História Minhas canetas (poesias) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Poesias
Exibições 25
Palavras 83
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem. Desculpe qualquer erro. Boa leitura 😜

Capítulo 15 - No meu mundo


Fanfic / Fanfiction Minhas canetas (poesias) - Capítulo 15 - No meu mundo

No meio de tanta burrice,
Achei você que me desperta conhecimento, 
Em meio à tanta burrice,
Você virou meu entretenimento.

No meu caos ,
Achei a poesia,
Mudei os meus auto-retratos,
Algo que me recria.

No meio dessa ignorância,
Resolvi criar canetas,°♢
E fugindo dessa petulância.
Libertei minhas facetas.

No meu mundo,
Havia vida, paz e amor,
Mas lá no fundo,
Tudo era pura dor.

Na minha vida,
Ninguém me entendia,
Era invejada,
Mas para mim, isso tudo não passava de pura agonia. 

Notas Finais


°♢- no caso "canetas" são as poesias, porque esse foi um código antigo que eu criei e ainda uso, para quando eu quero me referir as poesias que escrevo perto das pessoas, elas não saberem o que é.

Gostaram? Não sejam fantasmas.
Obs: As poesias postadas não são necessariamente o que a autora está sentindo, afinal, todo poeta é um fingidor.
Bjs 😄 😉 😜 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...