História Mischievous Kiss - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~Candy--Neko

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Bickslow, Cana Alberona, Carla (Charle), Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mavis Vermilion, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Pantherlily, Sting Eucliffe, Wendy Marvell, Zeref
Tags Fairy Tail, Lucy, Nalu, Natsu, Romance
Exibições 77
Palavras 979
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiie meus lindos! *---* Isaah aqui. Bom, desta vez eu caprichei no capítulo, já estava com ele na mente a um tempinho, mas naum postei antes por causa da minha semana de provas na escola :3 mas enfim, desejo a todos uma boa leitura. ♡ Kissus da Isaah ♡

Capítulo 20 - Príncipe da Meia-noite


Fanfic / Fanfiction Mischievous Kiss - Capítulo 20 - Príncipe da Meia-noite

A noite da festa de Halloween finalmente havia chegado. Os cômodos da casa de Lucy estavam decorados com os típicos símbolos do Halloween: abóboras, caveiras, aranhas e coisas do tipo.
Lucy estava trancada em seu quarto. Usava um vestido preto que detalhava muito bem o seu corpo, com uma tiara de caveira sob os seus cabelos soltos, além de usar um batom vermelho, lápis de olho e segurar em suas mãos um caderno preto com o nome "Death Note" escrito na capa.
A garota se olhou no espelho, mas antes que pudesse falar algo sobre sua fantasia, seu celular vibra.

Mensagem - Juvia: Oii loirinha oxigenada, já vestiu a sua fantasia?

Lucy: Já, me vesti de Misa Amane.

Juvia: Opa, gostei. Daqui meia hora apareço aí.

Lucy: Okay, beijos.

Lucy jogou o celular na cama e voltou a se olhar no espelho. É, até que foi bom meus pai ter deixado eu convidar algumas amigas" — a loira pensou enquanto se olhava — Essa fantasia combinou mesmo comigo, meus sentimentos foram escritos nesse Death Note e morreram.
A loira fechou a porta do seu quarto e desceu as escadas, até que avistou Natsu, que estava completamente impecável vestido com uma fantasia de vampiro, o que lhe dava um aspecto sexy.

Natsu: Você está bonita, Lucy — o rosado falou sorridente, mas não ouviu resposta alguma vindo da loira.

Lucy deu as costas para o rosado, até que avistou seu pai e o Sr. Igneel vindo na direção dos dois.

Jude: Lucy, tente se comportar, por favor. Muitos dos meus grandes negociantes virão e eu gostaria que você fosse gentil com eles — Ele dizia sério.
Lucy: Tá tá, entendi.
Jude: E não se esqueça de andar perto do seu noivo
Lucy: Ah não, isso não — A garota sai do local sem dar muita atenção ao que seu pai dizia e seguiu em direção a sala de jantar.

Lucy: Natsu.. Por que você insiste em tornar as coisas mais complicadas? — ela sussurrava para si mesma.

Alguns minutos se passaram. Juvia, Erza e Levy já estavam na casa de Lucy. Juvia estava vestida de bruxa, com um chapéu e um vestido preto que destacavam a cor do seu cabelo. Já Erza estava semelhante a uma diabinha, pois usava um vestido vermelho curto e chifres que pareciam ser mesmo dela, pois se assemelhavam a cor do seu cabelo. E por fim, Levy estava vestida como uma maga, usava um vestido branco curto com detalhes azuis e mangas longas, um colar de pedras azuis e um típico chapéu de mago branco, além de um livro com alguns feitiços.

Lucy: Arrasaram na fantasia — ela sorria de canto
Levy: Erza, você tá parecendo mesmo uma diabinha, completou com a sua personalidade — a baixinha ria
Erza: Vê se nesse seu livro tem feitiço pra te fazer crescer — ela ria sarcasticamente
Juvia: Chega, as duas — ela deu um sorriso — Mas e aí, Lucy, você tá melhor?
Lucy: Melhor do que?
Juvia: Do seu mau humor de ontem
Lucy: Ah... Claro — fingiu

Enquanto as garotas conversavam, puderam avistar alguns convidados, que nem Erza nem Levy gostaram muito.

Juvia: O Gray-sama veio — ela corava um pouco
Levy: Mas o que é que aquele brutamontes tá fazendo aqui? — a baixinha falava meio brava
Erza: Digo o mesmo, Levy — Erza observava Jellal

Os garotos entraram e começaram a conversar com Natsu.

Natsu: Eu mandei vocês virem fantasiados, por que estão tão formais?
Jellal: A culpa é do Gray que esqueceu de dar o recado — disse dando um puxão de orelha no azulado
Gray: Ai ai, desculpa! — ele falava tentando se soltar.
Gajeel: Mas se liguem só em quem tá ali — ele apontou para as garotas, em especial para Levy
Natsu: Uhum... — ele focava em Lucy — Mas agora, vamos curtir a festa — ele sorria

Algumas horas se passaram. A casa estava lotada, a maioria das pessoas que estavam ali eram importantes empresários com alguns jovens que eram os seus filhos.
Lucy estava se divertindo, havia até esquecido o motivo de estar triste, mas uma cena acabou por desfazer a sua felicidade momentânea. Natsu estava abraçado a uma garota de cabelos brancos e curtos, eles estavam de costas.
Uma lágrima começou a brotar dos olhos de Lucy, e a partir desta, outras começaram a se desfazer sob o seu rosto. A loira correu para o jardim dos fundos e se sentou em um banco, onde começou a chorar, sem perceber que alguém observava a cena.

Lucy: Idiota... — as lágrimas começavam a aumentar.
? : Se continuar, sua maquiagem vai borrar mais — dizia a voz se aproximando.

Lucy encheu o seu coração de esperanças ao pensar que era Natsu quem estava falando, mas se enganou. Um loiro mascarado apareceu e se sentou ao lado da loira. Estava usando um terno preto que lhe dava um ar de elegância.

Lucy: Quem é você?
? : Meu nome é Sting. Está tudo bem?
Lucy: Ah... Tá sim, não se preocupe — ela forçou um sorriso
Sting: Não parece — ele falou enquanto enxugava uma das lágrimas do rosto da garota.
Lucy: É que eu gosto de um garoto que só me machuca, sabe?
Sting: Se você mais sofre do que é feliz, então não é amor. E seja quem for esse garoto, você tem um rosto muito lindo, e deve ficar mais bonita sorrindo — ele falava dando um sorriso sincero

Lucy olhou para o relógio, que marcava 23h59. Sting tinha razão. Se você mais sofre do que é feliz, então não é amor.
Dizem que quando o relógio marca 0h00, você pode fazer um pedido. E o único pedido que Lucy fez em sua mente era que pudesse esquecer o rosado.
0h00. Lucy cola os seus lábios nos do loiro e inicia um beijo calmo e suave. Não sabia o motivo de estar fazendo aquilo, mas de certa forma, aquilo lhe trouxe paz. Paz que o seu "Príncipe da Meia-noite" trouxe consigo.


Notas Finais


E então, o que acharam? Já tenho ideia do que vou escrever para o próximo capítulo, então não vai demorar muito pra eu postar :3 e me perdoem por algum erro, é que eu escrevi pelo celular. Beijos de amora ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...