente.

-Você está bem garoto?

-Estou sim...

-Esses moleques vão se ver comigo.Escute aqui,se isso voltar a acontecer me avise okay?

-Sim senhor...

-Mais uma coisa.Por que está com esse anel.

-Quê?

-Esse anel...ele não te pertence,eu o dei a outra pessoa.

Ciel não estava entendo nada e olhava para o anel em dúvida.Tudo se esclareceu em cinco segundos então.

1-O acinzentado com uma das mãos prendeu sua enorme franja.

2-Olhos verdes esmeraldas,esmeraldas de mais para serem naturais foram vistos.

3-Uma cicatriz que cortava seu rosto assimetricamente.

4-Um sorriso cruel e sarcástico.

5-A frase que saiu de seus lábios:"A quanto tempo meu querido Ciel".

O maior se afastou do que agora não se aguentava em suas próprias pernas.

-Eu mandei esse anel para ficar com meu filho verdadeiro e não com um erro.Devolva-o para o verdadeiro dono...fimosinha.

Ele riu sonoramente.

-Sabe,esse apelido realmente combinou com você.

 


Notas Finais


Cap bem curtinho,só pra atiçar a curiosidade de vcs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...