História Minha professora de francês - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Visualizações 100
Palavras 786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - III


Pov Regina

-Henry, amor, acorda, a mama já está atrasada- falei pela a milésima vez à bolinha de cobertores deitado na cama.

-Hmmm- resmungou, mas pela a minha felicidade finalmente se levantou e olhou para mim com aquela cara de sono que eu via todas as manhãs.

Enquanto Henry vestia-se eu prepararva o pequeno almoço. A manhã do primeiro dia de aulas era sempre a mais corrida, para mim e para ele. Habituados a acordar tarde durante as férias acordar cedo era missão impossível, era o único dia do ano que eu sempre, sem exceção, me atrasava ao trabalho. De resto era raro. Normalmente, quando alguém tem o primeiro filho fica mais certinha, tem aquela rotina, e nada mais. Eu foi completamente o contrário, antes de ter o Henry eu era paranóica, mesmo, eu não chegava NUNCA atrasada, a lado nenhum, eu tinha a minha rotina certinha e mais nada. Se alguma coisa desse errado eu jà estava q fazer uma crise. Agora já sou mais liberal. Zelena chamou isso de milagre, porque para ela o meu caso já era perdido.

Eu mudei-me para a França com 18 anos, sentia-me presa demais, a minha mãe queria controlar a minha vida, da mesma maneira que fez com a Zelena, eu não ia admitir, juntei o meu dinheiro e lá fui eu. Por sorte fui aceite rápido numa faculdade, já sabia falar francês desde os meus 6 anos e isso ajudou, e muito. Tornei-me professora aos 23 anos e 2 anos depois tive o Henry. Agora com 29 anos aqui estou de volta a Boston. Depois de ser despedida à 3 meses atrás e não conseguir encontrar mais trabalho a única pessoa que eu me lembrei foi a Zelena, a gente não era melhor amiga, mas dava-se bem, todos os sábados ela telefonava-me e contava-me as novidades, e eu também. Era uma rotina, eu gostava.

O pai do Henry morreu quando ele tinha 2 anos e meio, foram uns tempos muitos difíceis para mim e para ele, mesmo ainda sendo pequeno sentia falta da presença do pai. Superei aquilo tudo, mas nunca mais me apaixonei, Daniel foi e sempre será o meu grande amor, não digo que nunca mais vou amar alguém, mas nunca será a mesma coisa.

Quando finalmente sai de casa deixei o pequenote de imediato na escola e fui a correr para a minha. Chegando lá fui para a sala que estava indicada no meu horário que recebi a semana passada na reunião. Não prestei muita atenção, nem me lembro das pessoas que estavam na sala. Mas felizmente estava tudo escrito no papel, e Zelena depois resumiu-me. Era aquelas coisas básimas, muitas coisas mudavam de cá para a França, mas sempre fui de me habituar rápido.

Entrei e todos ficaram em silêncio, fui ter com a Zelena e pude ouvir alguém a exclamar um "caralho" não prestei muita atenção nisso e Zelena começou a falar, não tão baixo, mas baixo o suficiente para só eu ouvir.

-Onde estavas, estás atrasada- disse irritada

-Descula, eu avisei-te- disse e ela revirou os olhos. Apresentei-me a sala e só depois é que Zelena saiu. Passei os 50 minutos seguintes a falar das regras da minha sala e também a conversar um pouco com os alunos, eles apresentaram-se e essas coisas básicas. Sentia muitos olhares em mim, mas não me importei, já estava habituada. Não sei se choro ou rio quando digo que muitos alunos já tentaram ir mais longe. Mas nunca fui de misturar pessoal com profissional, eu mudei de país e não de maneira de pensar.

Depois de 3 aulas longas e cansativas, finalmente era o intervalo, assim que sai da sala apareceu-me uma Zelena animada a minha frente.

-Hey Maninha linda, então, tudo bom, como correu as primeiras 2 horas e 40 minutos de aulas?- perguntou

-Normais- respondi indiferente

-Que mal desposta- resmungou.

-Ei Mills- ouvi alguém chamar e virei-me junto com a minha irmã, confusa. A nossa frente estavam duas miúdas, uma loira e uma morena, eu já as tinha visto, eram minhas alunas. A morena parecia não estar com muita vontade de falar com Zelena, já a loira falava com ela como se fossem melhores amigas, não prestei atenção a conversa e só ouvi quando ela disse

-E bem vinda professora Mills- só percebi que estava a falar comigo quando os olhos verdes pousaram sobre mim, agradeci com um sorriso e elas foram embora

-Que intimidade era aquela?- perguntei a Zelena

-Lembraste de eu te falar da Emma? A filha da minha amiga e colega Mary? Então, lá voilá, vais ver que ela é assim com toda a gente, vais gostar dela- disse sorrindo e eu dei de ombros, tanto faz, não estava com o meu melhor humor. 


Notas Finais


Hey gente. Desculpa a demora eu esqueci da existência desse site e deu nisso. Mas bom, espero que tenham gostado. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...