História Minha Salvação - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Darius Zackly, Dot Pixis, Eld Jinn, Eren Jaeger, Erwin Smith, Grisha Yeager, Hange Zoë, Historia Reiss, Jean Kirschtein, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Mina Carolina, Nanaba, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Sasha Braus, Ymir
Tags Ereri, Lemon, Riren, Yaoi
Visualizações 448
Palavras 3.903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii povo <3 olha a hora que estou postando jesus kkkkkk Acho que a maioria esta dormindo, mas ok ashuashu

Eu disse que ia postar na quarta, mas para alegria de vocês resolvi postar antes :3

Espero que gostem do capitulo ><

Capítulo 4 - Capitulo IV - Curiosidade


Fanfic / Fanfiction Minha Salvação - Capítulo 4 - Capitulo IV - Curiosidade

Havia se passado três dias dês da chegada de Levi em Le Rosey, o novo professor estava se acostumando com a rotina rigorosa das aulas que o diretor Pixis exigia. Por ser um colégio interno, a escola tinha sete aulas em seu cronograma durante os dias da semana. Fazendo o ano letivo ser cansativo tanto para os professores como para os alunos, que apenas se preocupavam em passar de ano para se formar e ingressar em uma das universidades mais prestigiadas da academia educacional que o colégio os proporcionaria. E sabendo disso, o diretor não gostava de perder tempo no ensino em Le Rosey, deixando claro para todos os professores contratados a seriedade que as matérias eram tratadas pela escola. Porém, não foi assim com o último professor de história, já que o senhor de idade não se importava muito com as regras do colégio, lecionando como julgava ser o certo. Resultando em deixar os alunos preguiçosos e com poucas informações sobre a matéria. 

Levi percebeu esse fato, ao corrigir os testes dos terceiros anos, constatando a falta de conhecimento apresentados aos estudantes. Com as notas em mãos, o menor concluiu que a maioria não sabia o conteúdo básico da matéria, fazendo com que tivesse que reprogramar suas aulas do início. O professor teria que preparar novos conteúdos para o começo do semestre, sabendo que não seria útil para nenhum dos alunos aprender a matéria avançada do terceiro, se não sabiam a do segundo. Como o diretor disse, o último ano era o mais longo da escola, facilitando para Levi o ensino em sua matéria, podendo os ensinar na ordem correta. O professor teria que disponibilizar seu final de semana, para programar suas aulas para o resto do bimestre, que estava apenas se iniciando. 

O menor se encontrava na sala dos professores, lendo um dos seus livros sobre a segunda guerra mundial, onde seria sua base para os resumos que passaria nas próximas semanas. O clima agradável daquela quinta feira, deixava Levi mais relaxado e menos mal-humorado. Já que o mesmo não suportava sentir calor, por conta da sua obsessão por limpeza o fazendo achar as estações calorosas demasiadas incômodas. O que não ocorria naquela tarde, o céu permanecia em um azul vívido com poucas nuvens presentes, o calor que se fazia estava tênue considerando que estavam na época do verão. Hanji pegava um pouco de café novamente, se sentando em frente ao professor o encarando com um sorriso no rosto.

- Está tão concentrado... – Disse bebendo um gole da bebida quente, a mulher era viciada nesse tipo de bebida, por a deixar enérgica e com uma melhor disposição.

- Estava, até você abrir a boca. – Levi fechou o livro o colando em cima da mesa – Porque esta sorrindo desse jeito?

- Você sabe porquê.  – Hanji piscou para o menor, que a olhou com tédio.

- Não, não sei. – Mordeu um pedaço do sanduíche que Hanji tinha lhe trazido minutos atrás.

- Como vão as coisas entre você é o gos...com o Eren? – A professora se corrigiu não querendo deixar Levi irritado com sua pergunta.

- Como vão? – Se levantou da cadeira, indo até a cafeteira, enchendo um pequeno copo com o liquido escuro, voltando a se sentar - Como assim?

- Sim, como está sua relação com ele? - A curiosidade da mulher estava a deixando agoniada, queria fazer essa pergunta a alguns dias atrás, mas não achava um momento sozinha com o menor dês do começo das aulas.

- Hanji você bateu a cabeça em algum lugar? Bebeu antes de vim para cá? Ou o excesso de café está te afetando?

- Eu só quero saber como estão as coisas entre vocês depois daquele desentendimento na segunda. Me diga, você brigou come ele de novo? Ou você parou de frescura é percebeu o quanto ele é gostoso, e de como poderia fazer um sexo selvagem com ele naquela sala?

- Eu vou fingir que não ouvi nada disso. – Guardou o seu livro na sua maleta, sabendo que não conseguiria mais ler enquanto estivesse no mesmo ambiente que Hanji.

- Mas você precisa me contar, eu quero poder imaginar vocês dois. – Hanji colocou as mãos sobre o peito, fechando os olhos suspirando – As duas pessoas mais bonitas que conheço, em cima e uma cama fazendo maravilhas.

- Quer saber, chega. Vou voltar para minha sala que ganho mais. – Se levantou caminhando até a porta.

- Levi me conta! Levi!

- Contar o que quatro olhos? Não tem nada para contar, eu não tive mais aula com a turma dele. E também não o vi pela escola. – Levi sabia que Le Rosey era um colégio com uma grande estrutura, fazendo com quem não a conheça completamente se perdesse em seus vários corredores similares. 

- Mas você tem três aulas por semana com a turma dele. - Hanji fazia um biquinho pela resposta do menor.

- Sim, uma na segunda e duas hoje. - Levi revirou os olhos para a mulher, ficando sem paciência com a mesma.

- Hoje? Levi deixa eu assistir sua aula com a turma dele! Por favor! - Hanji levantou da cadeira, agarrando o braço do professor - Eu preciso assistir de camarote a rebeldia dele!

- Você é louca? É óbvio que não. Além de você ter aula com outra sala, não vou deixar você dar uma de louca na minha. - Levi se soltou da mão da professora abrindo a porta.

- E se você gravar para mim? - Hanji estendeu o celular para o menor, que a olhou como se fosse quebrar o aparelho das mãos dela. 

- Não. - Saiu da sala não se importando com os pedidos da mulher para que ficasse, Levi se perguntava como tinha tanta paciência com Hanji que o irritava quase todos os dias. 

Caminhou em direção a sua sala que ficava no outro prédio, abriu a porta olhando em seu relógio vendo que ainda faltava cinco minutos para o sinal. Se sentou na cadeira, pegando o livro que usaria na aula, desejando que o clima tranquilo permanecesse até o final do dia. Mas duvidando da possibilidade ao saber que a turma que teria as próximas aulas consigo, era a do moreno. Não tinha o visto dês de segunda, ao quase perder a calma com o jovem e o mandar para fora da sala. Levi era conhecido por manter sua imperturbabilidade em qualquer situação, mas não sabia dizer o porquê de Eren o conseguir irritar tanto. Apenas com o olhar de deboche do maior para si, era o suficiente para desestabilizar seu humor. Levi odiava não ter controle sobre os acontecimentos, e pior sobre ele mesmo, mas isso nunca foi um problema para o menor. Mas agora uma pessoa em especifico conseguia fazer isso sem esforço, o que o deixava com antipatia em relação a Eren. Levi esperava que esse comportamento do rapaz mudasse com o passar do tempo, se não ambos não teriam uma boa relação ao ficarem perto um do outro, resultando em conflitos que o professor gostaria de evitar.

¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤

Eren estava na fila da cantina para pegar alguma coisa para comer já que tinha aproveitado o tempo longo do almoço para dormir na biblioteca. Não tinha conseguido dormir direito à noite, o que já era um costume para o moreno. Passava a noite jogando em seu celular, ou caminhando pelo colégio para se distrair. Gostava de ir até o campo de futebol, se deitar na arquibancada e ver as várias estrelas no céu noturno, era uma maneira que encontrava de se sentir relaxado. Mas na manhã seguinte a dor que sentia em suas costas o incomodavam o dia inteiro. Pegou uma maçã indo para a mesa ao fundo do refeitório, onde todos estavam conversando animadamente.

- Até que enfim apareceu. - Mikasa disse dando espaço para o moreno se sentar.

- Onde estava Eren? Comendo alguma das várias meninas que dão em cima de você? – Jean provocou ao ver o rapaz chegar na mesa.

- Vai se fuder Jean, não estou para brincadeira hoje. - Seu tom de voz irritado fez seus amigos o olharem preocupados.

- Não conseguiu dormir direito de novo? - Annie perguntou pegando na mão do moreno.

- Não, e minhas costas doem. - Fechou os olhos sentindo uma leve dor em sua cabeça pelo sono que se acumulou na noite anterior.

- Claro que sim, você foi dormir na arquibancada. Seu corpo não é de ferro para não sentir dor. - Armin retrucou, como colega de quarto do rapaz sabia que Eren não dormia com facilidade. Quando entrou na escola e passou a dividir o quarto com o moreno, achava estranho sempre o ver acordado durante a noite. As vezes quando o loiro acordava no meio da madrugada não encontrava Eren no quarto, com o tempo compreendeu que o mesmo tinha problemas de insônia, passando as horas da noite andando pela escola até amanhecer e voltando para o quarto antes de ser pego por um inspetor ou pelo diretor. 

- Você tem que ter cuidado, se o diretor te pegar fora do dormitório à noite, você pode até ser expulso. - Sasha falava com a boca cheia de frutas.

- Ela está certa Eren, para de ficar vagando por aí a noite antes que você fique de castigo...de novo.- Connie tentava pegar um pedaço da laranja de Sasha que bateu em sua mão o olhando irritada.

- Eu sei, eu sei...mas não consigo dormir, e não vou conseguir ficar acordado nas aulas. - Se deitou na mesa fechando os olhos, sentindo as mãos de Mikasa em seus cabelos.

- Então falta nessas duas últimas. - Annie disse sentindo o olhar repressivo de Mikasa para si. 

- É claro que não. Você vai faltar na primeira semana de aula? Acho melhor não, e outra o professor Levi não é como o Pedro. As aulas deles são mais difíceis e rigorosas. - Mikasa argumentava com Eren, que a olhou com desinteresse.

- Não exagera Mikasa, as aulas dele não são tão difíceis. - Connie não entendia o exagerado da garota sobre o professor - Para mim as aulas deles são muito interessantes, apenas com duas delas já aprendi mais coisas do que com o Pedro. 

- Interessantes? São chatas isso sim. Não suporto aquela autoridade dele com a gente, ele me irrita. - Jean pegava um pedaço do lanche de Armin - Ele olha para a gente como se fosse nós matar.

- Eu disse e repito Jean. - Ymr chegou na mesa com uma bandeja em mãos, se sentando junto de Christa ao seu lado - Ele não é um assassino, tira isso da cabeça.

- Não disse que era...apenas que parecia, é diferente. 

- O Jean está assim, por que está com medo do professor descobrir o novo apelido que ele deu. - Annie sorriu divertida para Jean, que a olhou com irritação - Qual é mesmo? Ah é general.

- Eu não fiz nada, eu apenas comentei com Armin como ele deveria ser chamado. Não é minha culpa se as pessoas ouviram. 

- Não é sua culpa? Se ele descobrir sobre esse apelido e saber que foi você quem começou, você está ferrado. - Annie batia na mesa para provocar o rapaz. 

- Vai se fuder Annie, você chama ele de capataz. O seu é pior. - Jean pegou uma casca da laranja que tinha em sua bandeja jogando na menina. 

- Eu acho que os dois são ruins. - Connie sorriu com a brincadeira dos dois de jogar cascas de frutas um do outro.

- Vocês dois estão ferrados, aposto que ele vai deixar vocês de castigo quando descobrir. - Sasha roubava uma banana do prato de Connie, que mais uma vez não notava.

- Ou melhor dizendo o Eren está, ouvi dizer que ele discutiu com o general na aula e ele que pegou o celular dele. Confirma Eren? - Jean cutucava o rapaz que novamente estava deitado na mesa.

- Ele dormiu. - Annie disse ao se aproximar do moreno ouvindo a respiração baixa do mesmo.

- Nossa ele deve estar cansado mesmo. - Sasha comentou vendo a culpa se instalar no rosto de Mikasa.

- Ele não tem jeito... - A menina acariciou os cabelos castanhos do maior, sentindo a maciez dos fios em seus dedos.

- Bom é melhor a gente ir, daqui a pouco bate o sinal. - Armin disse acompanhando Sasha, Connie e Jean para a cantina colocando as bandejas de volta na mesa do refeitório, seguindo para suas salas.

- Eren... - Mikasa balançava o corpo do moreno para que este acordasse - Se estiver cansado pode faltar se quiser.

- Não, eu vou...só vou passar no banheiro antes. - Eren coçou seus olhos, que ardiam pelo sono. Se levantou da mesa, indo em direção ao banheiro que ficava no início do corredor onde a sala de história estava. 

Adentrou na toalete, sentindo o cheiro de desinfetante presente no ambiente. Se olhou no espelho, vendo as fracas olheiras em baixo dos seus olhos, suspirou sabendo que a única solução seria dormir. Sua cabeça latejava com a luz forte do banheiro, e com cheiro do produto de limpeza. Repensou se deveria ir a aula ou faltar, mas não gostaria de preocupar seus amigos com sua ausência. Ligou a torneira, pegando um pouco de água com as mãos jogando em seu rosto para que a sensação do sono diminuísse. Respirou fundo, secando suas mãos e seu rosto antes de sair do banheiro. Estava com a cabeça abaixa olhando para seus pés, não percebendo uma pessoa parada ao lado da porta, fazendo com que seus corpos fossem de encontro um com o outro. 

- Presta atenção... - Eren levantou a cabeça, vendo Christa sorrir para ele envergonhada - Christa? Não devia estar na sala?

- Sim, mas eu disse para a Ymr ir na frente...eu queria ver como você está... - A loira olhou para Eren, seus olhos demonstravam preocupação com o moreno - Você está bem? 

- Estou sim, apenas não consegui dormir direito à noite como sempre. - Sorriu cansado para a menor.

- Tem certeza? Você não parece estar muito bem, não acha melhor ir para o quarto dormir um pouco? - Christa disse pegando na mão de Eren, a acareando sentindo o calor das mãos do maior.

- Não, eu duvido que eu consiga dormir melhor do que isso. Eu vou ficar bem, você sabe... - Sorriu de lado para a garota - Vamos para a aula, antes que a Ymr te procure achando que estamos fazendo algo à mais. 

Christa soltou um riso baixo com as palavras do maior sobre a morena, Eren abraçou a loira caminhando com a mesma até a sala. Ao entrarem na classe, perceberam os olhares dos alunos para eles como se perguntassem o que os dois estavam fazendo sozinhos antes de chegarem na sala. Eren ignorou, soltando a mão da loira para se sentar na sua carteira que ficava à frente da fileira. Fechou seus olhos sentindo pontadas em sua cabeça, gostaria que as duas horas de aula acabassem rápido para poder se dirigir ao seu dormitório, e se tivesse sorte dormir um pouco. 

Levi olhou em seu relógio vendo que faltava dois minutos para o sinal, notando que duas carteiras estavam vazias. Uma delas era de Eren, pensou que o jovem fosse faltar em sua aula pelo problema que tiveram na anterior, mas segundos antes do sinal tocar o moreno entrou na sala com uma garota de cabelos loiros. Levi percebeu que ambos estavam de mão dadas, antes de se separarem para irem para seus lugares. 

"Será que essa garota é a namorada dele? Eles andam juntos o tempo inteiro, mas ele também sempre está com outras garotas..."

O professor pensou por um instante, se reprendendo por estar interessado na vida pessoal de um aluno. Se levantou da cadeira, fechando a porta, se virando para a frente da turma percebendo o estado cansado do moreno, que estava o encarando com o mesmo olhar desafiador da última aula. Levi apenas sustentou o olhar por um breve momento, voltando sua total atenção aos jovens, começando sua aula. Pediu para os estudantes abrirem o livro para que iniciasse o conteúdo, automaticamente seu olhar se dirigiu para Eren, que estava com o livro sobre a mesa. 

- Droga, esqueci de deixar o livro no meu quarto antes de vim para cá, agora vou ter que prestar atenção na aula. - O jovem disse com uma falsa tristeza na voz.

- Não começa Jaeger. - Levi manteve o tom firme em sua voz, voltando a fitar os alunos que olhavam para eles com curiosidade, achando que aconteceria uma nova briga como na outra aula. Mas Eren não falou mais durante o primeiro tempo, apenas escutando as explicações do professor com tédio em seu rosto. Algumas vezes pegava o seu celular discretamente para que Levi não o visse, contando os minutos que faltavam para a aula acabar. 

No segundo tempo, Levi pediu para que os alunos lessem um texto do livro e comentassem sobre o assunto. Algumas partes do texto estavam em alemão por conta do tema ser da segunda guerra, fazendo com que o menor pedisse para que pulassem as curtas frases em meio aos textos. Cada aluno parava no ponto final, passando para o próximo em ordem de chamada. Era a vez de Christa prosseguir com a leitura, e a loira conseguiu ler sua parte do texto impecavelmente, mas o que surpreendeu Levi foi a pronúncia perfeita do alemão que a jovem estava lendo sem nenhuma dificuldade. 

- Parabéns Christa, você fala muito bem alemão para quem nunca estudou a língua. - Levi a elogiou, fazendo a adolescente ficar com as bochechas coradas pela envergonha.

- Obri..obrigada... - Gaguejou sentindo nervosismo com a atenção dos seus colegas de classe para si. Voltando a se sentar, escondendo o rosto com as mãos. 

- Jaeger, leia. - Levi ordenou para o moreno, que até então estava concentrado em seu celular escondido em baixo da certeira.

- Eu? Porque eu leria? - Eren olhou para o mais velho, mesmo estando com sono não perdia a oportunidade de irritar o professor.

- Porque estou dando nota para participação, então se você não quiser ficar com nota vermelha no final do bimestre, sugiro que continue a leitura. - Disse, esperando resistência do rapaz que não aconteceu. Eren apenas suspirou, pegando o livro começando a ler o texto a partir de onde Christa parou. Levi estava acompanhando a leitura normalmente, até notar que uma parte do texto estava em alemão. Ao abrir a boca para pedir que o moreno parasse, o professor encarou o mesmo que continuava a ler a escrita em alemão com mais perfeição do que Christa, podendo confundir qualquer um com sua pronúncia legítima ao idioma. Eren terminou a leitura, encarando Levi com deboche.

- Que foi? Não vou receber nenhum elogio também? - Eren falou sarcástico, fechando o livro ouvindo o sinal tocar indicando o fim da aula. 

- Os que não conseguiram ler nessa aula, leiam na próxima. Vou pedir um resumo sobre esse tema para a próxima semana, ele terá que ter duas folhas completas. Valerá de zero a dez, então não percam tempo em o fazer. - Levi disse ignorando o olhar do moreno, se virando para se sentar em sua mesa. 

Alguns alunos ficaram para tirar algumas dúvidas sobre o dever, o professor os explicou tudo corretamente para que não houvesse erros no trabalho. Ao terminar a explicação, guardou suas coisas, fechando a porta se dirigindo para o dormitório. Ao entrar em seu quarto, colocou a maleta em cima da escrivaninha tirando seus sapatos, calçando seus chinelos ouvindo batidas na porta. O professor pensou em fingir que não tinha chegado, mas mudando de ideia ao achar que talvez fosse algo importante de algum dos seus colegas de trabalho ou até mesmo do diretor. Respirou fundo, querendo manter um bom humor para quem fosse, mas se arrependendo ao abrir a porta e ver de quem se tratava.

- O que você quer? - Levi disse com seu tom de voz seco.

- Credo, que humor é esse? - Hanji sorriu para o menor, entrando no cômodo não percebendo a cara de raiva do professor - Eu trouxe nosso jantar. 

- Ótimo, deixa aí e sai. - Levi caminhou até sua cama se sentando, desabotoando sua blusa. 

- Mas porquê? Se eu trouxe até aqui para comermos juntos. - Hanji estendeu o prato para o menor, que pegou da mão da mulher sem vontade - Porque está com esse humor sombrio? O Eren te desafiou de novo? Qual foi a maravilha que ele disse para te deixar assim? 

- Nenhuma, estava insuportável como sempre, mas hoje ele estava mais quieto do que na outra aula para minha sorte. - O menor revirou os olhos ao se lembrar do moreno, comendo um pouco da comida que tinha em seu prato.

- Ele é assim mesmo, tem dias que ele está tão rebelde que ninguém consegue controlar, mas outros ele apenas está como um jovem normal. Mas cá entre nós... - Hanji sorriu maliciosamente para o professor - Eu prefiro ele com aquele jeito desafiador. Ele fica tão sexy que dá vontade de joga-lo em qualquer lugar e fazer tanta coisa que...

- Hanji eu vou te chutar daqui se não calar a boca. - A professora soltou uma risada com as palavras de Levi, comendo a comida em silêncio. 

Levi gostaria de continuar com a ausência de som em seu quarto, mas uma curiosidade estava o deixando incomodado. Queria saber o motivo do porquê Eren falar tão bem o idioma alemão, não era comum um jovem da idade do rapaz saber se comunicar com uma das línguas mais difíceis do mundo. Cogitou a hipótese de o colégio ter dado aulas do idioma anos atrás, mas descartando ao lembrar que os únicos que conseguiram ler o texto completamente era o moreno e a garota loira, que sempre estava com o mesmo pela escola. Voltando a pensar que talvez ambos fossem namorados, pela semelhança que tinham ao ler o texto na língua estrangeira. 

- Hanji... - A mulher estava concentrada em seu celular vendo um vídeo, se distraindo ao ouvir a voz de Levi, que prosseguiu - Você sabe se aqui na escola tinha aulas de alemão?

- Alemão? - Hanji estranhou a pergunta do menor - Não que eu sabia, eu entrei aqui ano passado, então não sei como o colégio era antes. Mas duvido que tinha, afinal alemão não é um idioma que todos conseguem aprender, não é?

- Talvez... - Levi voltou a comer seu jantar, ficando pensativo. Se Le Rosey não possuía aulas de alemão antigamente, então como Eren sabia falar perfeitamente o idioma? 

"Eu estou pensando demais, ele deve ter aprendido na Internet...hoje em dia tudo se aprende por um computador...eu não posso ficar pensando muito sobre isso...não passa de coincidência...apenas isso...coincidência..."

O professor preferiu esquecer aquele assunto, terminando sua comida, mandando Hanji sair do seu quarto. A mulher pediu para dormir consigo aquela noite, mas o menor não aceitou a empurrando para fora do cômodo, trancando a porta para que a mesma não entrasse em seu quarto durante a noite. Levi suspirou, tirando suas roupas indo para o banheiro. Precisava tomar um banho e dormir, talvez assim conseguisse tirar aquele pensamento desconfortável que invadia sua mente. 


Notas Finais


E ai gostaram? Estou tão feliz pelos comentários e favoritos, e só tenho a agradecer a vocês pelo apoio a fic serio <3
Cada comentário e favorito me faz ficar mais e mais animada para escrever essa historia, que estou amando criar :3 obrigada gente <3

Comentem e favoritem se tiverem gostado, até o próximo! >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...