História Miraculous - Amigos Verdadeiros. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir)
Tags Artes Marciais, Colegial, Família, Magia, Mistério, Novela, Romance
Visualizações 17
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Famí­lia, Magia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal!!

Amores, esse capítulo é bem curtinho, mas é porque eu quero deixar ele pequeno e aumentar o próximo; espero que tenham gostado. Comentem aí! beijos. ^.~

Capítulo 1 - Paris e seus heróis.


Fanfic / Fanfiction Miraculous - Amigos Verdadeiros. - Capítulo 1 - Paris e seus heróis.

Para uma segunda-feira, Paris amanheceu bem movimentada. Para muitas pessoas, o começo do dia foi bem sonolento, mas deu pra passar.  Marinette Dupain Cheng, era uma menina bem bonita, esforçada e muito desastrada. Para o seu primeiro dia de aula, isso não foi diferente, e logo começou os desastres. Os pais de Marinette tinham uma padaria que era bem famosa em toda Paris. Os melhores pães, bolos e todos os tipos de iguarias que uma bela padaria pode ter.  

Já era umas 6:30 da manhã, e Sabine (mãe de Marinette) estava indo chama-la para que ela não se atrasasse. Mas não adiantou.

— Marinette! Marinette! Desse jeito você vai se atrasar. Já são 6:30. - ela dá um pequena balançadinha na Mari, que estava deitada sobre a cama. - O quê? 6:30? Ai, meu Deus. - Mari dá um pulo da cama, tira seu pijama e vai direto ao chuveiro.

Minutos depois, ela se arruma, vai para a mesa tomar seu belo e delicioso café da manhã. Ela termina, pega sua coisas e sai.

Enquanto isso, na casa do Adrien. 

— Então Adrien, está pronto? - Nathalie pergunta com um sorrisinho disfarçado.
— Sim, Nathalie. - Ele responde meio animado.
— Tudo certo então. Vamos indo? - ela pega uns papéis em cima da mesinha do outro lado. 
— Ah, Nathalie, esqueci meu celular, vou buscar. Um momento. 
— tudo bem, mas não demore. Temos que ir! - ela o avisa.

Ele subiu até seu quarto, pegou seu telefone e voltou. O pai de Adrien, o Senhor: Gabriel Agreste, era um homem bem culto. Mas muito exigente não só com o seu filho, mas também com as pessoas que trabalhavam com ele. . 

      Primeiro dia de aula no Centro de Ensino Paris- Capital.      ( Amores, o nome desse colégio está estranho, mas é que  eu estou sem ideias, então vai). ^.~    

Marinette corria bem rápido, pois estava atrasada. Ela não se atrasava todos os dias, mas aquele dia era uma segunda-feira, portanto, volta as aulas e os costumes ficariam diferentes.  Adrien ainda estava seguindo em direção a escola, quando a viu e mandou parar o carro.  Ele sai do carro, e a chama:       

 — Ei! - ele grita eufórico. - Marinette olhou para trás com um pequeno olhar intrigado. 
              — Eu?! - ela pergunta de longe muito intrigada. 
             — Sim, você mesmo. Vem aqui! - Ela veio.
            —  A- A- Dri -En? Quer dizer, Adrien Agreste? Isso é um sonho? - Ela pergunta. - Ele sorri, e exclama.
            — Calma, calma. Sou eu mesmo! Você vai para qual lado? Pode ser que eu lhe dê uma carona, né? - ele põe a mão na nuca, meio envergonhado. 
             — A-ah, não, não, eu estou bem. Quer dizer... um pouco atrasada ...  mas estou quase chegando. - Ela rebate.  Marinette amava todas as fotos que Adrien havia feito durante toda a sua carreira de modelo. Mas ainda não havia tido uma paixão intensa como a que tinha acabado de ter. Pelo visto... ali estava rolando um " Amor à primeira vista".  Pelo menos da parte dela. 

— Vem! eu te dou uma carona. Onde você está indo? - ele insiste. - Eu estou atrasado, mas posso lhe dar uma carona. Vamos!
             — Tudo bem, Adrien. Não se preocupe. - ela responde. - Bem, eu V-ou para o Centro de Ensino Paris - Capital. Não está longe.
            —  Nossa! - Ele diz muito surpreso. - eu também vou pra lá; Vamos, eu te levo. 
           — ...  - Há um silêncio. - Tu-d-o bem. - os dois riem. 

O motorista já estava à espera. eles entraram dentro do carro e saíram. 
            ( Pensamentos de Marinette) /-/ ~Marinette on~ 
          —  Ai, meu Deus! Não tô acreditando. Adrien Agreste me dá carona? Socorro. - Morta- 
            

Continua...
                             

                                                                                                                             


            
          

 

 


Notas Finais


Amores!!!

Esse aqui foi o primeiro capítulo. Não vou demorar muito para postar o próximo, aguardem! Espero que tenham gostado, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...