História Minha professora particular - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Hopper, Eleven (Onze), Mike Wheeler
Tags Romance, Strager Things
Exibições 109
Palavras 2.452
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiiiiii!!!! Espero que vocês gostem. Se der, deixem comentários contando o que vocês acharam, eu adoro responder vocês.

Capítulo 6 - Earned It.


"On that lonely night (lonely night)
You said it wouldn't be love
But we felt the rush (felt the love)
It made us believe it there was only us"
               -Earned It, The Weeknd.

-Então antes de irmos lá para casa, podemos passar no mercado? Não tem nada para comer. De gostoso.- Max tagarelava animada. Eleven deu um sorriso e concordou com a cabeça. 
-Will deve estar esperando a gente lá fora, vamos logo. Você demorou bastante hoje tirando dúvida.- Max estava empurrando a porta da saída da escola.
-Eu sei, desculpe. Mas eu acho que ele não está sozinho. Agora ele está andando com o amigos de Mike.- Eleven diz sorrindo.. Seu olhar vai diretamente para a enorme moto que saia do estacionamento, com uma garota  loira grudava em Mike.. O sorriso automaticamente deixou seu rosto.
-El, está tudo bem?- Max perguntou preocupada.
-Por que não estaria ?- Eleven devolveu fria. Ela começou a descer os degraus e indo na direção de Will e dos meninos. Dustin estava estranhamente calado.
-Você vai com a gente para casa? – Eleven perguntou para Will. Ele conhecia a amiga, ela estava visivelmente irritada. E ele sabia o motivo. Todos sabiam.
-Claro, nos vemos mais tarde?- Ele fala com Dustin e Lucas.
-O que vai ter mais tarde?- Max pergunta curiosa.
-Vamos na lanchonete. Comer umas gorduras trans. Lá para as seis.- Lucas diz rindo, na tentativa de melhorar o clima.- vocês duas quererem vir? 
-Claro, vamos né El?- Eleven da de ombros. Ela não conseguia entender o  motivo de estar tão incomodada com o fato de Mike estar levando outra na moto.
-Acho que hoje seremos só nos, Mike deve ficar ocupado.- Dustin tenta fazer piada, recebendo um tapa de Will.
-Até mais tarde caras,  vamos meninas.- Will diz acompanhando as duas para onde ficavam as bicicletas.


Will tinha ido para casa, as duas meninas passaram no mercado e depois foram para a casa de Max. Eleven tinha voltado ao seu falatório de sempre.. Max estava evitando a todo custo tocar no nome de Mike, perguntar como tinha sido a aula na casa dele  ou na palavra moto.

-Meu pai estava certo, sabia ? Não dá para levar o Michael a sério.- Eleven tinha soltado do nada. Max estava arrumando o armário e Eleven estava esparramada na cama da amiga comendo sorvete.

-Por que está dizendo isso?-  Max pergunta dobrando uma blusa.
-Ontem ele tentou me beijar. Disse que tinha uma química entre nós. Sabe o pior ? Eu queria beijá-lo! Mas acho que ele só queria mais uma em cima daquela garupa, da moto idiota dele.- Ela diz enfiando uma colher de sorvete na boca.
Max para o que está fazendo, senta na cama e puxa o pote da mão da amiga, comendo uma colherada do sorvete de morango.
-Então quer dizer, que Eleven Hopper andou de moto com Mike Wheeler.- Ela diz divertida.
- Não tinha como ir para a casa dele. É sim andei.. Mas você não está focando na parte importante.- Eleven diz irritada.
-Eleven, eu foquei na parte importante, estou tentando imaginar a sua cara ao subir na moto.
-Me da esse sorvete Max! 
-Eleven, talvez Mike não tenha nada com a Jennifer, você não pode ficar assim por causa disso. Seja sincera, você está gostando dele?-  Max entrega o sorvete para El.
-Como você sabia que era ela?- El diz azeda.
-Amiga, só existe uma pessoa com aquele loiro quase branco. 
-Você só esta preocupada com o fato de ir para o baile com o Will.- Eleven coloca outra colher de sorvete na boca. Max passa a mão no cabelo de El.
-Não, não estou. Estou preocupada com você.- Max diz carinhosa.
-Relaxa Max, estou bem só estou irritada. 
Max levanta e continua arrumando o armário.
-Até que o Will as vezes faz falta.- Max diz rindo.

O humor de Eleven tinha melhorando um pouco. Ela abre a mochila e joga tudo na cama de Max. Max estava se arrumando para ir para ir encontrar os meninos. Eleven não estava nem um pouco a fim de ir. Ela tinha aprendido a gostar de Dustin e Lucas, mas estava passando ficar ouvindo piadas de como Mike estaria passando o tempo com Jennifer.

-Por que você espalhou suas coisas na cama? Eu arrumei tudo, minha mãe nem vai acreditar e você vem e bagunça?- Max diz entrando no quarto enrolada em uma toalha.
-Estou procurando meu livro de química. Eu jurava que ele estava aqui. –Eleven diz já colocando as coisas de volta na bolsa.
-Talvez você tenha deixado na casa de Mike.
-Merda. Eu não arrumei a bolsa para a escola ontem. Levei a mesma mochila que estava usando quando sai da casa dele.- Eleven responde irritada. 
-Amanhã você pega. – Max diz penteando os cabelos.- Quer uma roupa emprestada?
-Não,  Vou buscar meu livro.- El diz colocando a mochila nas costas. Max se vira para El e levanta as sobrancelhas.
-Eleven, pegar o livro ou ver o Mike?
- EU não quero ver o  Mike, eu quero meu livro. – El diz já na porta.
-Você vai nos encontrar mais tarde? – Max pergunta já sabendo a resposta.
-Vou.- El responde batendo a porta.
-Amigos não mentem.- Max grita, sabendo que ela conseguiria ouvir das escadas e começa a rir..

 

Max, Will, Dustin e Lucas estavam na lanchonete comendo. Era estranho aquela nova conformação. Max sentia que sempre tinha pertencido à aquele grupo e isso era muito bom.
-Eu tenho certeza que o Mike está todo apaixonadinho pela El, ele não para de falar dela. Acredita que outro dia eu cheguei no porão e ele estava estudando? Isso mesmo estudando!- Dustin fala em um tom conspiratório. Will ria sem parar. Só os dois que não tinham notado ainda . Eles eram como sua mãe e Hopper. Quanto mais tentavam negar, mais na cara ficava.
-Por que a Eleven não veio?- Lucas pergunta enquanto passava a batata no sorvete.
-Que nojo, Lucas. Ela não pode vir- Max omite o fato de que El tinha ido para a casa de Mike.
-O que é mais importante que comer com os amigos?-Dustin comenta.
-Eu sei lá Dustin. A El disfarça, mas tenho certeza que ela também está. No caso dela é mais complicado né. Já que o tio Jim teria uma AVC so de imaginar os dois juntos.- Ela arregala os olhos como se lembra-se de algo.- Aliais parece que Mike não está disponível .Jennifer estava com ele mais cedo. Nós duas vimos.- Max termina de falar irritada.
- A Hayers? Ela corre atrás do Mike desde a quinta série. Ele já deu uns beijos nela, com certeza mais . Porém nunca foi nada sério.- Lucas responde malicioso.
-Eles são vizinhos, hoje por exemplo ele foi consertar mais uma vez, aquela lata velha que ela chama de carro.- Dustin diz e depois dá uma mordida em seu sanduíche.
- Sério ou não, Eleven não vai se meter nisso. Ela não vai ser não será o Páris nessa história.- Os três meninos a olham como se ela estivesse falando grego.
-Que porra é essa de Páris?- Lucas pergunta. 
- Romeu e Julieta cara! Páris era o noivo dela.- Max responde como se fosse óbvio
- A Jennifer não é noiva do Mike.- Dustin fala como se ela fosse idiota.
- Eu sei disso, a questão que ele se ferrou porque estava no meio da história do Romeu com a Julieta. Eu não quero que ela se ferre.
- Você leu Romeu e Julieta? Você Max?- Will parecia incrédulo.
- É um dos livros preferidos da Eleven, ela pediu para eu ler, eu li. Qual o problema ? 
- Só falta me dizer que também leu orgulho e preconceito? Eu ainda lembro de quando ela pegou aquele livro na biblioteca, foram três irritantes meses falando em como os personagens eram bem construídos.- Will perguntou.
- E são mesmo- Max retrucou. Will arregalou os olhos e começou a rir. Dustin e Lucas olhavam para eles sem entende nada.
- Se ela te pedir para me beijar, você vai ?- Ele disse dando um sorriso estilo galanteador.
- Cala a boca Will.
-Bom. Voltando ao assunto. Os dois são orgulhosos demais para assumir o que sentem.- Will passa a mão na barriga nervosamente. Max o olho pelo canto dos olhos.
- Quando você pretende ir ao médico Will?- Ela diz irritada.
- Já te disse MadMax, é só gastrite.- A garota ruiva revira os olhos.
- Eu sempre achei que você tinha alguma coisa com a Eleven, mas pelo visto estava errado.-Dustin diz enfiando mais batata frita do que cabe, em sua boca. Will e Max se assustam com o comentário. Se fosse possível ela estava mais vermelha que seu cabelo.
-NÃO temos nada Dustin. - Max responde.
-Porque ela não quer.- Will completa rindo.- É questão de tempo para o charme dos Byers surtir efeito. Se até o Jonathan conseguiu uma namorada na faculdade.
-Por mais que essa DR esteja divertida, temos que decidir o que vamos fazer com os dois. -Lucas olha para os amigos de uma forma divertida
- Por que nós temos que fazer alguma coisa ?- Max pergunta.
-Não vem bancar de falsa moralista não, nós dois apostamos com o relacionamento dos dois.-Will fala provocativo.
- É DISSO QUE ESTOU FALANDO!- Dustin bate na mesa
-Nós não podemos nos meter, senão nossa aposta já era. Porém vocês dois podem ter um puta ideia. Então, que tal colocarem essas cabecinhas para funcionar? Nos dois vamos para casa. Até amanhã- Will diz já colocando uma nota de dez dólares na mesa.
- E quem disse que vou para casa com você?- Lucas solta um assobio e Dustin da uma gargalhada. Max encara Will desafidoramente.. 
-É por isso que eu gosto de você, querida.- Will diz dando um sorriso debochado. O casal de amigos saiu discutindo.
-Preciso arrumar uma namorada. - Dustin termina seu lanche rindo. 
- Eu tenho a ideia perfeita para juntar os dois.- Lucas diz presunçoso.
-Então fale homem!

 

 

Eleven toca a companhia da casa de Mike hesitante. Ainda dá tempo de ir embora. Ela pensou. A senhora Wheeler abriu a porta enquanto limpava a mão no avental. Olhou surpresa para a menina e abriu um sorriso.
-Boa tarde, senhora Wheeler. O Mike está? Acabei esquecendo ontem meu livro de química.-El diz enquanto torce a blusa entre os dedos. 
-Pode me chamar de Karen querida. O Mike está na garagem. Vem vou te levar lá.- Karen da um sorriso doce, não o suficiente para relaxar Eleven.  Durante o caminho,Eleven pensou que na verdade, mesmo negando para si mesma, ela queria saber se Mike e a Jennifer, estavam sei lá, namorando...   Até porque ela poderia esperar até o dia seguinte, na escola para pegar seu livro. E se xingou mentalmente por isso.

-Mike, querido Eleven está aqui. Esse é o carro da Jennifer?- Eleven estava tão distraída que nem tinha notado que já estavam na garagem. Mike, estava sem sua jaqueta de couro, o que era um visão rara dele. Estava com uma blusa branca, Calça jeans e todo sujo de graxa. O cabelo estava caído na testa e ele estava concentrado olhando alguma coisa no motor. O nome de Jennifer fez o rosto de El se repuxar em uma careta. 
Mike lança um olhar para Eleven confuso e depois para a mãe.
-É sim. Oi Eleven.- Karen avalia a situação. Por algum motivo ela decide deixar os dois sozinhos.
-Mike, eu vou ver o jantar.
-Michael. Ontem acabei esquecendo meu livro aqui, tem como pegar por favor?- Ela diz um pouco grossa. Mike franze as sobrancelhas.
-O que houve com o Mike?- Ele diz enquanto limpa as mãos em um pano.
-Não quero liberdade com o namorado dos outros.
Mike fica confuso e depois vira a cabeça para o lado.
-Está com ciúmes Hopper?
- Michael, pare de brincadeira. Pode por favor pegar o meu livro. Até porque você tem coisas para fazer, tipo consertar o carro de sua namorada.
-Entende uma coisa, ela nunca teve e nem nunca terá esse título. Você acha que eu tirei dinheiro da onde para comprar a Harley?  Eu conserto carros, motos...Ou você realmente acredita que minha mãe me deu?-Mike diz rindo. As bochechas de Eleven começam a ficar vermelhas de vergonha.  
-Eu só quero meu livro.- Ela disse com um fio de voz. Mike caminhou para perto da garota e colocou as duas mãos na cintura dela. Eleven arregalou os olhos.
-Acho que não é só isso que você quer.- E Antes que ela pudesse responder Mike a beijou.
Eleven  dessa vez não tinha sentindo o calor, que sentia quando Mike a tocava era mais como eletricidade.Ela sentia as pontas dos dedos formigando. Era como na vez que tinha enfiado uma caneta na tomada, coisa que Max tinha duvidado que ela faria. Quando elas tinham seis anos. Mike estava de olhos fechados e a puxando para mais perto. Os lábios urgentes sob os de Eleven. Ela tinha  sabor de morango .E isso o fez sorrir. Mas então, tão rapidamente como um piscar de olhos, ela o empurrou para longe.
- Isso não vai se repetir novamente, certo- Ela diz nervosa passando as mãos nos cabelos. El não conseguia parar de olhar para Mike, ele parecia sem graça porém tinha um sorriso no canto da boca. 
-Não é como se eu estivesse apaixonado por você.- Ele podia sentir a mentira em sua voz, mas preferiu ignorar esse fato. E esperava que ela também ignorasse. Começou a se aproximar de El.
-Está pela Jennifer?- Eleven diz desafiadoramente. O sorriso que nunca deixava o rosto de Mike aumentou.
-Esquece a Jennifer Eleven.- Ele começa a se aproximar de El, que automaticamente deu um passo para trás.
-Mike, você sabe que isso nunca daria certo né ?- Ela gesticula para os dois. E ao falar isso  sente um aperto no coração.
-Eleven, se nos dois estivéssemos dispostos, daria certo sim.- E ele continua se aproximando. 
Mike passa os dedos pela bochecha de Eleven, descendo e fazendo o contorno dos lábios da menina. Eleven sentia seu coração acelerado. E ela não se importaria nem um pouco se ele a beijasse novamente. 
-Acho que só por essa noite, a gente deveria esquecer tudo que está lá fora e se concentrar no agora.- Mike nunca tinha sentido vergonha perto de uma garota. Mas com ela, tudo era diferente.
- Só por essa noite ?- Ele estava ridiculamente perto, tão perto que ela podia sentir o cheiro do chiclete de menta dele.
-Só por essa noite.Prometo.- Ele responde num fio de voz colocando as duas mãos na cintura de Eleven novamente e o puxando para si.
-Promete?- Ela diz terminando com a distância entre os dois.

 

 


Notas Finais


O que vocês acharam?????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...