História Miraculous Ladybug: Os novos super-heróis - Interativa - Capítulo 7


Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Chat Noir, Fanfic Interativa, Interativa, Miraculous Ladybug, Super Herois, Vagas Abertas
Exibições 39
Palavras 684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Shiro - @damadiangelo
Jeffrey - @AngelKristman

Capítulo 7 - Shiro e Jeffey - Apresentação


P.O.V • Shiro

- Shiro, hora de levantar! - Gritava minha tia, lá da cozinha.

- Já vai... - disse, bocejando.

Levantei-me vagarosamente e fui ao banheiro tomar um banho rápido.

Pus um vestido e uma sapatilha e logo em seguida desci as escadas.

- Bom dia, Tia Leire!

- Boa tarde, Shiro. Já passou de meio dia, ainda bem que suas aulas começam só amanhã! - comentou ela, rindo. - Você pode me ajudar na loja de doces hoje? A Tiffany está doente, e não tem ninguém para ficar no caixa...

- Sim. Só vou comer algo e já vou.

- Ok, muito obrigada Shiro. - Disse ela enquanto pegava as chaves de casa.

(...)

Eu já estava chegando na loja, quando vi um senhor tentando pegar um ônibus, porém muita gente estava o empurrando.

Então corri até lá e o ajudei a conseguir subir no ônibus.

- Muito obrigada, senhorita. - Falou ele, dando um sorriso.

(...)

O dia foi bastante cansativo, muita gente havia ido na loja.

Chegando em casa eu subi rapidamente para o meu quarto e me joguei na cama, exausta.

Então notei que perto do travesseiro havia uma caixinha hexagonal, que eu tinha certeza que não estava lá.

Ao abrir a caixinha vi que dentro dela havia uma linda pulseira prateada cheia de pingentes e, no meio deles, um pingente de panda.

Coloquei-a e um clarão invadiu meu quarto, fazendo meus olhos doerem com a claridade.

Então vi um pequeno panda flutando, olhando curiosamente para mim.

- Oi! Meu nome é Kiini, eu sou um kwami.- falou a pequena panda. - Qual é o seu nome?

- Meu nome é Shiro. O que é um k-sei lá o quê?

- Um KWAMI é uma criatura mágica que transforma seu portador em um super-herói! É só você falar "Kiini, patas para fora!"

- Kiini, patas para fora? Como as- Não deu tempo nem de terminar a frase e Kiini fui sugada pela minha pulseira.

- Kiini, você está bem? - Perguntei, mas ela não respondeu.

Então vi que minha roupa havia sido substituída por um macacão preto e branco com um capuz com orelhas de panda.

- Então eu irei ser uma super-heroína... - falei, esperançosa.

P.O.V • Jeffrey

Eu estava saindo do aeroporto, quando vi uma senhora vendendo algumas coisas antigas.

Então comprei uma caixa dourada com bordas de bronze velho e descascado, que havia chamado minha atenção, e a coloquei em minha mochila. Logo em seguida entrando em um taxi com meu pai.

Ao chegar na casa nova fui para o meu quarto e me tranquei, então guardei minhas coisas e pus a caixa em minha cômoda, logo em seguida peguei um livro e comecei a ler.

De vez em quando encarava a misteriosa caixa, até que decidi enfim abri-la.

Dentro da mesma havia um tapa-olho branco, aparentemente comum, e ao coloca-lo, tapando o olho de íris vermelha surgiu um clarão e ao olhar para o lado vi uma pequena raposa de cinco caudas flutuando e remexendo em minhas prateleiras.

- Livros interessantes. - Indagou a criatura, sorrindo.

- Quem, ou melhor, o que é você?!? - Pulei para trás assustado.

- Sou uma kwami e me chamo Puff.

- Uma o quê?

- Resumindo... Sou uma criatura mágica e transformo meu portador em um super-herói. Tipo...

- A Ladybug ?

- É, claro. - Bufou de imediato.

- He he... Como?

- É só dizer : " Puff, estamos prontos para a justiça!"

- Puff, estamos prontos para a justiça! - Minha roupa foi substituída por uma mascara fechada, destacando apenas o olho de íris vermelha e tapando de íris azul, e por um uniforme de couro preto com uma abertura nas costas.

- Agora somos Evergreen! - falei. - Beleza, agora vamos desgrudar.

Logo voltamos ao normal, surpresos.

- Você é vidente? - perguntou Puff, impressionada.

- Foi uma brincadeira, não costumo falar assim. - comecei a rir bem alto.

- Jeffrey! Vá dormir! - gritou meu pai.

Arrumei um lugar para Puff dormir e logo em seguida acabei dormindo também, sonhando com meus futuros atos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^-^!
Sei que ficou meio curtinho, Sorry.

~ @LittleKittyNoir


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...