História Minhas canetas (poesias) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Poesias
Exibições 22
Palavras 142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem. desculpe qualquer erro. Boa leitura 😜

Capítulo 10 - Solidão


Nessa solidão,
A noite permanece fria e calada,
Meus pensamentos se tornam coisas amadas,
Que ficam claros, nessa minha escuridão.

Meu cérebro começa a racíocinar,
Me lembro de todos que já tive algum afeto,
Surge uma vontade louca de chorar,
A finalmente, todos me largaram aqui, certo?

Me deixaram sozinha, na vida,
Sem poder ao menos me despedir,
Algumas horas me faço de cínica,
Afinal, não quero tudo aquilo de novo sentir.

Vivem a me chamar de fria,
Mas me fizeram dessa maneira,
Tentar enxergar a vida diferente, eu poderia,
Mas aí, estaria contestando a minha ira.

Sinto-me sozinha,
Como uma pequena estrela, no meio da poluição,
Lembro-me de todas as minhas "amiguinhas",
Que se diziam ser, para sempre, tudo em vão. 

No meu cotidiano,
Procuro ser o máximo possível, sociável,
Mas sempre, existem os soberanos,
Que me tratam como algo inimaginável. 

Notas Finais


Gostaram?
Desculpem a demora, é que eu sou como aquelas criancinhas, tipo eu preciso que alguém diga que está bom, e eu sempre peço para minha amiga falar o que ela acha, mas a ser humana resolveu desaparecer, e como vocês não tem nada a ver com isso eu simplesmente resolvi postar.
Bjs 😄 😉 😜 😘
Obs: mandem seus temas, não sintam vergonha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...