História Minha Veela - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Novela, Romance
Visualizações 73
Palavras 726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Capítulo 8 - Guerra


Fanfic / Fanfiction Minha Veela - Capítulo 8 - Capítulo 8 - Guerra

Draco acordou sentindo frio, abriu seus olhos com dificuldade, e observou o quarto, ele ainda estava escuro,  provavelmente ainda estava de noite, Draco levantou, e pegou uma coberta mais pesada e cobriu Hermione que estava encolhida com aquele fino tecido que ele pois em sua cama.

Draco caçou sua camisa e saiu do quarto sentindo uma fome descontrolável.

 

-Se divertiu com a sangue-ruim, Draco ? – uma voz grossa ecoou em seus ouvido, não não podia ser: pensou Draco fechando os olhos com força, e virou para onde ouviu a voz, e se deparou com um homem de longos cabelos platinados, e olhos tempestuosos.

 

-Não fale assim dela- rosnou- O que está fazendo aqui ? E como entrou?

 

-Como eu entrei não vai fazer diferença para você, a questão é...eu sabia que estava com a amiga do Potter!- Lucius deixou uma varinha/bengala repousada em um sofá.- Antes que diga algo...eu não me importo.

-Claro que não se importa, ela é uma Delacour!

-De qualquer maneira ela foi criada por trouxa, e tem o sangue sujo por ter conhecimento dessas imundices, por tanto, nunca demostrei o carinho de pai!

-Já estava na hora de perceber isso- ironizou, Lucius revirou os olhos.- Como descobriu? Mamãe lhe contou ?

 

-Não Draco, eu já sabia, o seu nome está desaparecendo da tapeçaria Black!

 

-Como? Quem terá o nome Malfoy será a Hermione.

 

-Já pretendem se casar tão cedo ?- perguntou Lucius com uma sobrancelha erguida em espanto.

 

-Sim, e logo seremos uma família!

 

-Então é por isso! Não é um simples namoro, e sim um patrimônio, o nome de sua mãe sumiu da tapeçaria quando ela teve esse mesmo pensamento quando estava grávida de você!

 

Draco parou

 

-Mas como soube que era a Hermione ?

 

-Muitas perguntas, Draco, mas vou responder- ele suspirou e sentou-se em uma enorme poltrona que tinha na sala.- Desde quando entrou em Hogwarts, você reclamava da Granger, chegava a ser chato ter que ouvir o nome dela toda vez que voltava de Hogwarts, mas eu e sua mão não nos preocupamos muito, deveria ser somente uma irritação, então descobrimos que Granger na verdade era Delacour. E era a primeira filha Veela, os poderes dela, são poderosos.

 

-Ainda quero entender!- resmungou mau-humorado

 

-Draco, você a infernizou a vida interia, as vezes os Veelas se atraem por aquele que seu coração não quer ver. Ela não quis te ver, porém o Veela dela mostrou que você era o companheiro dela!

 

-Não pensei que eu fosse tão óbvio!

 

-Pois é filho, você é. E eu li a mente de sua mãe, soube que entrou para Ordem...

 

Draco contou todo o plano para Lucius, porém lançou um feitiço de juramento perpétuo para que não contasse a ninguém até que a Guerra acabasse e Voldemort fosse derrotado. Era arriscado confiar em Lucius, conhecia bem seu próprio pai. Lucius suspirou pesado.

-Temos que ir! Sua prima já nos espera!

-Mas já ? Não tive muito tempo com Hermione! - Lucius riu pelo nariz e saiu do salão comunal.

>6<

 

Draco já tinha pego seus pertences, e junto com seu pai foram na tentativa de matar Alvo Dumbledore, mas foram surpreendidos quando Snape tinha o matado, aquilo literalmente não estava nos planos que tinha feito com a Ordem. Ele pode ver uma cabeleira negra correr, e ele sabia que era Potter, ele o culparia pela morte de Dumbledore. Porém, para sua sorte, ele culpou mesmo o seboso.

 

*6*

 

Hermione havia acordado sentindo um vento frio em suas costas, a loira se estremeceu e olhou para o lado procurando Draco, porém o que havia encontrado era um pequeno bilhete, ela abriu o bilhete:

 

"Minha pequena!

             Está na hora, eu consegui consertar o armário Sumidouro, e meu pai veio até mim para continuar com o plano, ele sabe de tudo, contei a ele fazendo o voto perpétuo.

Não se preocupe, assim que a Guerra acabar, estaremos juntos novamente, quero que saiba que eu te amo muito, não deixe seu Veela te machucar por pensar que não estou com você por que não te quero. Eu te amo!"

 

O seu lado Veela tentou tomar conta de seu corpo, mas com todo o esforço, conseguiu pensar em outra coisa, ela sabia que Draco não havia a abandonado, apenas tinha que cumprir o plano, e ela também. Estava na hora.

A segunda Guerra bruxa tinha acabado de começar.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpe o capítulo pequeno, é que estou travada nessa Fic, faz muito tempo que escrevi, então vou postando as ideias, mesmo que o capítulo seja pequeno.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...