História Miraculous 2 temporada - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Romance
Exibições 114
Palavras 1.302
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Luta, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nunca vou me cansar de escrever apenas para ler seus comentários depois gente, como é bom ser motivada S2

Bjo CHATON.

Capítulo 11 - Uma Missão.


Fanfic / Fanfiction Miraculous 2 temporada - Capítulo 11 - Uma Missão.

* Marinette *

- Mari! Já estamos indo.. - gritou Alya do quarto, eu estava com a boca na toalha gritando, meu olhos doíam, minha garganta estava inchada, as lágrimas não paravam de descer, cada vez que eu tentava esquecer o que aconteceu, a cena do Adrien eu estava acabada e meu coração também.

- Já estou indo! - disse enxugando as lágrimas, mas elas insistiam em cair, fui até pia e lavei o rosto, assim que sai do quarto a Alya me olhou.

- Ah Mari - ela falou me abraçando, então eu soltei, comecei a chorar muito, eu soluçava, a dor que estava no meu peito era forte, eu queria partir ali, apenas de pensar que eu perderia o Adrien, meu coração perdia mais um pedaço.

- Eu não quero perde-lo Alya - eu disse soluçando - Eu não quero..

- Eu sei, eu sei.. - ela disse beijando minha cabeça - Vamos fazer de tudo para ajuda-lo... - ela disse segurando meu rosto e enxugando as lágrimas que desciam, eu apenas assenti, depois de ter vestido a roupa que a Alya trouxe (  http://www.polyvore.com/cgi/set?.locale=pt-br&id=209658015 ), saímos do quarto e fomos para a recepção, onde eu tinha que assinar umas coisas.

- Olha, eu achei isso em uma caixinha, e isso estava em seu pescoço - ela disse me entregando o colar e o anel, que ambos o Adrien me deu, eu peguei e coloquei os dois, um conforto ao olhar para o anel se abriu em meu coração, um ponta de esperança surgiu, senti como se ele ainda estivesse ali, me abraçando - Nossa, você está sorrindo... - disse Alya me dando uma leve cotovelada, eu ri.

- Obrigada, o Adrien me deu o colar e o anel... - eu disse - Isso fez com que eu me sentisse melhor, como se ele ainda estivesse aqui do meu lado.

- Logo ele vai estar, você vai ver - ela disse me abraçando de lado, isso era o que eu mais esperava, que ele voltasse para mim, fomos andando para casa, já que o hospital fica a uma quadra da minha casa, assim que me deixou em casa ela disse que meus pais estava no supermercado, eu agradecia a Alya e subi para meu quarto, eu mal entrei e Tikki pulou no meu rosto.

- Se machucou? Tem cicatriz? O Adrien tá bem? Eu fiquei tão preocupada.. - ela disse desesperadamente, eu ri.

- Calma Tikki, eu estou bem, já o Adrien... - eu dei um pausa e suspirei.

- Como ele está? - perguntou o Plagg.

- O Plagg estava junto com o Adrien ontem, veio correndo para cá me avisar o que aconteceu - Tikki explicou.

- Entendi - falei - O Adrien está em coma, os médicos dizem que ele pode não aguentar mais e vão desligar as máquinas daqui uma semana - eu falei, foi muito, mas MUITO difícil dizer isso sem chorar, o Plagg abaixou as orelhinhas e olhou para baixo - Eu sinto muito Plagg, eu também estou destruída por dentro - eu disse abraçando ele.

- Marinette, a escola! - Tikki apontou para a hora, eu gritei e peguei minha mochila, corri para fora do quarto.

- Vejo vocês depois! - gritei das escada, corri tão rápido que quando cheguei nas escadas da escola, quase bati de cara no chão, assim que pisei no colégio, uma multidão de alunos vieram me abraçar, por um momento não entendi porque, eu tinha ficado só um dia no hospital... eu acho.

- Ham, gente... - eu disse - Também senti falta, mas eu não consigo respirar... - brinquei, ele riram e me soltaram.

- Desculpa, Marinette - disse a Rose rindo - Mas além de acontecer o que aconteceu aquele dia, você ficou sumida por 5 dias, fica.. - ela começou

- Espera! 5 dias? - eu falei espantada, tipo, pensei 1 ou 2 dias, mas 5??.

- Sim, por isso ficamos preocupados - disse o Nathanael.

- Ah, gente... - eu disse abraçando ele novamente - Eu amo vocês.

- A Alya contou o que aconteceu com o Adrien - disse a Sabrina - Saiba que te damos todo o apoio.

- Obrigada gente - agradeci novamente, eu tinha amigos tão legais, fomos juntos para a sala, e percebi que a Chloé não estava, achei estranho, ela nunca se atrasava, tipo nunca, e nunca faltava, aquilo estava muito estranho, me sentei com a Alya, a aula foi tranquila até, mas muita coisa estava acontecendo de estranho, primeiro aquela garota igual a mim, depois ela envenena o Adrien dizendo que se ela não pode te-lo ninguém pode, agora a Chloé não vem pra aula, quando o sinal para o intervalo bateu, fui falar com a Sabrina.

- Oi, Sabrina tudo bem? - perguntei.

- Tudo, obrigada - ela falou sorrindo.

- Sabrina, eu percebi que você não está com a Chloé - eu comecei - Onde ela está?

- Eu também não sei - ela falou - Desde daquele dia, eu perdi ela na festa e não a vi mais até hoje, fui até a casa dela mas ninguém atendeu, acho que ela está viajando ou algo assim.

- Atá, obrigada Sabrina - agradeci.

- De nada, Mari - ela sorriu, eu tinha certeza que ela não estava viajando, eu precisava ter uma conversa com o Mestre Fu, e urgente.

****

- Bem... - disse o Mestre Fu - Isto é uma possibilidade bem provável.

- Mas, se ela estiver mesmo akumatizada... Por que ela não apareceu ainda? - perguntei confusa.

-  Talvez ela esteja procurando você ou esperando... - ele disse.

- Já que sou eu quem ela quer... - eu disse e ele assentiu - Mas onde será que ela está? 

- Isso eu não sei - ele disse se levantando - Pode estar em qualquer lugar ou até com Hawk Moth.

- Não importa, eu preciso encontra-la - eu disse um aperto no coração veio - Antes que ela machuque mais alguém que eu amo.

- Já está na hora - o Mestre Fu disse.

- Hora de que? - perguntei.

- Hora de eu mandar mais ajuda para você - ele disse pondo a mão em meu ombro - Como eu disse antes, você vai precisar de ajudar agora, vou acionar Paonne, Abeille e a Volpina - ele disse se sentando.

- Estou com medo - eu disse, e estava mesmo, depois de perder o amor da minha vida, não sei se seria tão corajosa agora, com o coração e alma partidos.

- Não precisa, Marinette - ele disse - Você é muito destemida, firme, corajosa e se importa com os outros, por isso foi escolhida, você sempre foi a mais forte da dupla, e ainda será.

- Mas sem o Chat Noir, eu não sei se consigo...

- É por isso que estou mandando ajuda - ele falou se levantando - Eu sei que perder o Adrien ou Chat noir, foi uma grande decepção, mas você não pode desistir agora, eu preciso de você, Paris precisa de você - ele falou olhando nos meus olhos.

- Tudo bem, eu vou tentar... - eu disse sorrindo, ele sorriu também.

- Tenho certeza que vai conseguir - ele disse.

- Ok então, obrigada Mestre - eu disse me levantando e indo em direção a saída - É sempre um prazer conversar com você. - eu disse e fui correndo para casa.

Assim que entrei no meu quarto, procurei por Tikki e Plagg.

- Tikki? - chamei - Onde você está? Plagg? - então vi um vulto preto e rosa voando na minha frente.

- Marinette achamos! - gritou Tikki.

- O que? Do que estão falando? 

- Achamos um jeito de salvar o Adrien! - gritou Plagg.

- O QUE?! - praticamente berrei.

 


Notas Finais


Opaaaaaa, parece que teremos nosso gatinho de volta, o que vocês acham que é hein????, espero que tenham gostado e eu postei hoje um capitulo da minha fanfic nova, queria que vocês dessem uma olhada, que tal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...