História Miraculous e as aventuras de Ladybug na vida real e de herói - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tom Dupain
Visualizações 33
Palavras 776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem pelo atraso, mas está ai. Espero que gostem e boa leitura <3

Capítulo 13 - O baile (Part.1)


Fanfic / Fanfiction Miraculous e as aventuras de Ladybug na vida real e de herói - Capítulo 13 - O baile (Part.1)

<Na porta casa de Juleka>

- Tchau. – Juleka diz tímida não acreditando no que fez a pouco.

Nathanael dá um beijo em Juleka e diz:

- Tchau, meu amor.

Juleka entra com seu rosto em chamas para dentro de casa.

<Dia seguinte>

<Na escola>

- Será que foi tudo um sonho ou aconteceu de verdade? – Juleka se perguntava enquanto andava mexendo em seu celular.

- Oi! – Nathanael.

Juleka fica vermelha.

- O que foi? – Nathanael.

- Nada! – Juleka diz rapidamente entrando na sala.

<Sinal de entrada>

- Bom dia alunos, acho que todos já devem estar sabendo, mas semana que vem teremos um baile de fantasias e espero que todos venham já que vai ser uma festa em homenagem a nossos heróis.  A professora anuncia e os murmurinhos correm soltos pela sala enquanto ela explica a matéria.

<Algumas aulas depois>

<Sinal do recreio>

Nathanael não entendia o comportamento estranho de Juleka cada vez que ele se aproximava dela. O garoto matutava a aula toda sobre isso e agora tinha sua chance, ele puxa Juleka antes de ela sair da sala e ela se assusta corando.

- O que aconteceu? Por que está me evitando? – Nathanael.

- N- Nada é que eu só estava pensando... – Juleka olha para o lado com uma das mãos cobrindo o lábio.

- Você não gostou, né? – Nathanael estava frustrado.

- Então foi real? – Juleka.

- Sim. Era isso que estava te incomodando? – Nathanael.

- Um pouco. Pensei que era coisa da minha cabeça ou- Juleka é interrompida.

- Aquilo foi tão real quanto aquilo. – Nathanael dá um beijo em Juleka e eles ficam no beijo até ficarem sem folego.

Os dois continuaram conversando por um tempo antes da proposta de Nathanael.

- Quer namorar comigo? – Nathanael.

- Sim! – Juleka e Nathanael se beijam novamente.

<No pátio.>

- Nossa! É verdade que a Marinette já terminou os nossos trajes para o baile? – Alya.

- Sim! Só precisei de uma semana. Querem ir lá em casa para darem uma olhada? – Marinette.

- Sim! – Todos respondem.

Eles ficam conversando por mais um tempo enquanto Chloé os olhava fulminante.

- Chloé? – Kim.

- O que foi idiota que nem seve pra capacho? – Chloé.

- Essa é a última vez que eu tento ser legal com você. – Kim sai de perto dela bravo.

- Ei! Cuidado cara! Você tá bem? – Alix esbarra em Kim.

- Não. – Kim.

- Por que? – Alix.

- A Chloé vive brincando comigo e eu acho que desisto de ser um bobo. – Kim.

- Ah, é isso? Desencana! Tem garotas muito legais por ai que nem a Chloé, ou até melhores. Vamos andar um pouco antes do sinal bater pra tirar os pensamentos ruins? – Alix joga um capacete na direção de Kim.

- Está bem. – Kim começa a andar de patins ao lado de Alix.

<O sinal toca>

Quando todos voltavam para a sala a professora já os esperava.

<Sinal de saída.>

Alya, Nino e Adrian vão para a casa de Marinette ver suas fantasias.

- Gostaram? – Marinette.

- Sim! – Todos dizem dando um abraço na estilista prodígio.

- Vamos arrasar no baile! – Alya.

<Dia seguinte>

Todos se reuniram para o baile da escola.

- Marinette você está atrasada de novo! – Alya.

- Desculpe. – Marinette.

- Vamos logo! – Alya puxa a amiga pelo braço.

- Espera. – Marinette ouve alguém chorando.

- O que foi? – Alya.

- Vou falar com uma pessoa e já vou. – Marinette. – Você está bem Lila?

- S- Sim. – Lila tenta se recompor, mas não consegue controlar as lagrimas.

- Você está mesmo bem? – Marinette.

- Não! – Lila coloca as mãos no rosto.

- Por que? – Marinette.

- Promete não contar a ninguém? – Lila.

- Prometo. – Marinette.

- Sabe quando eu disse que odiava a Ladybug?  - Lila.

- Sim. – Marinette.

- Eu estava mentindo, mas eu estava brava demais pra pedir desculpas e agora que estou com o uniforme da volpina e todos estão de Ladybug. Isso faz tudo voltar! – Lila chora mais.

- Acho que a Ladybug não ficaria brava se você pedisse desculpas. Vocês poderiam até ser amigas. – Marinette.

- Estou envergonhada demais para falar com ela! Faz muito tempo... – Lila.

- Por que não tenta? – Marinette.

- Como vou chamar a atenção dela? – Lila.

- É algo em homenagem a ela. Acho que ela vai vir. – Marinette.

- Obrigada Marinette. – Lila dá um abraço em Marinette e sai correndo para a festa.

- Agora é só encontrar o Adrien, mas em meio a tantas Ladybugs? – Marinette vê o baile cheio de ladybugs e Cat Noirs. Marinette procura seu amado fervorosamente sem sucesso.

- Onde o Adrien está a uma hora dessas? – Marinette se perguntava.

 

Continua?


Notas Finais


Obrigada por terem lido <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...