História Miraculous- Ladybug e Cat Noir - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Personagens Originais, Sabrina, Tikki
Tags Amor, Drama, Filme, Magia, Mistério
Visualizações 36
Palavras 517
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oeeh, tudo bom? Espero que sim, e tbm espero que gostem dessa história. ..

Capítulo 1 - O começo de tudo...


Fanfic / Fanfiction Miraculous- Ladybug e Cat Noir - Capítulo 1 - O começo de tudo...

      Narração - marinette

E aqui estou eu, o ano se acabou e as ferias de verão começaram, meu nome é Marinette, tenho 16 anos e seja muito bem vindo a meu delírio, apesar de tudo sou uma garota normal, vivo numa cidade grande, pra ser mais específica eu moro em Paris, sim isso mesmo em paris, uma cidadr muito bonita e grande, moro com meus pais, tenho vida bem normal, como todos os adolescentes da minha idade. Já que o verão começou chegou a hora de decidir onde eu quero passar minhas férias, minha melhor amiga me convidou pra ficar lá na casa dela, mais ainda estou em dúvida, mesmo que as ferias tenham acabado ainda tenho que ir na escola resolver uma coisa, vou pro banheiro trocar de roupa, coloco uma calça jeans rasgada somente nos joelhos e uma camiseta simples que destaca bem os meus cabelos estranhamente azuis, solto meu cabelo, levo ele solto porque ele não é muito grande, seu comprimento é pelo meu ombro no maximo, emfim estou pronta, pego meu celular e desço as escadas, nem sinal dos meus pais, mais não dou muita importância, vou logo até a porta e saiu em disparada, a escola não ficava muito longe dali por isso preferi ir a pé, sou muito distraida, começo a prestar atenção nos arredores e não presto muita atenção por onde estou andando por isso ja estou acostumada a tropeça as vezes, esse dia foi diferente, como sempre distraida com as coisas, acabo esbarrando em alguem e caindo no chão, meu celular infelizmente cai também. E quando vou colocar minha mão sobre ele sinto outra mão sobre a minha, automaticamente olho pra cima e o vejo, poxa ele era tão perfeito, tinha cabelos incrivelmente loiros e olhos verdes, seu sorriso de timidez me fez delirar.

-ah oi -digo meio sem jeito. 

-oi você esta bem? Se nachucou?-diz ele me ajudando a ficar de pé novamente. 

-ah sim ja to meio que acostumada a levar tombos. -digo com olhar de brincalhona. 

-ah kkk -ele sorri e que sorriso ehm? 

-prazer Marinette! 

-ah me chamo Adrien. -seus olhos vinham de encontro ao meu.

-Bem, foi um grande prazer te conhecer Adrien mais tenho que ir agora.

-ah sim, tomara que nos encontramos de novo! -diz ele todo sorridente.

-sim, sim.

Saiu meio que tonta, sua perfeição era tanta que parecia que eu tinha acabado de sair de um transe. Continuei minha caminhada até a escola, mais não tirava da cabeça o tão perfeito garoto, quando cheguei na escola eram exatamente 08:04AM, a porta de vidro estava aberta então fui logo entrando, caminhei até a diretoria e quando cheguei lá me deparo com a diretora conversando com um cara que aparentava ter uns 29 anos, alto e de pele clara, cabelos bem pretos e olhos intimidadores. 

-oh Mari você chegou! -diz a diretora sorrindo.

-É aqui estou eu. 

-Sr. Agreste essa é Marinette, uma de nossas melhores alunas.

-ola Marinette é um grande prazer conhece lá. -diz ele pegando minha mão e dando um leve beijo.

-ah o prazer é todo meu Sr. Agreste.

-por favor me chame só de Gabriel. 

-há claro.



Notas Finais


Continuo? ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...