História Minha perolada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki
Tags Hinata, Hinata Hyuuga, Naruhina, Naruto, Naruto Uzumaki, Obssessão, Psicopata, Tortura
Visualizações 393
Palavras 462
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 3


Mandei uma mensagem pra minha perolada e ela não me respondeu, estou furioso, estou vendo ela sentado do lado do tal Kiba e toda corada com a mensagem, e ele apertou seu pau só que minha perolada não viu!

  Vou matar esse Inuzuka por ficar exitado com a minha perolada!

Mas, que ela tava tão perto dele, eu vou matar ele e educar a minha perolada para ser obediente e fazer tudo que eu mandar e responder minha mensagem na hora que eu mandar.

Fui a casa do tal Kiba lá estavá ele comendo uma vadia, entrei em sua casa arrombando a porta e ele e a puta se assustaram, quando me viu disse:

-Você é o cara que tava com a vadia da Hinata! -Quando ele disse agarrei ele pelo pescoço e falei:

-Minha perolada não e nenhuma vadia! -Meus olhos ja estavam como de um demonio, que toda vez que fico irritado ele sai e eu não tenho controle, quando ele disse isso da minha perolada não conseguia mais pensar em nada, a garota que estavá com ele gritou e na mesma hora quebrei seu pescoço, e Kiba me olhou assustado ele tentou me bater eu o segurei e quebrei seu braço enquanto ele urrava de dor, então puxei pelo cabelo depois de tortura-lo, enquanto ele chorava eu ria entao, resolvi que ele teria que pedir desculpa pra minha perolada, quando cheguei a casa dela ela estavá dormindo a peguei no colo, e a levei pra minha casa, eu já tinha levado o tal Kiba, quando ela acordou pela luz, ela viu o tal Kiba todo ensanguentado enquanto eu sorria, onde eu estavá não dava pra ver meu rosto, eu obriguei aquele cara pedir desculpa pra minha perolada ela estavá chorando de medo entao eu disse:

-Ele veio pedir desculpa pra você, minha perola!

Minha voz estavá horrivel, que nem um demonio então falei: 

-Peça desculpas para minha perolada, por tudo que fez!

Nesse momento ele disse com a voz nos últimos momentos de vida.

-D-De-Des-Desculpa.

Ele falou gaguejando e por incrivel que pareça minha perolada o perduou, quando minha perola disse aquilo fiquei irado ela devia ter chingado não perduado.

-Perolada você não está brava? Você deveri me agradecer, mais, está com medo de mim eu estou te ajudando

-Você é o Naruto-kun! Não é, por que está fazendo isso? Você não era assim, você era amigavél e sensato, agora você tá um monstro!

-Eu sou o mesmo Naruto que era seu amigo, por que não fica junto a mim? Eu estou bem melhor do que antes única pessoa que mudou foi você perolada!

-Me desculpe Naruto-kun não posso amar alguém como você, você e um psicopata, não um anjo como você diz, eu não te amo Naruto -kun!


Notas Finais


beijos .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...