História Minha vida e minha morte - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Sei lá, primeira historinha •–•

Capítulo 1 - A vida e a morte


A rua estava deserta, nela só havia eu e meia dúzia de pessoas caminhando... Eu não estava bem, eu tava me sentindo vazio. Então derrepente.....

- anh?

- meu Deus!! vc está bem!!!! - falou homem que dirigia o carro

Eu havia sido atropelado, metade do meu corpo fora destruído talvez....Eu estava sangrando muito.

Eu...iria sobreviver? Eu já não aguentava mesmo está vida.

Após 16 horas eu acordei. Metade de meu corpo estava enfaixado e eu estava no hospital. A única coisa que ecoava em minha mente era.... "por que eu ainda estou vivo?".

- ahn...

- Ah você acordou - disse a enfermeira que estava ali, seu sorriso era simpático - dorminhoco

- o que...

- mas você ainda precis...

- EI! Me diga... o que aconteceu!

- o-ok....

-  ....

- você foi atropelado, metade do seu corpo ficou muito machucado. Mas....você se recuperou rápido...demais para um humano. Não sabemos o por que....

- Então foi isso....

- Sim, talvez você não volte tão cedo a andar....

Ela parecia triste...bem eu não sabia o que fazer...estava cansado e meu corpo doía.

- Vou...falar com o doutor, já volto - ela falou meio desanimada

- ok

Me deitei e me virei para o lado.

Alguns minutos depois ela voltou e então me virei para ela.

- Então senhor....

- Marco

- Marco!! Tem número de sua família?

- Eu...

Eu não sabia o que responder...minha mãe morrerá quando nasci, meu pai eu não havia conhecido. Fui criado por meu tio que havia falecido a alguns meses. Não tinha amigos e nem ninguém...

- Oh! Desculpe... - ela parecia desanimada...

- não precisa...

- meu nome é Hina!

- ok...

- quer ser meu amigo?? - agora ela parecia animada

não quis deixá-la mais triste do que já parecia, essa foi minha resposta

- sim

- aaah!! que legal!!! - ela correu na minha direção e me abraçou

- AAARGH!!!

- oh! desculpe - ela me soltou e pareceu desanimada ao dizer isto

- sem problema....

- desculpe...

- o que foi?

- é que...

- fale

- você deve estar bravo comigo...

- não es..

- você é meu único amigo...ninguém...gosta de mim...

- eu gosto

Ela parecia feliz ao escutar isso é me abraçou de novo, então voltou ao trabalho.


Notas Finais


Ér....vlw?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...