História Minha Presa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Chrollo Lucilfer, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Killua Zoldyck, Kurapika
Tags Gon, Hisoka, Hunter X Hunter, Illumi, Killua, Kurapika, Tia Nath
Exibições 46
Palavras 1.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Hentai, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Seinen, Shounen, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei garotada < 3 música do capítulo (Breaking Benjamin - Lights Out) vai por mim que vale e muito a pena ler ouvindo < 3 link, notas finais, nos vemos lá < 3
Hasta Luego < 3

Capítulo 4 - "Visita" inoportuna


Fanfic / Fanfiction Minha Presa - Capítulo 4 - "Visita" inoportuna

Não demorou muito para ambos os caçadores adentrarem ao bar e Hisoka foi logo sentar-se perto do local aonde as strippers faziam um show de pole dance, para Illumi tanto fazia o local onde iriam se sentar, ele apenas queria informações sobre seu inimigo e ter uma mulher praticamente esfregando a intimidade dela em sua cara não parecia afetar muito ao Zoldyck, ele já havia sido enviado a missões onde matara durante o sexo com sua vítima, mas ele simplesmente ignorava essas questões, para ele, tanto faz como tanto fez, já para Hisoka a conversa era outra... Ele estava visivelmente entretido pelos atributos da stripper e seu olhar de malícia sobre o corpo da garota era notório...  Já Illumi pouco se importava com os atributos femininos que se apresentavam a sua frente, o Zoldyck só queria aproveitar para absorver o máximo de informações que lhe fossem apresentadas, logo ele não tardou em pedir um drink para o barman.

— Duas doses de absinto com pouco gelo por favor.

Hisoka ouviu o pedido, logo voltou o rosto até Illumi e com um sorriso sarcástico comentou sobre a escolha da bebida.

— Alguém aqui está querendo aproveitar a noite mesmo... ♥

— Basicamente.

Illumi encarou Hisoka de maneira séria, o Zoldyck era imune aos efeitos do álcool e poderia beber o quanto fosse sem ser afetado pela embriaguez, em seu corpo rigorosamente treinando durante anos para resistir a toda e qualquer classe de veneno as doses de bebida não fariam nem cócegas, já Illumi estava curioso para saber o efeito em Hisoka... É sabido que o álcool faz as pessoas falarem mais do que gostariam e isso poderia ser proveitoso para Illumi.

Mas claro que Hisoka já havia percebido qual era o plano do Zoldyck e ele iria custar e muito para embebeda-lo, Hisoka era forte e seu organismo, adaptado as bebedeiras, logo seriam necessárias muitas doses para derrubá-lo! O que o mago não sabia era que Illumi era completamente imune ao álcool enquanto ele apenas tinha uma grande tolerância.

— Bom, Vamos ao que interessa, de onde surgiu seu súbito interesse em cuidar tanto do seu irmão, digo? Por que não deixa o pirralho se virar sozinho?♣

Hisoka falava e ia diretamente ao ponto enquanto virava sua dose sem pestanejar, o local estava com uma parca iluminação, as dançarinas chamavam toda a atenção e a música ambiente era alta o suficiente para que ninguém escutasse o que eles estavam falando, Illumi sorvia devagar sua dose enquanto Hisoka já partia pra outra, o Zoldyck respondeu de forma calma a pergunta de Hisoka que já estava com uma nova dose em mãos e com o olhar fixo em Illumi, esperando por uma resposta para sua pergunta.

— Killua é uma missão dada a mim, e eu nunca falho em minhas missões, por isso acho bom você ficar longe dele.

Hisoka sorriu, uma resposta ambígua e pouco aprofundada era exatamente o que ele estava esperando que o Zoldyck diria, Illumi ainda mantinha seu olhar fixo em Hisoka e logo ao terminar de tomar sua dose ele perguntou para o mago.

— E você? Por que esse súbito interesse em manter o garoto vivo se você pretende mata-lo depois? Isso é algo que verdadeiramente não consigo compreender.

Hisoka sorriu com o canto dos lábios enquanto Illumi permanecia impassível, o Zoldick era prático e metódico demais para entender o que Hisoka queria de fato ao manter Gon vivo! As sensações que aguardavam o mago somente depois que aquela criança crescesse e revelasse seu potencial oculto, a luta, o prazer e o sangue... Illumi não entendia isso e para ele era mais fácil matar logo o garoto, Hisoka não tinha um objetivo pré-definido e nem um limite de tempo ao manter Gon vivo, sua única razão era lutar com ele, conseguir o que queria... E talvez algo a mais... E o matar depois! E isso irritava demais Illumi.

 E o Zoldyck mais velho ainda se incomodava com o fato de que esse garoto estava atrasando o desenvolvimento do lado assassino de seu irmão ao expor ele a emoções como alegria e sentimentos como a amizade e esse sentimento de confiança plena em outra pessoa... Illumi percebia a olhos vistos o quanto esse relacionamento de Killua com Gon estava mudando seu irmão e o deixando, sob sua visão, mais fraco emocionalmente, logo Gon era uma pedra no sapato de Illumi! Hisoka respondeu ao Zoldyck que se encontrava absorto em seus pensamentos, enquanto que ele próprio olhava vagamente para os atributos da stripper que agora encontrava-se trajando apenas uma calcinha e recolhia o dinheiro dos clientes guardando-o em seu elástico.

— Sabe Illumi, o garoto tem um potencial que nunca vi em ninguém antes, e eu tenho que admitir que a vontade de colocar minhas mãos nele me domina desde cedo... Mas eu estou esperando essa fruta amadurecer, quero que ele fique maduro, suculento e me ofereça todo o seu potencial... Uma luta de verdade é o que me aguarda depois que ele estiver completamente formado e talvez, eu ainda consiga tirar mais algumas “coisinhas” dele... ♠

Hisoka lambeu os lábios lascivamente, nesse instante sua mirada agora dirigia-se a stripper, o desejo era visível no olhar de Hisoka, a excitação com o pensamento o deixou mais “animado” e nesse momento Illumi percebeu as mudanças “anatômicas” em Hisoka, logo o Zoldyck indagou para o mago em um tom monótono.

— Já vejo um dos pontos que você pretende, estuprar durante uma luta não é algo que vá fazer muita diferença se seu alvo já está destinado a morrer...

Hisoka encarou Illumi... É, o Zoldyck já estava deduzindo o comportamento futuro de Hisoka apenas com uma parca quantidade de informações retiradas em meio a algumas doses de bebida, mas a indiferença com a qual Illumi tratou o assunto não surpreendeu Hisoka, o palhaço sorriu e disse.

— Vejo que temos coisas em comum... ♥

— Verdadeiramente não, acho que isso é uma perda de tempo, ter sexo com sua vítima desvia sua atenção e pode deixar pistas nos corpos, mesmo em minhas missões onde matava durante o sexo evitava deixar fluídos para trás, mas escute, eu sei que seu nível de perversão é anormal e já que você não quer matar Gon agora... Por que não o deixa enclausurado abaixo do seu controle até que ele cresça? Um rapto seria algo normal para um Hunter e depois de alguns anos ninguém iria lembrar mais dele, e claro que a vantagem prática é que você verá o garoto passar pela puberdade e poderá fazer o quê quiser com ele, independente de ter que esperar ele crescer ou não, tudo vai sob sua vontade. E ainda evitaria que eu o tentasse matar, por que você sabe que eu não pararei...

Hisoka virou o rosto agora e sorriu, illumi também tinha um lado sádico embora não o apresentasse muito, talvez o Zoldyck só precisasse dos “amigos” certos para ver o quão bom é aproveitar do corpo de uma vítima indefesa, e o quão prazeroso é ter um alvo humano abaixo de seu controle e de suas vontades... Ainda mais se a vítima em questão for mais forte!

Mas esse não era o melhor momento para discutir isso, Illumi poderia entender a conversa como uma espécie de investida e ele já havia deixado claro que não tinha a menor paciência para essa classe de jogos, o palhaço deveria guardar sua perversão para outro alvo, Hisoka então apenas apóia seu copo já vazio na bancada enquanto sinaliza por outra dose de absinto e responde para Illumi o porque desse plano, embora extremamente tentador, estar fadado ao fracasso.

— Já pensei isso, mas o que acontece quando você deixa uma fruta amadurecer fechada em uma caixa escura? Ela apodrece... Eu mataria a essência do garoto e não poderia aproveitar de todo seu potencial futuro. ♦

Illumi definitivamente não entendia esse lado tão pouco prático de Hisoka, mas a conversa parou no instante em que uma figura conhecida apareceu pela porta do bar, Hisoka abriu um sorriso de orelha a orelha e Illumi se resignou a observar, já que Chrollo Lucilfer não lhe interessava em nada, o Zoldyck mais velho apenas estranhou não sentir a aura de Kuroro... Já Hisoka parecia que teria um orgasmo só ao vislumbrar a figura trajada em um terno negro adentrar ao bar... O olhar assassino estava o dominando, sua aura estava enegrecendo e todos estavam percebendo isso, inclusive Kuroro que se pôs encarando o mago com as mãos no bolso e aguardou parado enquanto Hisoka ia em sua direção empurrando todos que estavam em seu caminho.

Illumi recostou-se no balcão e enquanto sorvia de sua dose de absinto um sorriso fino formou-se em seu rosto, o pensamento do Zoldyck nessa hora era mais do que óbvio.

 

 

“Isso vai ser divertido” 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...