História Miraculous: Asassinos De Aluguel - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~CookieViciada

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrinette, Asassinos De Aluguel, Ladrien, Lary Noir, Marichat, Miraculous
Visualizações 105
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Luzes


Luzes. Uma das coisas mais bonitas de se ver na noite parisiense eram as luzes. A própria Torre Eiffel iluminada era a maior prova disso. Realmente é uma bela noite de se observar. Infelizmente nem todos tem a oportunidade de ver toda aquela beleza lunar.

 — Poderia estar em casa, aproveitando a noite! Mais não, tinha que ser a droga de reunião! —Uma azulada exclama voltando para casa andando pelas ruas vazias. Que nem notava que não estava tão vazia assim.

 — Passa tudo. — Marinette sente uma arma nas suas costas. A mesma sorri sarcástica. Mal sabe que essa pessoa acabou mexer com a pessoa errada. A azulada tenta dar uma rasteira mais o indivíduo a segura mais forte pelo braço. — Vejamos se a princesinha é valente. Mas nem tanto assim. — Marinette fica parada articulando um plano. Mas qual? Era uma ideia que se passava em sua mente.

Um vulto, tanto Marinette quanto o bandido se assustam.

 — Se der um passo eu atiro! — exclamou o bandido apontando a arma em Marinette com a mão trêmula. O mesmo escuta um assobio e vira para atrás. Encarando olhos verdes iluminando o escuro. Logo uma figura aparece na Luz.

 — E se eu te matar primeiro? — Num vulto qualquer, o bandido leva um soco na cara e cai no chão. Largando Marinette e deixando a própria arma cair no chão. O bandido alcança a arma pegando-a novamente.

 — Filho da puta! —Começa atirar na figura negra que ainda se escondia no escuro, desviando dos tiros. Marinette golpeia o bandido pelas costas, o mesmo atira na azulada, que lhe passou de raspão pelo braço. A azulada coloca a mão no próprio braço impressionando. A mesma consegue puxar a arma do bandido quando lutava com a figura.

— Os dois pro chão, AGORA!— Marinette apontava a arma para os dois. O bandido começa a correr. Marinette tenta atirar no mesmo mais a munição havia acabado.

Maldito seja.

Mais Marinette ainda apontava a arma para a figura que vai até a luz e percebe-se que usava um traje comparado com um gato.

— Quem é você? Vamos desembuxa!— Azulada aponta a arma na cabeça do gatuno. O mesmo começa a rir e ela segura mais forte a arma. Ela sabia que não havia mais munição ali.

— É assim que você agradece uma pessoa que acabou de te ajudar? Mal agradecida.— O gatuno diz sarcástico aproximando da azulada que recuava os passos. Ela o reconhecia mais de onde?

Será que ele? Não....

O gato do sonho!

Mais isso é impossível!

Porra! Isso deve ser um pesadelo!

Tentação ruim!


— Eu não precisava da sua ajuda seu arrombado! Agora pela última vez quem é você! Ou então eu atiro! —Exclamou Marinette, ela rezava para ter pelo menos uma bala naquela arma.

— Percebi.— Ironizou o gatuno.— E mais uma coisa...— Em um vulto o mesmo aparece atrás da azulada apanhando a arma de sua mão.

— Tenta parecer menos nervosa ao segurar uma bala sem munição.— Sussurra no ouvido da azulada com a arma na mão. A mesma engole seco.

— E praser Chat Noir.— O mesmo pega a mão da azulada a beijando.— E você princesa? Como se chama?

— Marinette Dupain-Cheng.

E isso foi o suficiente para o gato arregalar os olhos.


Notas Finais


Porra! *Sorry meus leitores lindos da tia anny* Alow Alow! Olha só quem publicou um capítulo e já está de volta? EU! COOKIE VICIADA!( Estou usando o perfil da minha prima. Entendedores entenderão. Isso n quer dizer q tudo que escrevo é autoria dela nada haver) Meu! Eu estava falando com a Blue no whats perguntando como seria o próximo capítulo e ela falou que seria MARICHAT! Foi o bastante para eu surtar! Ela falou umas ideias e tlaz e eu misturei com Nutella com as minhas ideias loucas.

Eu disse que o capítulo seria quente não disse?

Por isso eu sempre digo.

Nunca duvide da Cookie! 

Hahahaha tá parei.

Bem eu não sei se o próximo capítulo será de minha parte ou coisa assim. Mais acho que o próximo é com a joaninhablue. Entaum....

Prepare as luvinhas!

Ah eu quero indicar a vocês uma fanfic que estou fazendo. Ela chama-se Cortes de Vidro. E eu queria convidar vocês para lêem. Alguém gostaria do link? Qualquer coisa os comentários sim?

Acho que é só isso que eu tenho que a dizer. Entaum....

Bjs da Candy e até♥️  


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...