História Minhas cicatrizes - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 82
Palavras 2.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoasss ❤
Primeiramente antes que vocês me matem eu queria pedir um milhão de desculpas.Eu sei que demorei pra postar mas tava acontecendo umas crises existências bem lokas nesa minha vida. Me desculpe pelo atraso. Obrigada a todos que adicionaram aos favoritos e comentaram, vocês me motivam a continuar a história. Bom, sem mais delongas, vamos a história.

Capítulo 7 - Você é diferente


POV Ban

Finalmente chegou a tão esperada sexta feira. Eu já não aguentava mais essa escola chata. Ontem eu passei a tarde inteira dormindo e não fiz dever. Tomara que o Dreyfus não encha muito o meu saco.
Quando eu cheguei,Jericho estava no pátio. Ela parece bem irritada hoje. Será que ela ainda esta com raiva daquilo?
Me aproximei dela sem fazer barulho, me abaixei na altura dela, fechei os olhos e beijei seus lábios. Não foi bem um beijo de desculpas porque aquilo não tinha nada de arrependimento, eu só queria beijar alguém mesmo.
Foi um beijo meio agressivo e Jericho retribuiu na mesma intensidade. Parei o beijo quando senti minhas costas doerem de tanto ficar abaixado.
-Ei! - ela disse, fazendo biquinho
Pus a mão na cabeça dela e sai sem dizer nada. Ela merecia isso, quem mandou ficar com raiva sem motivo?
Harle pediu pra mim ir com ele em uma boate hoje. Eu não preciso contar pra minha namorada não é? Ou eu preciso? Cara, namorar é uma coisa muito complicada. Acho que não vou falar nada, se ela me perguntar, eu respondo.

~Quebra tempo~

Jericho não falou comigo o resto do dia. O que eu fiz agora? Tudo bem que eu nem procurei saber porque ela está assim o dia todo,mas custava vir falar comigo?
"Ela deve estar só chateada" pensei "daqui a pouco ela volta ao normal"

~Quebra tempo~

POV Elaine
Cheguei em casa completamente morta de cansaço. Eu precisava de uma soneca para poder aproveitar nossa saída mais tarde. Eu não disse nada para Diane, mas acho que é a primeira  vez que eu saio com amigos.
Entrei no meu enorme closet para escolher a roupa que eu ia usar hoje. Decisão difícil!
Minhas prateleiras estavam abarrotadas de roupas e sapatos que eu nem sequer já tinha usado alguma vez na vida. A maioria deles são presentes do meu pai, toda vez que ele sai e fica fora muito tempo (como agora) ele traz um monte de presentes para  mim e para o Harle. Acho que essa é uma forma de ele tentar se desculpar.
Acabei escolhendo uma roupa qualquer e decidi ir comer,eu estava precisando repor minhas energias e colocar alguns pensamentos em ordem.
Eu estava tão cansada que não consegui nem descer as escadas pra almoçar. Deitei na minha enorme cama e fui dormir um pouco.

Eu estava conversando com alguém quando Ban chegou e segurou minha mão. Eu sorri pra ele, ele estava ajoelhado na minha altura. Quando achei que ele ia se levantar, eu me virei de costas e envolvi a cabeça dele com meus braços. Senti que Ban estava saindo do meu "abraço" desajeitado e fiquei triste, porém eu não disse nada.
Senti braços envolvendo minha cintura e levei um susto quando percebi que eram os braços de Ban. Sem pensar muito, envolvi o pescoço dele retribuindo o abraço e me concentrei apenas no calor de seu corpo.
"Isso não está certo " pensei. Me apertei mais contra ele e senti ele fazer o mesmo.
"Ban!Vamos voltar para perto das outras pessoas!" eu tentei dizer isso, mas quando eu abri a boca, não saia nem um som.
Fiz um esforço para soltar um pouco meus braços do pescoço dele, na esperança que ele entendesse o recado, mas ele apenas me abraçou mais forte. Depois de muitas tentativas, eu finalmente consegui falar alguma coisa e Ban me soltou. Sorri pra ele. Ele sorriu e disse que já estava indo.
Ban se virou e saiu andando,e quando ele olhou para trás, mandei um beijinho, e ele deu o sorriso mais lindo do mundo.
-Elaine!Elaine! - Hm? O que ele está fazendo aqui?

 Acordei com Harle me sacudindo igual um louco. Abri os olhos sem entender nadinha do que estava acontecendo.
-Graças a Deus! - disse Harle aliviado
Eu ainda estava meio grogue e desnorteada, eu só queria que o Ban voltasse e me abraçasse novamente. Opa! Foi um sonho!E tipo, era o Ban!Eu não gosto do Ban!
Harle atropelava as palavras e eu não entendia nada que ele estava falando.Senti meus olhos pesados.
-Elaine!Por favor! - havia desespero na voz dele
Tentei entender o que ele estava dizendo mas foi em vão. Senti uma coisa fria entrando na minha boca sem mais nem menos,um líquido de gosto estranho escorreu na minha garganta e e eu tive vontade de vomitar,mas não tive escolha senão engolir. Lutei para os meus olhos ficarem abertos e com muito custo,consegui.
Tentei reconhecer aonde eu estava, levei um susto quando vi Harle sentado na minha cama com os olhos marejados e cara de preocupação. Ele estava segurando um vidro de remédio e uma colher. Do meu lado tinha uma variedade de salgados imensa,tinha café,suco de laranja, bolos e frutas.
Entendi na hora o que estava acontecendo. Peguei a xícara de café e tomei tudo sem reclamar. Eu tinha feito de novo, preocupado Harle, atrapalhado ele.
-Desculpe! - eu disse sem olhar pra ele
-O que está dizendo? - ele sorriu - Você é minha irmãzinha! - ele passou a mão na minha cabeça - É meu dever cuidar de você,certo?
Não aguentei, comecei a chorar e me joguei no braço estendido de Harle.Meu irmão beijou minha testa e me entregou uma bandeja de salgadinhos. Eu sabia que não ia adiantar nada eu dizer que não estava com fome, então eu apenas peguei uma coxinha e comecei a comer.
-Você ia sair? - perguntei
-Vou ficar aqui com você
-Harle, pode ir! Eu posso ficar com as empregadas!
-Eu vou ficar aqui
Droga! Eu sou inútil!Pensa Elaine! Pensa!
-Hm... eu vou sair - eu disse
-O que? - ele parecia incrédulo
-Eu disse que vou sair...
-Ficou louca? Você não está bem!Não posso deixar você fazer isso!
-Eu estou bem! - fiz um biquinho e encarei a janela
Ele pareceu pensar um pouco
-Ok! Com quem você vai?
Acho que o normal seria perguntar o lugar primeiro,mas ignorei esse fato
-Com o Hauser e ...
-An?O Hauser?
-Deixa eu terminar de falar - disse em burrada - eu vou com o Hauser e com a Diane
Ele corou um pouco quando eu disse o último nome. Aí tem coisa.
-Acho que não tem problema então... Já que você está até querendo sair - Dei um meio sorriso - tem certeza de que está bem?
Balancei a cabeça afirmando. Eu ficaria bem depois de um bom banho.
-Promete que vai me ligar se acontecer alguma coisa?
-Prometo onii-chan - fiz uma careta
-Que fofa! - Harle deu um beijo na minha bochecha e levantou da cama - Ok!Vou me arrumar!
-Hm?
-Vou sair com o Ban - meu coração deu uma falhada.O que é isso? - a propósito... nós precisamos conversar
-Sobre?
-Temos que começar a fazer a lista de convidados - ele deu um sorriso e saiu do quarto
Putz!Esqueci da lista! Levantei da cama com dificuldade, não queria que o Harle me visse assim.Afastei esses  pensamentos e voltei a me lembrar do sonho.
Que sonho louco!Só lembro que estava conversando com alguém antes de Ban chegar, mas isso não fazia tanta diferença. O que realmente não fazia sentido era o que ele fez.
Não tinha motivos para eu me preocupar com isso agora,a única coisa que eu podia fazer no momento era me arrumar pra sair com a Diane.
Olhei as horas no relógio...Putz!Eu estava muito atrasada! Corri para o banheiro para tomar banho, porque eu tive que dormir tanto?

 POV Diane
-Masayuma chasing!Chasing... uhuuu - cara!eu amo essa música!É da minha série preferida. - Masayum... cof!cof! - Droga!engasguei com o xampu! Sim, eu canto no chuveiro. É crime?
Finalmente chegou a sexta feira!Eu preciso ficar muito irresistível para impressionar o Hauser! Espera, eu não gosto do Hauser!Que seja!
Saí do banheiro e fui animadamente escolher minha roupa. Acho que eu vou chamar a Elaine pra fazer compras qualquer dia desses.Coloquei a música Glad you came, pus um roupão e fui me maquiar.
Cantei igual uma louca e acabei borrando meu olho todo. Nem percebi que alguém estava me ligando.
-Alô
-Diane? - disse uma voz tímida
-King?
-Como você sabia que era eu?
-Reconheci pela voz - óbvio não? - como você conseguiu meu número?
-Pela Elaine,mas ela não sabe que eu estou te ligando. Não diga nada por favor!
-Claro!Mas o que é tão importante?
-Eu só queria saber se você vai sair com a Elaine hoje
-Hm...Vou!Estou super animada!
-É só isso! Obrigado!
-King?
-Sim?
-Estou indecisa!Uso o vestido preto ou o amarelo?
-Eu acho que você fica bonita com qualquer coisa - eu corei.Silêncio - B...Boa noite Diane!
-Beijo!Tchau!
-Tchau!
Esperei Harle desligar o telefone. Nada. Desliguei o telefone e olhei meu olho esquerdo completamente borrado. Sério que eu ficava linda de qualquer jeito?

POV King

Cara o que foi isso?Eu estou me sentindo um péssimo irmão, eu usei a Elaine apenas como desculpa porque eu sei que liguei para a Diane por outro motivo.
Argh!Me senti péssimo quando vi a Elaine naquele estado e ainda por cima se desculpando.A culpa não é dela.Ok! Talvez ela tenha sim uma parcela de culpa.
Fui tomar banho com Get Ugly no último volume. Não, não é crime dançar no chuveiro. Quando eu estava saindo do banheiro, meu sabonete preferido caiu e eu escorreguei nele, bati o pé na lateral do vaso. Droga! Agora vou pra boate ficar sentado!
Levantei do chão e entrei no meu quarto.Parece que hoje as coisas não estão dando muito certo.

POV Elizabeth

Hoje eu vou sair com o Meliodas. Estou tremendo desde cedo. Quero batata frita. Estou com medo de fazer alguma merda. Folha de bananeira deve ser gostoso. Meus pensamentos tão estranhos. Acho que vou comprar um coelho.
- Vai sair? - Ai que susto!
-O que?
-É com o namoradinho não é?
-Verônica! - ela deu uma risada
-Não vai passar nem um pouco de maquiagem?
-Você sabe que não sei usar essas coisas
-Eu te ajudo - ela sorriu - quero conhecer meu cunhadinho!
Joguei uma almofada nela.
-Ei! - disse ela pegando um pincel
Verônica é boa nessas coisas. Em poucos minutos eu estava pronta
-Obrigada Verônica neesan!
-De nada! - ela fez uma cara divertida - vai me contar sobre seu namoradinho agora?
-Nadinha! - eu me levantei e dei um beijo na bochecha dela. - Estou indo!
-Mas já? - ela fez um biquinho
-Não quero deixar ele esperando
-Hm! Então é ELE?
-Como assim?
-Você vai sair com um garoto! - corei
-Tchau Verônica! - saí deixando ela rindo sozinha no meu quarto. Véi! Nutella é legal! Droga! Os pensamentos loucos voltaram!
Saí caminhando pelas ruas tentando não pensar muito. Do jeito que meu cérebro estava funcionando eu ia acabar lambendo um poste pra ver que gosto tinha. Me arrependi de ter saído de casa tão cedo, fazer o que né? Eu estava tentando fugir da Verônica. Já tinha escutado algumas garotas dizerem que saíram com o Meliodas e ficaram horas plantadas esperando ele chegar. Eu estava quase voltando pra casa pra esperar mais um pouco e aturar minha irmã quando eu vi que ele já tinha chegado. Parei a poucos metros de distância dele sem mover um músculo. Ele estava lindo. E o melhor, hoje ele era todo meu.

 POV Meliodas

Eu nunca fui de chegar cedo nos meus encontros, sempre chego atrasado. Tipo, essa foi a primeira vez que eu chego tão adiantado apenas para uma garota não ficar esperando. Eu tinha uma filosofia, "se a garota quer sair comigo ela que me espere chegar ". Tinha.
Olhei para o fim da rua.Meu coração deu uma falhada. Não esperava que ela fosse chegar tão cedo.
Elizabeth estava linda, nunca a vi usando maquiagem. Não fazia diferença, ela era linda de qualquer jeito. Ela parou a alguns poucos metros de mim que a meu ver pareciam quilômetros. Ela não disse nada. Será que estava com medo de mim?
-Oi! - eu disse me aproximando. Dei um beijo na mão direita dela.
-Oi! - disse, tímida
-Você chegou cedo!
-Você também - rebateu
-Eu estava sem nada pra fazer - menti
-Eu estava fugindo da minha irmã - disse ela sorrindo
Silêncio.
-Já que nós dois chegamos cedo,que tal se a gente fizesse alguma coisa antes de ir pra boate?
-Tipo o que?
-Sei lá - olhei para o lado e vi uma cafeteria estilo anos 70 - tomar café?  
Ela sorriu e concordou com a cabeça
-Só se for agora
Atravessamos a rua e fomos em direção a cafeteria. Abri a porta pra ela.
-Obrigada - disse sorrindo
Tenho que admitir que aquele lugar era incrível, parecia que a gente tinha acabado de entrar em um cenário de Todo o mundo odeia o Chris. Nos sentamos em uma mesa mais ao fundo e esperamos até a garçonete vir nos atender.
Acho que já vi essa garota antes.Seu nome é Merlin, certo?
-Boa tarde! - disse simpática -o que vão querer pedir?
Elizabeth mais do que depressa respondeu:
-Uma porção de batata frita com ketchup, uma banana split, um milkshake e refrigerante, por favor.
 A garçonete pareceu abafar um sorriso. Confesso que também fiquei meio espantado.
-Eu vou querer só um refrigerante e uma porção de fritas com queijo.
Depois que ela saiu com nossos pedidos eu fiquei encarando Elizabeth com cara de bobo.
-Que foi? - perguntou tímida
-Nada - eu ri de mim mesmo - você só... Você é diferente
-Hm?
-A maioria das garotas que eu já chamei pra sair não comem direito e ficam falando que estão de dieta. Você... você é sincera! 
Que ótimo estraguei tudo!
-Você acha? - disse ela dando um sorriso tímido
-Acho - rebati
Parecia que a gente estava ficando mais perto tipo, cada vez mais perto. Comecei a sentir a respiração de Elizabeth no meu rosto. Estávamos quase nos beijando
-Aqui está o pedido de vocês - a garçonete pós os pratos na mesa com sorriso. Ela era simpática mas não tinha nem um pingo de noção
- Obrigado - eu disse tentando manter meu controle e  não dar na cara dela.
Elizabeth corou e endireitou sua postura. A garçonete saiu tão depressa quanto chegou e foi atender outros clientes. Será que se ela não tivesse aparecido, Elizabeth me beijaria?

POV Elizabeth

As palavras de Meliodas ecoavam na minha cabeça. Será que ele queria dizer algo mais com aquilo?
 "Você só... Você é diferente"
Não diga isso, por favor. Meu coração vai querer acreditar.


Notas Finais


Então pessoas, desculpe se esse capítulo ficou podre😅😅 prometo que o próximo vai ser melhor
O que vocês estão achando? Por favor comentem, adoro ler os comentários de vocês
Desafio: quem acertar primeiro o nome da "série" preferida da Diane
vai poder ter uma participação especial e fazer uma pergunta para um personagem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...