História Miraculous Vs Desespperdon - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabrina, Tikki, Wayzz
Tags Cat Noir, Ladybug, Novos Heróis
Visualizações 6
Palavras 1.907
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela, Super Power, Violência
Avisos: Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Voltando com Miraculous! Esse cap será mais explicando a origem dos Desespperdons, espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 4 - Capítulo 3- A Origem do Desespero


Marinette, agora, descansava tranquilamente sobre seu travesseiro, sonhando com o seu “príncipe encantado”, Adrien e, com o seu rival, o “cavaleiro negro” Talkus… nesse sonho, Talkus enfrentava Adrien numa batalha épica para ver quem levaria o coração de Marinette, no sentido do amor claro… mas, no mesmo instante, o chão começou a se quebrar e dele saiu uma figura negra com olhos brancos que agarrou os dois garotos e os levou para o subterrâneo, Marinette correu para os ajudar, mas já era tarde demais e, agora, ela estava sozinha…

Na manhã seguinte…

Por causa do pesadelo, Marinette não dormiu e teve dificuldades a se levantar, mas, mesmo assim, ela conseguiu fazer esse feito e havia algo bom nesse dia, por causa dos monstros de gosma a escola fechou por um tempo, ou seja, algum tempo livre… Marinette se arrumou, saiu, dando um beijo em sua mãe e pai primeiro e depois andou pelas ruas de Paris, pensando no que deveria fazer nesse tempo livre, a Alya deveria estar muito cansada depois de ontem, Adrien não deveria a querer ver e Talkus, bem, esse nem sabia o que tinha acontecido depois…

Marinette-Aghhh… aquele sonho era uma premonição ou quê? Fiquei mesmo sozinha no final de tudo… huh?

Logo o brinco de Marinette começou a piscar e Tikki, que até agora estava escondida, disse…

Tikki-O Mestre Fu está chamando, vamos!

Ao ouvir isso, Marinette se dirigiu a um beco e gritou…

Marinette-Tikki! Transformar!!!

Após o grito, Marinette se transformou na heroína Ladybug e subiu para cima dos telhados dos prédios, sem perceber que um mendigo a viu e o mesmo disse…

-Caramba… não devia ter bebido tanto…

Ladybug foi indo pelos telhados até chegar no apartamento do Mestre Fu, ao entrar, teve uma agradável surpresa por ver Cat Noir junto de Mestre Fu…

Cat Noir-My Lady… você também?

Ladybug-É… não sabia que conhecia o Mestre Fu…

Cat Noir-E não conhecia… só que o meu anel começou a piscar e eu fui guiado até aqui… quem é esse velhote?

Ao ouvir a palavra velhote, Ladybug foi até o companheiro e deu um soco na cabeça dele…

Cat Noir-Ai! Para quê foi isso?!

Ladybug-Mais respeito! Ele foi quem nos deu os Miraculous!

Ao ouvir isso, Cat Noir ficou pasmado com essa revelação, nunca soube ao certo quem tinha entregado o Miraculous, pensou sempre que ele teria vindo sozinho…

Mestre Fu-Hohoh… não se preocupe Ladybug… eu sou mesmo velho… eu tenho quantos anos mesmo Wayzz?

Disse, se virando para trás, encontrando um pequeno Kwami verde que era do seu Miraculous…

Wayzz-Se a memória não me falha e eu sei que não, são 186 anos e meio…

Essa revelação deixou os dois heróis de boca aberta, nem Ladybug, que já se tinha encontrado com Mestre Fu, sabia sua idade…

Cat Noir-Caramba… isso é muito aniversário e bolo…

Mestre Fu-Hoho! Pode crer, sempre, a cada ano, um bolo para comemorar! Bem, mas não é para falar sobre minha idade que eu vos chamei…

Ladybug-Então, porque nos chamou Mestre Fu?

Perguntou, se sentando no tapete e Cat Noir decidiu fazer o mesmo…

Mestre Fu-Eu sinto que virá uma tempestade negra em breve e decidi que não poderão a enfrentar sozinhos…

Cat Noir-Do que está falando? Daqueles monstros de meleca?

Mestre Fu-Não… algo mais perigoso… vamos falar em um local mais privado…

Cat Noir-Como assim…

E, antes de terminar a frase, Cat Noir e Ladybug aparecem, de novo, porém numa dimensão verde, lá, havia várias cascos de tartaruga feitos de pedra e o céu era verde claro… o chão onde Ladybug e Cat Noir estavam agora era feito de uma substância verde, mole, mas confortável…

Cat Noir-… privado? Huh?

Mestre Fu-Assim está melhor…

Ladybug-Mestre Fu, onde estamos?

Mestre Fu-Isto, Ladybug… é dentro da minha consciência…

Disse, elevando a mão para mostrar toda a área, que parecia não ter fim…

Cat Noir-Então podemos dizer que você tem uma consciência muito limpa, né?

Depois da gracinha, Ladybug deu uma cotovelada no braço de Cat Noir, para ver se ele parava de falar besteiras…

Mestre Fu-Na verdade… cada carapaça de tartaruga de pedra demonstra um pecado, um erro, meu…

Falou, num tom triste por se lembrar dos erros que cometeu, Ladybug olhou um pouco penosa para o homem, porém, ele se recompôs e disse…

Mestre Fu-Entretanto, esse espaço logo estará disponível para vocês… vocês só têm de mergulhar fundo na sua consciência e, assim, conseguiram alcançar este plano…

Cat Noir-Então… como é o tempo aqui?

Mestre Fu-Oh, não se preocupe, o tempo é muito diferente, aqui, o tempo está muito atrasado, um minuto lá no mundo real nem é uma hora aqui…

Cat Noir-Ufa… bom saber disso…

Ladybug-Então, Mestre Fu, o que queria falar com a gente?

Mestre Fu-Certo… bem…

Logo o homem velho fechou os olhos e as carapaças flutuantes se aglomeraram, formando dois seres gigantes, ambos humanoides… cada um tinha um elemento especifico, um que parecia uma mulher, estava com um traje às pintas e o outro parecia um homem gato, indicando serem antigos Ladybug e Cat Noir…

Mestre Fu-Na minha geração de Miraculous… nós descobrimos que alguns dos nossos membros estavam usando seus poderes para o mal…

Logo as figuras mudaram e agora eram duas de um lado e duas de outro, pareciam estar discutindo…

Mestre Fu-Com isso, a discórdia começou, alguns achavam que nós deveríamos usar os nossos poderes para proveito próprio, já outros queriam só ajudar as pessoas e isso iniciou uma guerra entre nós… aqueles que eram referidos como “maus” se intitularam com o nome de Desespperdon… eles, devo admitir, eram mais que nós e quase fomos derrotados, porém, os antigos Ladybug e Cat Noir conseguiram derrotar cada Desespperdon e, assim, retiraram os Miraculous deles…

Após essa cena, as rochas formaram a imagem de cada Miraculous no céu…

Mestre Fu-Eu fui encarregado de cuidar dos Miraculous e entrega-los aos dignos… porém, dois seres malévolos roubaram-me… eles conseguiram tirar o Miraculous da Borboleta e do Pavão…

Cat Noir-O Hawk Moth tem o da Borboleta, certo?

Mestre Fu-Isso mesmo…

Ladybug-Mas, quem tem o do Pavão?

Mestre Fu-Infelizmente, ainda não sei… porém, uma vez, o Wayzz disse que detetou um Miraculous para além dos seus e do Hawk Moth…

Cat Noir-Parece que teremos um novo inimigo…

Mestre Fu-Exatamente, Cat Noir… é por isso que precisaremos de novos aliados…

Ladybug-O que está a sugerir?

Mestre Fu-Por enquanto, não possuo uma ideia sobre esse novo inimigo, porém, eu irei entregar a você, Ladybug, o Miraculous da Raposa e a você, Cat Noir, será o da Abelha… encontrem pessoas dignas para serem os portadores e, ao meu sinal, vocês entregam para eles…

Cat Noir e Ladybug-Certo!

Após falar isso, todo o espaço em volta voltou ao normal e mestre Fu foi buscar os Miraculous da Raposa e da Abelha, os tirando da caixa e os entregando a Ladybug e Cat Noir…

Mestre Fu-Podem ir… já devo ter roubado algum do seu tempo…

Ladybug e Cat Noir se levantam e se dirigem à porta, porém, Mestre Fu os impede…

Mestre Fu-Na verdade, Ladybug, eu precisava falar contigo, em particular…

A garota joaninha olhou para o garoto gato com um ar de desespero, será que fez algo errado? Ou terá sido o garoto gato? Cat Noir foi-se embora e Marinette ficou para ouvir o Mestre…

Mestre Fu-Obrigado por esperares… eu gostaria de falar sobre uma coisa um pouco… pessoal…

Ladybug-Como assim?

Mestre Fu-Pessoal no sentido de ser sobre você… o que se passa na tua vida?

Ladybug-Nada, está tudo bem…

Mestre Fu-Infelizmente, eu sei que não está, Ladybug… o seu Miraculous apresenta energias sombrias… algo que me queira contar?

A garota ficou um pouco receosa de falar sobre sua vida pessoal, mas o Mestre Fu sabia quem ela era, por isso, tudo bem em contar sobre seus problemas…

Ladybug-Ok… eu tenho tido problemas com um garoto… chegou um novo aluno na minha escola e ele… bem… é tudo o que eu imaginei do garoto perfeito… lindo, bem vestido, educado… resumindo, perfeito… e acabei brigando com um que já estava apaixonada à muito tempo…

Mestre Fu-O amor é algo complicado Ladybug, mas não deixes que te destrua por dentro, você é mais forte que isso, você e Cat Noir devem manter-se juntos e não deixar os problemas os afetarem na missão de deter os Akumas…

Ladybug-É, tem razão, obrigada mestre…

Disse, confiante que, agora, teria força suficiente para dizer a Adrien seus sentimentos, ou, pelo menos, dizer que aquilo era tudo um mal-entendido… Ladybug se foi embora deixando Mestre Fu com seu Kwami…

Mais tarde… na torre Eiffel

Adrien estava um pouco pensativo… ainda não tinha falado com Marinette desde o ocorrido e talvez nem fosse capaz da encarar depois do que falou… afinal, ele sabia que a garota era só amiga dele, mas atirar à cara que não eram namorados era algo muito frio… logo ele ouviu alguns passos atrás de si e nem foi preciso se virar passa saber quem era, afinal, esse alguém falou…

Marinette-E aí?

Adrien-E aí?

Disse, ainda olhando o horizonte, sabendo que a garota não o olharia na cara… mas foi surpreendido pela garota ter ficado junto a ele, colocand os braços na varanda que impedia que alguém caísse da torre…

Adrien-Ainda estás zangada comigo?

Marinette-Eu nunca estive zangada, só… triste por teres me atirado aquilo bem na cara…

Adrien-Eu sei…

Os dois logo ficaram num silêncio abismal… não dava para conversarem sobre algo assim, Adrien não nutria sentimentos pela garota e a mesma não conseguia dizer o que sentia, mas… tinham de se resolver…

Marinette-Mas… quero que saibas, que eu e o Talkus não temos nada… ele é só um bom amigo…

Adrien-É, eu sei… então…

Marinette-Huh?

Adrien-Eu continuo sendo um bom amigo também?

Marinette-Claro bobo!

Disse, dando uma cotovelada no ombro do garoto que, por um momento, se lembrou que Ladybug o fez também… ele devia falar muita besteira para as garotas só lhe baterem…

Marinette-Mas… gostaria que você e o Talkus se dessem bem, ele é legal, mesmo só estando com ele um dia, deu para ver que era uma boa pessoa…

Adrien-Hm…

Adrien ficou pensativo por momentos, ele tinha até simpatizado com o garoto no começo, mas… teria coragem do encarar depois de ter feito uma cena de ciúmes com Marinette? Mesmo o garoto não sabendo disso?

Marinette-Aghhh… ok… se quiseres, nos encontra amanhã na pastelaria dos meus pais… nós vamos visitar o circo que vai vir amanhã…

Disse, já indo embora, pensando que o garoto não mudaria de ideia, mas, no ultimo segundo, Adrien se virou e disse…

Adrien-Sabe? Eu… acho que vou… não tenho seção de fotos amanhã por isso estou livre…

Marinette-Sério?!

Adrien-Sério…

A garota sorriu de felicidade e riu, indo embora e deixando o garoto sozinho… logo Plagg sai de seu casaco e fala…

Plagg-Tem certeza disso, cara? Você ficou bastante zangado com a presença desse Talkus…

Adrien-Eu sei, mas… preciso tentar, se não posso começar a perder os meus melhores amigos…

Plagg-E uma possível namorada…

Adrien-Ah! Cala-te!

Gritou, sorrindo e pensando nessa idiotice que Plagg falou, que nem era uma má ideia, mas… o seu coração ainda pertencia à garota joaninha, que, estivesse fazendo o que estivesse fazendo, podia sentir ela bem perto de si…

Já com o velho portador de Miraculous, Mestre Fu, ele analisava a 2º parte da caixa do Miraculous e o brilho da pedra de Ladybug estava bem forte e o do meio um pouco fraco…

Mestre Fu-Parece que tudo acabou bem…

Continua…


Notas Finais


E aí? Gostaram? Comentem o que acharam que, para além de ajudar, me incentiva a trazer mais capítulos, então é isso, tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...