História Minha perolada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki
Tags Hinata, Hinata Hyuuga, Naruhina, Naruto, Naruto Uzumaki, Obssessão, Psicopata, Tortura
Visualizações 395
Palavras 848
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 2


Depois de pesquisar sobre minha perolada, eu tinha que saber mais sobre Kiba Inuzuka uns dos meus pequenos estorvos, ele não tocaria mais nela se ela não deixasse, eu queria que minha perolada fosse minha, se ela quisesse ou não, fui dormir mais não consegui eu tinha que vê-la pra ela ser só minha.

Fui pra casa dela, quando ví meu anjo dormindo eu a achei maravilhosa, ela já estava me deixando de pau duro, eu tinha que tomar cuidado, quando olhei de perto ví marcas roxas por todo corpo, aquele homem havia batido nela de novo, não podia deixar assim quando vi que ela estava quase acordando, dei um beijo na sua testa e sai de lá, quando já estava longe ví minha perolada fechando a janela por que estavá frio, minha linda perolada serei seu anjo pra te proteger de tudo!

Escrevi uma carta pra ela, qual seria sua reação? Ela era tão inocente, não desconfiaria de nada que eu fizesse, eu precisava ganhar seu coração, ♡ para depois matar todos que a fez mal a ela e quem a maltrato ou se algum homem chegasse perto dela.

Carta:

Olá minha perolada, me desculpe pela brutalidade hoje cedo,  mais, irei me redimir com esta linda rosa e com a carta e meu pedido de desculpas, nossa você é realmente linda dormindo, minha perolada!

Um beijo do seu anjo. ��

 

...

 

Havia chagado em casa e meu pai estava bébado, quando me viu me perguntou onde eu estava.

-Estavá na casa da Sakura papai!

-Por que não voltou para casa depois da escola? Você não entendi que eu não jantei ainda? Você vai aprender a ser obediente Hinata! Para não ficar mais dando a bunda.

-Papai eu não estavá dando a bunda, eu estavá fazendo trabalho na casa da Sakura.

-Eu não aceito que me desrespeitem, vou te dar uma lição Hinata!

Papai pegou um chicote e deu em meus braços e minhas pernas, então fui dormir chorando, rápidamente caí no sono, mais, de repente acordei e senti que um beijo na minha testa foi depositado. Fui olhar a janela eu estava com frio e a fechei e voltei a dormir. Quando acordei para ir a escola estava uma carta com uma rosa linda, como e linda está carta, cherei e senti o cheiro do rapaz que disse minha perolada, ele ainda escreveu isso na carta. Por que me sinto tão bem protegida por ele? Por que me sinto tão bem quando ele está por perto? Perto da escola fiquei com medo dele, mais, por que ele está tão interessava em alguém como eu?
Por que eu? Tem tantas mulheres que ficariam aos pés dele! E por que eu estou cheia de hematomas e super problématica? Por que ainda não me falou meu nome? E por que ele só aparece nas sombras e não sei onde mora?

Não acrédito que estou me apaixonando por ele, a única pessoa que me apaxonei foi meu amigo que sempre me ajuda-vá, mais, ele saio da cidade, eu não sei onde ele está, mais, eu não estou apaixonada pelo rapaz da carta!

-Hinata vamos a escola logo.

-Hanabi nem estou pronta! Hana já vou , pode ir na frente!

-Tá bom, Hinata tchau!

-Tá, tenho que correr pra conseguir chegar na segunda aula.

Quando cheguei Ino e Sakura me olharam, tipo com um olhar você vai me contar porque chegou atrazada, mais, o olhar da Ino foi, fico dormindo até tarde né safada? Quando me encontrei com Kiba ele estavá me encarando mais nem liguei, eu estavá pensando na carta, depois do interrogatoria das minhas amigas, Kiba veio falar comigo por que a gente tinha aula junto e minhas amigas em outras salas elas ate se preocuparam comigo...

Kiba veio falar comigo, e ele me perguntou se eu estava namorando, pois, viu um cara entrar na minha casa de noite.

-Hinata você já terminou comigo e já deu pra outro cara, cadê aquela história de só poder dar depois do casamento?

-Do que você está falando Kiba? Eu não me entreguei a ninguém!

-Não se faça de santa eu ví um cara entrando na sua casa.

-Eu não me entreguei a ninguém! E o que você está fazendo em frente a minha casa?

-Bom, eu estava comendo uma puta, o ponto dela e lá não e como se eu quisesse estar na frente da sua casa.

Eu me calei ele era tão rude! Ele não podia ser um pouco gentil? Igual meu anjo, derrepente saio dos meus devaneios, com uma mensagem do meu anjo.

Mensagem:

Como está minha perolada?

De: Seu anjo.

Me assustei, como ele tinha meu número? Olhei para o lado e ví Kiba me olhando, tentando ver a mensagem, fiquei vermelha na hora. Kiba fechou a cara e começou a fazer o dever.

 

kiba

...

Quem será esse cara? Tô com uma vontade imensa de comer a Hinata esse peito dela deixa qualquer um de pau duro, mais, derrepente ela recebeu uma mensagem, a única coisa que ví, fechei a cara quando ela corou com a mensagem .
 


Notas Finais


beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...