História Miraculou perdido - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Visualizações 18
Palavras 985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Garoto novo na escola


Fanfic / Fanfiction Miraculou perdido - Capítulo 1 - Garoto novo na escola

Já era de manhã na França, e marinette ainda estava a dormir, mas quando seu despertador toca ela apenas tira sua mão de baixo da cobertas e o desliga, e volta a dormir.

- Marinette você vai se atrasar.

Sua mãe grita e a Marinette acorda apavorada e olha para o seu relógio que já marcava 7 horas da manhã, então a menina levanta da cama em um pulo troca de roupa e sai as pressas de casa.

.. Quebra de tempo..

Quando ela chega a escola ela se depara com a sua amiga Alya que logo a para.

-Qualma amiga que pressa é essa- Alya diz enquanto Marrinette tomava folego.

-Eu Estou atrasada?- Marrinette diz ainda sem folego.

-Não, pra falar a verdade você esta 5 minutos adiantada pela primeira vez na história- Alya diz e a Marinette se recompõe.

-Que bom.

-Você ficou sabendo amiga?- Alya diz animada.

-Fiquei sabendo do que?

-Vai vim um garoto novo pra cá e pelo que sei ele é estrangeiro- Alya diz animada.

( Narrador: Marinette)

Enquanto eu conversava com a Alya eu vejo alguém chegando na escola , esse alguém estava em uma moto preta, essa pessoa estaciona a moto numa vaga em frente do colégio.

-Será que é ele- Alya pergunta entusiasmada.

-Não faço ideia- digo sem me importar.

- Só tem um jeito de descobrir vem.

A Alya diz e puxa o meu braço e nos 2 vamos até a pessoa, quando estávamos bem perto, daquela pessoa ele tira o capacete e se revela um garoto de cabelos tão ruivos que chegavam a ser vermelhos sangue e ele tinha olhos verdes ( imagem da capa), que conveço ele até que era bonitinho.

-Que gato amiga.

A Alya diz em um tom baixo só pra que eu possa ouvir, o garoto desse da moto, ele usava uma blusa de frio preta, calças dins e uma botina daquelas de motoqueiro.

-Amiga ele ta vindo pra cá.

A Alya diz, e realmente ele estava vindo na nossa direção, quando ele estava bem perto de nos ele para e nos olha.

-Olá - O garoto diz em um tom frio.

- É olá- digo meio sem jeito.

- Vocês poderiam me ajudar, eu sou novo aqui e não conheço absolutamente nada dessa escola- o garoto diz sério.

- Mas é claro é- não termino a frase por que eu não sei o nome dele.

-A sim, aonde estão meus modos, meu nome é Rafael mas meus amigos me chamam de Rafa e vocês são?- O Rafael diz em um tom calmo.

- Meu nome é Alya.

-E eu sou a Marinette.

-Prazer em conhece las.

O Rafa diz, ele prece ser um garoto simpático e gentil. O sinal bate e eu percebo que estamos atrasados.

-Agente tem que ir Alya, vamos nos atrasar- Digo pronta pra sair correndo.

-Qualma Marinette, primeiro temos que ajudar o Rafael- Alya diz me olhando.

- Não, tudo bem podem ir, eu Seviro.

Assim que o Rafael disse isso eu e a Alya saímos correndo pra sala de aula, que por pouco não nos atrasamos. Já devia ter passado uns 20 minutos que a aula começou mas ela é enterrombida quando o diretor abre a porta.

- Senhorita esse é o novo aluno dos EUA- O diretor diz e sai da sala.

O diretor diz e o garoto entra na sala e pra minha surpresa era o Rafael.

- Olá eu sou a sua nova professora- a professora diz sorrindo.

- Olá- o Rafael diz de modo frio e ele ia se sentar no fundo da sala.

- Ei, por que não senta aqui comigo- O Adrian diz e o Rafael se senta do lado dele.

-Gostaria de falar um pouco sobre você- A professora pergunta olhando pro garoto.

- Esta bem- Ele diz e suspira- Meu nome é Rafael tenho 18 anos e sou dos EUA mas me mudei resentimente pra França, sim eu tenho cabelo vermelho mas se alguém me chamar de cabeça de fósforo eu arranco a língua fora, além disso eu tenho uma certa paixão por motos tanto que tenho uma preta.

- Do que adianta ter uma moto sento que nem carteira tem- O Alix diz dando umas cutuveladas no Ivan.

- Pra sua informação eu tenho uma carteira de motorista sim- O Rafael diz com a carteira de motorista na mão.

- Mas como você pode dirigir sendo que nenhum de nós ainda pode- Alix diz com raiva e ciume.

- Pequena curiosidade dos EUA se você tem 18 anos ou é mais velho que isso você já pode dirigir se já tiver carteira- O Rafael diz com um sorriso malicioso no rosto.

- Metido, no final da aula ele vai levar- Alix diz em voz baixa pro Ivan.

.. Quebra de tempo..

Quando a aula acabou eu fiquei conversando com a Alya até que ouço um grito do Nino.

-VAI TER BRIGA GENTE- O Nino gritou e eu e a Alya vamos ver o que era.

Quando chegamos no patio nos vemos o Kim e o Rafael conversando.

- Eu não quero brigar com você Kim- Rafael diz com um olhar frio.

- Ta com medo, metitinho dos EUA- Kim disse depoxando do Rafael.

-Não, mas quem devia ter medo aqui é você- Rafael diz de modo frio e incencivel- Já que quem vai levar uma surra é você Kim.

-Ora seu.

O Kim fica com raiva e ataca o Rafael com um soco mas o mesmo desvia e da uma cutuvelada nas costas do Kim fazendo ele cambalear sem equilíbrio.

-Você vai pagar.

O Kim disse e ataca o Rafael novamente mas o mesmo desvia e pega no pulso do Kim e da um chute na barriga dele fazendo o cair.

- Quando você for brigar com alguém primeiro veja se ele não é mestre em mais de 6 tipos de lutas diferentes.

O Rafael fala, pega sua mochila e o seu capacete que estava encima do banco, vai até sua moto a liga e vai embora.

-Levou uma surra feia em Kim.

O Nino diz ajudando o Kim se levantar, mas eu não fiz nada só olhei para a direção que o Rafael tinha ido, alguma coisa nele me entrigava, mas o que poderia ser?






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...