História Minha Vida Descrita Em Meras Palavras - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hello~

Capítulo 6 - Novidades - ou não -.


Ah, nem sei exatamente o que dizer. Tenho me sentido muito animada, ultimamente. Outro dia, comprei alguns livros novos. Estou lendo Como Eu Era Antes de Você. Ah, o livro é ótimo, por sinal. Estou na metade, creio que irei sofrer muito ainda.
Ainda não estou de férias, estou tendo uma semana de provas daquelas. E, por incrível que pareça, tenho me aproximado muito mais dos meus colegas de classe no fim do último semestre. Estranho, não? Tive tantas oportunidades para tal ação e só agora fui me aproximar. Mas enfim. Me sinto tão bem comigo mesma, com todos ao meu redor e, principalmente, com a natureza. Estou feliz por poder ser eu mesma. Me expressar e ser espontânea. Minha mãe disse que iríamos para a casa da minha tia, em outra cidade. Isso me animou. Vou ver as pessoas que eu mais amo no mundo todo. Meu tio, minha prima - eterna best -, meu primo - praticamente irmão -, entre outros.
Ah, ela ainda me prometeu ir ao cinema comigo. Nunca havíamos feito isso, nenhuma vez sequer.
Acho que é isso, tenho notado que esses capítulos não fazem o menor sentido. Queria que vocês interagissem comigo, ás vezes. Mas, sequer sei se alguém continua a ler isso.
Álias, Lucas e eu acabamos com qualquer vínculo existente - ao menos, de minha parte, sim -.
Ele disse algo extremamente babaca e eu o mandei para a puta que pariu. O quê? Não sou obrigada!
Eu, como a tola que sou, me desculpei, mesmo não tendo feito nada. Como sempre, ele jogou a abobrinha para cima de mim e ficou chateado. Nem liguei. Se ele não se importa, eu muito menos.
Ontem, estive falando com os meus amigos. Filipe está de férias, mas entendiado sem nada para fazer e vive se depressiando. Débora está em crise com seu namorado, sempre triste. Danny, por outro lado, está muito feliz. Bebeu horrores outro dia e ficou falando as mesmas coisas diversas vezes. Foi engraçado.
Eu resolvi voltar a ser eu mesma, e disse isso aos meus amigos. Do que me adianta eu esconder meus sentimentos por medo? Ah, me sinto tão livre assim. Nunca queria ter deixado de ser essa garota. Mas, tem um porém, enquanto estou feliz, Débora e Filipe continuam se chateando mais e mais. E eu não sei o que fazer. Sou péssima em conselhos. Tenho passado a maior parte do meu tempo lendo, pesquisando sobre elementais, acendendo incensos, comendo e rindo. Ah, tenho sido muito bom. Logo irei ficar sem internet e espero que meus amigos não se desesperem com minha ausência, odeio ter que lidar com isso. Poxa, eu quero eles felizes. Isso me afeta, também. Não seria mais fácil se Filipe decidisse o que quer da vida e Débora terminasse de vez com Daniel? Obviamente. Mas as pessoas são assim. Complicam tudo. Sempre. Não é como se eles fossem um peso para mim, mas ás vezes me desanima. Enfim, espero conseguir fazer algo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...