História Minhas profundezas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bebidas, Choro, Drama, Drogas, Escola, Fases, Feels, Fuck, Romance, Sentimentos
Exibições 7
Palavras 593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Poesias, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Primeiro dia de aula


 

Acordo, e olho o despertador, são exatamente 06:00 horas da manhã e à aula começa 7:40, estou ficando desesperada, porque eu ainda tenho que acordar a July

-Luna? Você já acordou? 

-Não, aqui é o fantasma da Luna.

-Que horas são? 

-06:00

Ela dá um salto da cama.

-você é louca, o que você tá fazendo aí parada?

- O mesmo que qualquer pessoa normal faz as 06:00 da matina.

-para de ironia, você sabe que isso me enche. 

-Eu tô com uma puta dor de cabeça.

-Ressaca meu bem.

-Vamos logo, não quero chegar atrasada, eu tomo remédio depois.

                    Depois de pronta, entramos no carro com a mãe da July, que percebeu meu mal estar

-O que você tem pequena?

-Nada tia.

-Então tá bom, meu bem.

                 A nossa preocupação de chegar na escola atrasadas se sessou, quando era 7:15 e damos de cara na porta da escola, que não tinha aberto.

-Que merdaaaa. 

-Não grita desgraça,  a dor de cabeça lembra?

-será que o Brendy já chegou??

-Eu sei lá pergunta pro Juliano ou pro Harry, os dois tão fumando ali.

               Ela encaminhou em direção a eles e disse:

-Quem diria em Harry, o grande Harry 7:15 da matina dando de cara na porta.

-Não enche.   -ele respondeu.

-ah mas eu encho sim, quando se trata de você ter oferecido drogas pra minha amiga.

-Olha aqui, a princesinha ali, que queria, ela insistiu, se você assiste séries sabe que quando alguém aceita algo vem o próximo capítulo. 

-Você viu o Brendy?

-Eu tenho cara de caça fantasma, eu não vejo ele a semanas.

-ele você Juliano?

-que?

              Mesmo de longe percebi que ele estava drogado de mais para pensar, então o portão abriu. Eu gritei:

-July, abriuuuu. 

                   A escola continua a mesma, e aos poucos foi lotando de alunos, sempre os mesmos grupinhos, eu e a July usamos códigos desde o desastre do dia 22, temos as nerds,  que nós chamamos de nerds, as que se acham como vocês já devem ter visto em algum filme de colegial aí, por que clichê faz parte...Chamamos elas de little Queens, os maconheiros, como Harry,  de Stp's (stúpidos) e os normais, que não damos rótulos é óbvio. 

                     E nós as baladeiras vida loka 1000 grau, brincadeirinha, somos normais também, exceto eu que não sou nem um pouco, talvez as pessoas me dêem o rótulo de depressiva, eu tenho tudo pra ser feliz, uma amiga, um namorado, mas talvez não seja o suficiente dessa vez, e falando nele...

-Oii Luu

-Oi amor.

-Fiquei na turma B e você? 

-Na D, com a July

-Você ainda anda com essa menina depois de tudo?

-Do desastre do dia 22

-xxxiiiu, não me lembre isso, a dor de cabeça piora, e ela não faz parte do desastre do dia 22.

-Você que sabe,...Quer ir na minha casa depois da aula?

-Se for pra conversar sobre o que você tentou?

-Ah, eu pensei em esquecermos isso, e partimos pra ação

      Ele me beijou e eu retruquei:

-se a ação for depois da conversa eu aceito.

-tá bom, preciso ir encontrar com O Harry.

-Ok...

             Sem que eu percebesse a July tinha se afastado...Eu então fui atrás dela:

-Oi Luna, achei melhor deixar vocês a sós, vem a aula já vai começar. 

-Tudo bem.

          Bateu o sinal, entre os na sala, e após 8 horas, cada uma seguiu pra sua casa, e eu já não queria ver a cara da minha mãe, mas fui mesmo assim. Eu sempre vou a pé pra casa, por que afinal eu moro aqui do lado, fui pensativa pensando sobre o desastre do dia 22...mas logo esqueci e voltei a pensar em qual sorriso falso era o melhor para enganar minha mãe pela 29483747 vez de que eu estava bem.







Notas Finais


Gostaram????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...