História Minha Professora de História | Camren - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Exibições 223
Palavras 330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2


As duas da tarde, o avião está pousando na pista do aeroporto de Califórnia. Foi a primeira vez que viajo de avião, até fiquei com um friozinho na barriga. 

Mas durante o percurso, as brincadeiras e conversas com meu pai, consegui me acalmar um pouco, e assim, a viagem não foi tão complexa. Assim que o avião pousa e estamos seguros para descer dela, meus pais, Sofia e eu, descemos. O aeroporto até que era bem grande.



Pegamos nossas malas, e depois de sermos revistados, vamos até o ponto de táxi. Arranjamos um com facilidade. Meu pai até estranhou. Para ele o fato de ter sido tranferido de Cuba para os Estados Unidos, seria uma batalha "horária" e não diária. Meu pai foi na frente com o taxista e mamãe, Sofia e eu fomos no banco dos passageiros.  O carro deu partida, e como eu estava atrás do motorista, olhei a paisagem admirada. Apesar de passar rápido, aqui era muito bonito, e se nota isso. 

 As árvores e arbustos - grama - que enfeitam as calçadas, as casas bem feitas (construidas), deixa tudo tão bonito. E novamente fico mais encantada. Meus pais conversam com o motorista. É um diálogo, bem chato, entediante.  Mas o que me preocupa mesmo, é o fato de que, daqui a uma semana, estarei no segundo ano, na minha nova escola. E não tenho muita certeza se farei muitos amigos.  Sempre soube que os estadunidenses, eram metidos. 

Não mal educados, mas desprezavam as pessoas que viam de "países poucos desenvolvidos", para não dizer outros nomes, e acabar ofendendo as pessoas que vierem desses países, para tentarem ganhar uma boa vida. Ironia, "ganhar" uma boa vida. Depois de meia hora, o táxi para enfrente a uma casa, estilo europeu, com as paredes vermelhas. Descemos do táxi - eu mamis e Sofia - enquanto papai cuida da borocrácia  pega as malas. A casa é razoavelmente grande e muito bonita. Imagine no lado de dentro? 

Deve ser ainda mais bonito. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...