História Minhas profundezas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bebidas, Choro, Drama, Drogas, Escola, Fases, Feels, Fuck, Romance, Sentimentos
Exibições 12
Palavras 382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Poesias, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que vocês tenham gostado, por favor curtam e comentem o que acharam!💘 se quiserem outro capítulo comentem também!

Capítulo 1 - Noite intensa


 Já faz um tempo que eu não estou me sentindo bem, cadê a July? Ela prometeu me manter em segurança até eu ficar sóbria...Olhando pros lados me vejo rodeada de pessoas mas...Quem são? Estou com medo, ultimamente eu só tenho saído com a July após o desastre de 22 de Julho.

        Não é a primeira vez que fingimos ter outra idade pra entrar numa festa, ela sabe as regras, eu estou tonta, as luzes estão se apagando, ouço vozes...

-Luna, você está bem?

-Ela estava no bar quando caiu.

-Luna?

       Minha respiração está abaixando...e eu não enxergo mais nada, eu...

--------------------------------------------------------------------------------- 1 hora depois

           Estou com a cabeça latejando, sinto meus olhos se descolando, July? É a July?

-Luna, você tá bem? Achei que iria ter que te levar pra casa?

      Pra casa? Num instante me levantei.

-Onde estamos??? Você tá louca meus pais não sabem que estou aqui.

-estamos no banheiro. A festa está terminando, você está melhor?

-Acho que sim, vamos voltar agora!!!

-Acho melhor não, você estava delirando, enquanto estava inconsciente, disse algo sobre estar sozinha, sobre decepcionar, e sobre o Nick tentar te drogar. 

-você mesma disse eu estava delirando, eu e o Nick estamos bem, eu não estou sozinha, estou com você, a menos que eu tenha te decepcionado, o que aliás você fez comigo quando desapareceu.

-hm, desculpe, o Brendy e eu estávamos dando uns amassos kkk é melhor você ligar pra sua mãe e dizer que vai dormir lá em casa, porque seu bafo está o cão. 

-Vou sim mas antes eu vou ali e já volto.

           Saindo do banheiro vi que a festa estava olhando pra mim como se eu eu fosse uma lixo. Então passando vi tudo em câmera lenta, meu rimel estava borrando, e eu estava chorando, não tenho saída, Até meu sub consciente já sabe que estou mal. Uma sensação de que todos têm alguém que os ama, mas eu não, parece que ninguém me ama, eu sempre sou um fardo pra todos, me controlo para não falar, não quero ser tratada como uma sensivelsinha, mas apenas me afogo em lágrimas.

         Sai do prédio, e então vi o Harry e seus amigos fumando maconha. 

-que foi princesa que você tá chorando?

-para de ser tosco Harry, me passa isso.

-amanhã tem aula fofinha, você é frágil. 

-me passa essa merda. 

-Você que manda.



 



Notas Finais


Gostaram? Sinceridade...me identifico muito com a Luna, ela acha que fica bem sozinha, mas precisa de ajuda, e sempre é um fardo pra todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...